search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Odair encara missão de reanimar Flu para Copa do Brasil

Esportes

Esportes

Odair encara missão de reanimar Flu para Copa do Brasil


O Fluminense junta os cacos depois da eliminação precoce na Copa Sul-Americana. Com o empate sem gols contra o Unión La Calera, na terça-feira (18), no Chile, o time carioca se despediu da competição continental ainda na primeira fase e agora já pensa em um novo duelo decisivo, desta vez pela Copa do Brasil. A missão do técnico Odair Hellmann é reanimar o elenco para encarar o Moto Club, no Maranhão, na próxima quarta, pela estreia no torneio nacional. O confronto é em jogo único e o empate dá a vaga aos tricolores.

"Não conseguimos dessa vez. Está todo mundo muito dolorido, chateado com a eliminação. Temos que retomar o mais rápido possível para as próximas competições. Semana que vem temos uma competição parecida, mata-mata. Essa eliminação tem que doer em todos nós. Estamos criando uma identidade de buscar as classificações, os objetivos. Não deu nessa, infelizmente. Temos que voltar a trabalhar, para que na próxima entrevista possamos estar em uma situação feliz", disse o treinador.

Odair Hellmann reconheceu que é necessário melhorar a contundência na parte ofensiva, podendo mudar algumas convicções que apresentou neste início de trabalho à frente do Fluminense.

A missão do técnico Odair Hellmann é reanimar o elenco para encarar o Moto Club, no Maranhão (Foto: Lucas Merçon/ Fluminense FC)
A missão do técnico Odair Hellmann é reanimar o elenco para encarar o Moto Club, no Maranhão (Foto: Lucas Merçon/ Fluminense FC)

"Precisamos melhorar ao enfrentarmos adversários que baixam a linha de marcação. Precisamos ter o domínio, ter a posse, mas precisamos ser mais contundentes, mais definidores, incomodar mais o goleiro adversário. Criamos três ou quatro situações perigosas, de chance de gol. Mas com esse volume de passe e posse, precisamos criar mais, para incomodar mais. Porque, senão o time adversário vai se sentindo confortável dentro do confronto e foi o que aconteceu", comentou.

A Copa do Brasil é uma competição que dá boas premiações aos clubes que vão passando de fase. A diretoria esperava o mesmo na Sul-Americana, mas a eliminação precoce vai atrapalhar bastante os planos para esta temporada.

Dos US$ 6,5 milhões de dólares (cerca de R$ 27,6 milhões) possíveis de ganhar no torneio continental com premiações, o Fluminense levou apenas US$ 300 mil (R$ 1,26 milhão) pela participação na primeira fase. A competição era a chance de dar um "respiro" aos cofres, mas nada disso acontecerá. Se tivesse passado pelo time chileno, já receberia mais US$ 375 mil (R$ 1,57 milhão) só pela classificação, valor que equivale a quase metade da folha salarial do atual elenco.
 


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados