search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

“Papai mudou o mundo”, diz filha de George Floyd

Notícias

Publicidade | Anuncie

Internacional

“Papai mudou o mundo”, diz filha de George Floyd


Gianna Floyd, filha de George Floyd, que foi morto pela polícia em Minneapolis, é erguida pelo ex-jogador de basquete Stephen Jackson. (Foto: Reprodução de Instagram)
Gianna Floyd, filha de George Floyd, que foi morto pela polícia em Minneapolis, é erguida pelo ex-jogador de basquete Stephen Jackson. (Foto: Reprodução de Instagram)
A filha de George Floyd, Gianna, de 6 anos, visitou com a família o local onde seu pai foi morto e que foi transformado em memorial, em Minneapolis, nos Estados Unidos.

Erguida nos ombros pelo ex-jogador de basquete Stephen Jackson, que era amigo de George, ela dizia para a câmera “o papai mudou o mundo”. O vídeo foi compartilhado no Instagram por Jackson.
A mãe de Gianna, Roxie Washington, disse para a CNN que não sabia como contar para a filha sobre como o pai havia morrido.

Na entrevista, Roxie contou que a menina percebeu que havia algo errado e ao ser questionada como tinha notado respondeu “é porque eu escuto o nome do papai o tempo todo na TV”, relatou a mãe.

George Floyd, um ex-segurança de 46 anos, morreu depois de uma abordagem policial. Ele foi asfixiado por mais de oito minutos pelo policial Derek Chauvin.

A morte de Floyd deu início a uma onda de protestos raciais nos Estados Unidos, que posteriormente se espalhou pelo mundo.

Amigo de George, a quem considerava um “gêmeo”, Stephen Jackson se emocionou com uma fala da mãe de Gianna Floyd:

“No fim das contas, os policiais podem voltar pra casa e estar com suas famílias. Gianna não tem um pai. Ele nunca irá vê-la crescer, se formar. Ele nunca irá levá-la até o altar”, disse Roxie Washington.

Em resposta à fala de Roxie, o ex-jogador, que foi campeão da NBA (liga americana de basquete) com o San Antonio Spurs em 2003, fez um discurso emocionado.

“Tem um monte de coisas que você disse que ele irá perder e que eu vou estar lá para ver. Eu vou levá-la ao altar. Vou estar aqui para secar suas lágrimas. Floyd pode não estar aqui, mas eu estou aqui para ela, para obter justiça para o meu irmão”, disse Jackson, olhando para Roxie.

Filho mais velho de George, Quincy Mason Floyd, de 27 anos, voltou a pedir justiça. “Nenhum homem ou mulher deveria perder o pai assim. Queremos justiça”, disse Quincy, visivelmente emocionado. “Agradeço todo o suporte de vocês”.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados