search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Pautas do Congresso preocupam investidores
Coluna do Estadão

Andreza Matais e Marcelo de Moraes


Pautas do Congresso preocupam investidores

Em conversa com Hamilton Mourão e ministros sobre a crise ambiental do País, investidores estrangeiros relataram preocupação especial com duas pautas legislativas, encampadas pelo Planalto: a Medida Provisória (MP) da regularização fundiária e o projeto de lei da mineração em terra indígena.

A impressão, resumiram, é a de que o governo brasileiro está “flexibilizando geral”. Escalado como anfitrião do encontro, por presidir o Conselho da Amazônia, o vice tentou argumentar que o debate ainda não foi encerrado e, portanto, vai prosseguir no Congresso.

Extra. De acordo com quem entende do riscado, há um problema adicional para o pedido de contribuições feito pelo vice aos empresários: o teto de gastos. Os recursos são contabilizados no Orçamento que, por sua vez, está engessado.

Help! Mourão hoje se reúne com um grupo de empresários brasileiros. A Coluna apurou que, a eles, o vice também fará pedidos de colaboração (desta vez, não necessariamente financeira): muitos têm grande “capilaridade” e boa infraestrutura na região Amazônica.

Oposição. O PSB vai entrar com uma ação no Ministério Público contra Tércio Arnaud Tomaz, assessor palaciano e integrante do “gabinete de ódio” que teve páginas deletadas na ação do Facebook contra fake news. O partido quer que ele seja investigado por improbidade administrativa.

CPF? Entre aliados do Presidente, há quem veja a gravidade do caso de Tércio Tomaz. A comunicação do Presidente deve ser institucional, dizem. A avaliação no Planalto, porém, é a de que afastar o assessor agora seria “passar recibo”.

Não para. Mesmo com as plataformas mostrando que podem entrar no combate às fake news, o projeto de lei sobre o tema no Congresso segue firme e forte, segundo deputados envolvidos. “Tem peso nulo no debate que fazemos”, disse Orlando Silva (PCdoB-SP).
Letras. Questionado sobre a crise no Ministério Público Federal, o vice-procurador-geral Humberto Jacques gosta de citar trecho do poema Martín Fierro, expressão máxima da alma gaúcha: “Se brigam entre si, os de fora os devoram”.

Hora da verdade. Para um importante membro do Ministério Público, a decisão de Dias Toffoli mandando a Lava a Jato compartilhar bases de investigações com Augusto Aras é a chance de o País saber o real alcance das investigações (quase todas foram mantidas sob sigilo) e os acordos firmados.

Risco. A recente reestruturação do governo de São Paulo, que criou a Secretaria de Gestão, Orçamento e Projetos, é alvo de descontentamento de empresas. Elas dizem haver represamento de pagamentos para setores importantes da economia e com grande capacidade de gerar empregos.

Risco II. Entre as vítimas, está a indústria da construção. Algumas obras de infraestrutura sob responsabilidade do Estado já estão sem receber por serviços prestados há três meses.

Mais. A Sabesp assinou contrato com mais seis municípios paulistas: Mauá, Paulínia, Piracaia, Ubatuba, Ilhabela e Cubatão e ficará responsável pelo saneamento de todo o litoral paulista, além de atender quase toda a região do ABC. Em tempos de novo marco legal, os investimentos somam R$ 1,66 bilhão.
 

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Coluna do Estadão

Lava a Jato comemora apoio de Flávio a Aras

A Lava a Jato de Curitiba comemorou em privado o apoio hipotecado em público por Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) a Augusto Aras, considerado hoje o inimigo número um da temida força-tarefa. …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Auxílio dá fôlego a “bolsonaristas” no Nordeste

Embora diga que não apoiará ativamente nenhum candidato nas eleições municipais, o presidente Jair Bolsonaro caminha para contar com uma rede de apoio no Nordeste, região onde ele foi menos votado em …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Decisão de Fachin ajuda Dallagnol no CNMP

Um dos efeitos da decisão de Edson Fachin de interromper o compartilhamento de dados das forças-tarefa com a Procuradoria-Geral da República deve ser o de enfraquecer, no CNMP (Conselho Nacional do …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Muda Senado encampa defesa da Lava a Jato

Principal apoio político da Lava a Jato, o grupo Muda Senado quer intensificar a reação aos ataques que o procurador-geral da República, Augusto Aras, tem desferido contra a operação. Os senadores …


Exclusivo
Coluna do Estadão

O mapa da guerra contra Dallagnol no CNMP

Os conselheiros críticos ao “lavajatismo” no CNMP trabalham contra o relógio nas próximas três semanas para garantir apoios suficientes pela remoção de Deltan Dallagnol da força-tarefa da Lava a …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Dados preliminares são água fria para Mourão

Dados preliminares sobre focos de incêndio na Amazônia em julho devem deixar o governo federal em situação ainda mais desfavorável diante da pressão pela preservação do meio ambiente. Até …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Mourão preocupado com “teto” na Amazônia

Pressionado a apresentar resultados para o meio ambiente, Hamilton Mourão busca alternativas para destravar o uso do Fundo Amazônia. Uma vez resolvida a questão da governança (novas regras para a …


Exclusivo
Coluna do Estadão

China vê “politização” de relações comerciais

Em meio ao que especialistas estão chamando de nova “guerra fria”, o porta-voz da embaixada da China no Brasil, Qu Yuhui, alerta para uma “politização”, promovida pelos EUA, de temas comerciais entre …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Congresso deixa de lado poder de fiscalização

A prerrogativa de fiscalizar foi deixada de lado pelo Congresso neste ano. Dos 87 requerimentos de convocação de autoridades do Executivo, apenas um foi aprovado pelo Senado. Somente na Câmara, foram …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Reforma mantém MDB na órbita governista

A saída do MDB do Centrão foi mais um passo da sigla em busca de reposicionar sua imagem e fincar bandeira no meio-campo do atual jogo político-partidário brasileiro, comandado por Jair Bolsonaro …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados