search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Padres que morreram de Covid foram ordenados juntos

Notícias

Publicidade | Anuncie

Coronavírus

Padres que morreram de Covid foram ordenados juntos


Padre Fernando (esquerda) e padre Kleber (direita) fizeram a ordenação juntos (Foto: Fotos: Divulgação Arquidiocese de Vitória)Padre Fernando (esquerda) e padre Kleber (direita) fizeram a ordenação juntos (Foto: Fotos: Divulgação Arquidiocese de Vitória)

Vítimas da Covid-19, Fernando Antônio Silva de Souza, de 37 anos, e Kleber dos Santos Junior, de 33, foram colegas de seminário e ordenados padres juntos. 

De acordo com a Arquidiocese de Vitória, a ordenação dos dois foi realizada no dia 4 de fevereiro de 2017, em cerimônia realizada na Catedral de Vitória, pelo então Arcebispo de Vitória, Dom Luiz Mancilha Vilela. 

Padre Fernando era pároco da paróquia Nossa Senhora das Graças em Jucutuquara, na Capital. Na arquidiocese coordenava também a Comissão Bíblico-Catequética e era o Coordenador da Área Pastoral de Vitória.

Ele começou a sentir os sintomas da Covid-19 em 31 de maio, segundo a Arquidiocese de Vitória, e foi internado no dia 3 de junho.

O estado de saúde de Fernando era considerado grave. Ele foi transferido para uma UTI no dia 7 de junho e foi intubado no dia seguinte após uma queda na saturação. Ele voltou a ser intubado novamente no último dia 13 de junho.

No entanto, o padre não resistiu ao agravamento do estado de saúde e morreu na segunda-feira (21), após 18 dias internado. O velório foi realizado na Catedral de Vitória e teve missa de corpo presente com caixão aberto, nesta terça (22). O sepultamento foi realizado em Viana.

Leia mais: Quem participou do velório de padre deve fazer teste de Covid, orienta Secretaria da Saúde

Já o padre Kleber morreu em 10 de fevereiro deste ano, 36 dias após ser diagnosticado com a doença.  

Kleber era natural de Caçapava, cidade do interior do estado de São Paulo. O religioso nasceu no dia 18 de junho de 1987. Foi coroinha, catequizando, atuou em diversas pastorais na sua paróquia de origem.

Foi ordenado diácono transitório no dia 05 de novembro de 2016, após três meses, no dia 04 de fevereiro de 2017 foi ordenado pelas mãos do Arcebispo Emérito, Dom Luiz Mancilha Vilela, presbítero para o Clero da Arquidiocese de Vitória.

O padre atuou em diversas paróquias da Arquidiocese: São Pedro - Praia do Suá; São Pedro - Jacaraípe; Sagrado Coração de Jesus - Itaquari e sua última paróquia, São Francisco de Assis - Itapuã.