search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Para fazer diferença com cliente
Claudia Matarazzo
Claudia Matarazzo

Claudia Matarazzo


Para fazer diferença com cliente

Atendimento e fidelização – Hoje, palavras-chave para quem quer se diferenciar, principalmente na atividade de atendimento de alimentos e bebidas delivery –, uma das poucas que se manteve, mesmo durante a mais dura quarentena, cuja flexibilização começa agora.

O party planner Wander Ferreira Junnior, de São José do Rio Preto (SP), conhecido para muito além das fronteiras do estado de São Paulo pela excelência e originalidade de seus eventos, dá algumas dicas para seus amigos que, por muitos anos, foram fornecedores de grandes festas e, agora, com a suspensão temporária dos eventos, estão ajustando as suas atividades e fazendo delivery.

Mas vale para todo negócio ligado a alimentos, pois, como Wander bem destaca, não basta cozinhar bem. É preciso atentar para vários fatores:

Atendimento é tudo – Cliente hoje tem pressa. Quer ser bem atendido e sentir-se especial, único.

O problema do bom atendimento é só seu, não do cliente – Você precisa vender, e ele tem como comprar. E não, ele não precisa de você.

É preciso seduzi-lo, facilitar a compra, sem colocar dificuldade.

Além da simpatia, mostre interesse pelas necessidades do cliente – Tolere o jeito dele, pense na sua venda e em satisfazer o seu cliente.

Facilite o pagamento – Ofereça e tenha máquina para cartões. Pergunte se precisa levar troco. Leve o troco certo, pronto, dentro de um saquinho plástico.

Surpreenda! – Cumpra tudo o que for combinado – e sempre entregue mais do que é esperado.
Preocupe-se com a embalagem – Além de adequada, tem que ter charme, demonstrar cuidado, zelo, preocupação em agradar.

Em tempo: acrescente diferenciais, como um bilhete – mesmo à mão –, agradecendo o pedido, desejando bom apetite e pedindo um feedback para você poder melhorar.

Higiene – Passe álcool em tudo, mas escreva: “Embalagens esterilizadas”. Faça a entrega com máscara. Mostre a sua preocupação com segurança.

Mimos – Mande degustação de algum outro prato da casa para o cliente conhecer. Essa atitude ajuda a divulgar e cria empatia. Mande um bilhetinho junto: “para você conhecer minhas outras delícias”.

Delivery – Cada local tem de procurar implantar alguma forma de manter a comida em uma temperatura adequada até o momento da entrega, e que possa ser rastreada, protegida –, além de registrar quem pegou a comida e o tempo de retirada.

A nova consciência e a preocupação com o contágio serão os principais fatores para que as tecnologias existentes sejam totalmente implementadas, e aceitas. Sim, vai custar. Mas, uma vez implantado o sistema, a vantagem é real e inequívoca, revertendo em clientes esse investimento.

Segurança será o critério, e a prioridade – E isso é bom certo? Estamos caminhando para um outro patamar – melhor, claro, para quem sobreviver a esse tsunami.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Aprendendo com as gafes de uma anfitriã

Se alguém acha que, por amar uma mesa bonita e boa comida, eu nunca erro ao receber em casa, engana-se muito! Momentos em diferentes fases da vida são prova de que estamos sempre aprendendo e que os …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Bons motivos para aprender a cozinhar

Neste momento de pandemia, entre os muitos talentos ocultos que acabaram aflorando está o de cozinhar e saborear quitutes antes impensáveis. Nasceu uma nova geração de gourmets e gourmands. …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Danem-se artistas e músicos!

Sabem quem foi Victor Herbert? Eu não sabia até me deparar com a coluna de Ruy Castro, que, sei, me permite reproduzir aqui parte dela. Victor Herbert foi um compositor (1859 a 1924) que …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Sustentabilidade, qualidade e muita liberdade na moda!

Venho de uma família de privilegiados que sempre tiveram acesso à qualidade: em roupas, viagens, comida, objetos de decoração, etc. Com isso, as roupas e objetos passaram por gerações: Simmmmm! …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Hora de fazer carinho, cafuné e de amar muito a si mesmo

Está sentindo falta do contato físico? Vamos aprender a não depender dos outros para isso. Falo de amar a si mesmo – não no sentido de autoestima, mas naquele do apreço por você mesmo/a de verdade. …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Mais de 100 mil mortes por Covid-19 – desculpa, aí!

O Presidente inominável vive a pedir desculpas: diariamente, é obrigado (provavelmente, aconselhado fortemente por algum assecla) a vir à frente das câmeras, sempre ao lado de sua claque de apoiadore…


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Um futuro nem tão ambicioso

Vamos falar do futuro. O futuro que, agora percebemos, foi subitamente sabotado – e está, neste exato momento, sendo repensado, ressignificado, reinventado, e uma porção de outros “res” que nos …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Lições da pandemia

Não vamos falar da finitude, de nossos medos, nem da angústia de ver nossas vidas em risco graças ao total despreparo, da boçalidade e pura teimosia dos titulares de nosso “desgoverno” – que poderiam …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

De meditação a sexo nas lives

Você entraria em uma web suruba? Pagaria para entrar? Confiaria no anonimato da organização? Se ficou perplexo com a possibilidade, saiba que não está sozinho. Mas não apenas as web surubas …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Novo momento, novos horários

Vivemos um novo momento trazido pela pandemia de Covid-19: home office, cursos a distância e reuniões agora fazem parte do nosso dia a dia. Se em casa economizamos preciosas duas horas por dia (que …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados