search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Os 50 carros mais vendidos no País
Sobre Rodas

Os 50 carros mais vendidos no País

Com 241.214 emplacamentos no período, o Chevrolet Onix manteve uma liderança que já dura desde 2015 (Foto: Assessoria/ General Motors)
Com 241.214 emplacamentos no período, o Chevrolet Onix manteve uma liderança que já dura desde 2015 (Foto: Assessoria/ General Motors)

Em seu melhor ano desde que foi lançado no País, em 2012, o Onix se manteve soberano no mercado brasileiro em 2019.

Com 241.214 emplacamentos, o hatch da Chevrolet manteve uma liderança que já dura desde 2015, com mais de 35 mil unidades de vantagem em relação à soma dos dois modelos mais próximos –número superior, por exemplo, ao registrado pelo Hyundai HB20S (34.893) no período.

A primeira novidade do ranking veio logo em seguida. Aproveitando-se da queda do Hyundai HB20 (101.590), o Ford Ka (104.331) foi o segundo veículo mais vendido do País pela primeira vez desde os anos 1990, quando foi lançado.

O compacto Ka foi o segundo veículo mais vendido no País pela primeira vez desde os anos 1990, quando foi lançado por aqui (Foto: Assessoria/ Ford)
O compacto Ka foi o segundo veículo mais vendido no País pela primeira vez desde os anos 1990, quando foi lançado por aqui (Foto: Assessoria/ Ford)

Sétimo em 2018, o Renault Kwid (85.117) superou o Volkswagen Gol para assegurar a quarta colocação. Na sequência aparecem Volkswagen Gol (81.285) e Fiat Argo (79.001).

A Fiat Strada foi o comercial leve mais vendido, com 76.223 unidades. Isso a coloca como 7º modelo mais popular no ranking geral.

O Top 10 inclui ainda Chevrolet Prisma (73.721), Volkswagen Polo (72.057) e Jeep Renegade ( 68.726). Os números são da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

O RANKING

Modelo - unidades
1º Chevrolet Onix - 241.214
2º Ford Ka - 104.331
3º Hyundai HB20 - 101.590
4º Renault Kwid - 85.117
5º Volkswagen Gol - 81.285
6º Fiat Argo - 79.001
7º Fiat Strada - 76.223
8º Chevrolet Prisma - 73.721
9º Volkswagen Polo - 72.057
10º Jeep Renegade - 68.726
11º Fiat Toro - 65.566
12º Jeep Compass - 60.362
13º Hyundai Creta - 57.460
14º Toyota Corolla - 56.727
15º Nissan Kicks - 56.062
16º Fiat Mobi - 53.444
17º Ford Ka sedã - 51.260
18º Renault Sandero - 50.303
19º Honda HR-V - 49.488
20º Volkswagen Virtus - 46.876
21º Volkswagen Saveiro - 42.270
22º Toyota Hilux - 40.419
23º Volkswagen Fox - 38.487
24º Toyota Yaris HB - 37.686
25º Volkswagen T-Cross - 37.081
26º Hyndai HB20S - 34.893
27º Ford Ecosport - 34.206
28º Chevrolet S10 - 32.161
29º Volkswagen Voyage - 32.055
30º Toyota Yaris sedã - 29.759
31º Renault Captur - 28.660
32º Chevrolet Spin - 28.361
33º Honda Civic - 27.318
34º Renault Logan - 27.003
35º Chevrolet Onix Plus - 26.852
36º Renault Duster - 26.090
37º Honda Fit - 24.457
38º Fiat Cronos - 24.080
39º Ford Ranger - 22.218
40º Nissan Versa - 21.779
41º Fiat Uno - 19.928
42º Toyota Etios HB - 18.963
43º Volkswagen Amarok - 18.911
44º Chevrolet Cruze sedã - 17.829
45º Fiat Fiorino - 17.342
46º Citröen C4 Cactus - 16.438
47º Chevrolet Tracker - 16.333
48º Fiat Siena - 16.188
49º Honda City - 14.578
50º Toyota Hilux SW4 - 13.523
Fonte: Fenabrave.

GM mantém liderança

Na lista das montadoras, a General Motors manteve a liderança de emplacamentos no Brasil. A Volkswagen ficou com o segundo lugar e a Fiat com o terceiro. A lista das cinco mais inclui ainda Renault e Ford, nessa ordem.

Em 2020, a participação da Ford deve cair no País. Isso porque a marca americana vem focando o segmento de SUVs como parte de uma estratégia global. E modelos mais caros tendem a ter volume menor de vendas, mas maior rentabilidade.

A disputa mais acirrada foi pela oitava posição.

O RANKING

Marca - Unidades vendidas - %
1º Chevrolet - 475.684 - 17,9%
2º Volkswagen - 414.481 - 15,6%
3º Fiat - 366.135 - 13,8%
4º Renault - 239.227 - 9%
5º Ford - 218.527 - 8,2%
6º Toyota - 215.681 - 8,1%
7º Hyundai - 207.656 - 7,8%
8º Jeep - 129.463 - 4,9%
9º Honda - 129.118 - 4,9%
10° Nissan - 96.083 - 3,6%
Fonte: Fenabrave.

Outros segmentos

Motocicletas
Contado à parte, o segmento de motos teve alta de 14,6% no acumulado de 2019. No total, foram emplacadas 1.077.553 motocicletas, contra 940.394 em 2018.

Caminhões
O segmento de pesados teve a maior alta entre todos. Para caminhões, ela foi de 33% em relação ao ano anterior, com 101.735 unidades emplacadas. As vendas de ônibus, por sua vez, subiram quase 39% no período, somando 27.193 unidades.

Automóveis e comerciais leves

Para automóveis e comerciais leves (que incluem picapes e furgões), o aumento nas vendas foi de 7,65%, com 2,65 milhões de emplacamentos no acumulado do ano.

Fonte: Fenabrave.

Resultado é o melhor em cinco anos, diz Fenabrave

A venda de veículos novos cresceu 8,6% em 2019, segundo relatório divulgado pela Fenabrave, a associação das concessionárias. É o melhor número do setor em cinco anos.

Ao todo, foram emplacados 2,78 milhões de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus em todo o País. Como comparação, em 2018, foram 2,56 milhões.

O resultado é o melhor para um ano desde 2014, quando foram vendidos 3,49 milhões de veículos.

Ainda assim, os números estão distantes de 2012, ano em que a indústria vendeu mais veículos no Brasil, com 3,80 milhões.

Em nota, o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Junior, afirmou que o “desempenho positivo se deve a alguns fatores econômicos, como taxa de juros menores e queda nos índices de inadimplência e de desemprego”.

Para 2020, a Fenabrave projeta uma nova alta nas vendas. A previsão é que o mercado suba 9,6%, considerando carros, motos, comerciais leves, caminhões, ônibus e implementos rodoviários.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados