search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Ofensa ao esporte...
Gilmar Ferreira
Gilmar Ferreira

Gilmar Ferreira


Ofensa ao esporte...

O veto do argentino Martin Benitez, por Covid-19, horas antes do empate de ontem entre Vasco e Fortaleza, é mais uma prova de que o protocolo de testagem da CBF não é seguro. Os vascaínos fizeram a coleta do material na segunda-feira, e na quarta os exames mostraram que dois deles estavam contaminados. Ontem, no dia do jogo em São Januário, o clube fora informado que o meia também havia contraído a doença.

Não consegui entender o porquê de o resultado de Benitez não ficar pronto com os demais. Mas, é evidente que nas 48 horas que antecederam o jogo ele interagiu com companheiros, e é claro que este hiato entre os dias de coleta e entrega dos exames está multiplicando os casos em todos os clubes – principalmente os que viajam pelo país afora. Só a CBF parece não ver isso.

Com quase 60 jogadores da Série A cumprindo o período de quarentena, ainda surge o médico Jorge Pagura, coordenador científico da CBF, relativizando a proporção de contaminados e responsabilizando os clubes pelo afrouxamento nos procedimentos de segurança. Em entrevista à Folha de SP, Pagura falou do relaxamento geral com as medidas de combate à proliferação do vírus e citou como exemplo "times que viajavam de voo fretado trocaram para o de carreira". Mas em nenhum momento fala em algo prático e severo para evitar que os times entrem em campo desfigurados, como já ocorrera com vários deles. Este Brasileiro com 38 rodadas, em jogos de ida e volta, num ano como este, feito claramente para aliviar as finanças dos clubes e das entidades, é uma ofensa ao esporte.

QUEDA ANUNCIADA

Espero que ninguém tenha ficado surpreso com a eliminação do Flamengo na Copa do Brasil. Porque era meio óbvio que Rogério Ceni teria dificuldades para seguir na disputa de três competições em paralelo em meio aos caos do calendário. Essa barra, aliás, nem Jorge Jesus suportou, saindo da Copa do Brasil num playoff com o Athlético-PR, depois de três semanas de treinamento e com todos seus titulares à disposição. E, mais: a troca de Domènec por Ceni na reta final da temporada foi um tanto ousada pela falta de tempo para criação e ensaio de novas ideias de jogo. O Flamengo se perdeu na gestão da grandeza futebolística que construiu no ano passado. Por ora, não é mais o de Jesus, já pouco se parece com o de Dome, e ainda está longe de ser o de Rogério Ceni.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

Vem do Fla-Flu a imagem mais ridícula dos clássicos decisivos dos Estaduais. E, coincidentemente, de novo, fruto da parceria entre Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, e Rubens Lopes, o …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

O desafio Galarza

O volante Matias Galarza, de 18 anos, transformou-se no mais cobiçado jogador do elenco entregue ao técnico Marcelo Cabo. É, inclusive, um dos titulares do time do Vasco que enfrenta o Botafogo, …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A supremacia rubro-negra

Líderes de seus grupos na Libertadores, Flamengo e Fluminense começam a decidir o Carioca amanhã à noite, no Maracanã, separados pelo abismo momentâneo que vai além das diferenças orçamentárias. …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

O que vem por aí

Falta menos de um mês para o início da Copa América que será disputada na Argentina e na Colômbia a partir do próximo dia 11 e a direção de competições de seleções da Conmebol ainda não divulgou o …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

Flamengo e Fluminense decidirão o título carioca, com Vasco e Botafogo se enfrentando na disputa da Taça Rio – não vale nada, mas troféu não se dispensa. Tudo dentro dos conformes para um …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Mal-acabado...

Chegou realmente a níveis insustentáveis a relação entre a parte que representa o promissor Miguel com a diretoria do Fluminense. E é uma história boa de contar porque repete um enredo já conhecido: …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Os cem dias

A prestação de contas do plano de metas elencadas para os primeiros 100 dias da gestão de Jorge Salgado na presidência do Vasco não é das mais animadoras para o torcedor. Porque em última análise o …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Deu aula!

Dos 14 jogadores utilizados pelo Manchester City ontem nos 2 a 0 sobre o PSG, com gols do franco-argelino Mahrez, apenas três eram ingleses. Do outro lado, dos 16 que foram a campo com a camisa do …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

Rogério Ceni e Roger Machado fazem das semifinais do Carioca um estratégico laboratório para a construção e aperfeiçoamento de equipes competitivas. Joga-se muito no futebol brasileiro e não há outra …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Gol e paixão

Aos 37 anos, Fred marcou na quarta-feira o oitavo gol em seu sétimo jogo na temporada. Ainda que quatro deles tenham sido contra adversários de menor expressão, um foi contra o Vasco e outros três em …