search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

O substituto...
Gilmar Ferreira
Gilmar Ferreira

Gilmar Ferreira


O substituto...

Seja lá quem for o próximo técnico do Flamengo, o substituto de Jorge Jesus encontrará um elenco bem fornido, de alta qualidade técnica, e um time experiente, entrosado, e com padrão e conceito de jogo definidos.

Há muito pouco a ser feito, o que dobra a responsabilidade da diretoria na escolha do sucessor de um dos técnicos mais bem sucedidos da história do clube: achar um nome capaz de dar sequência ao trabalho do português.

E a solução pode não ser necessariamente um outro construtor Como no final de 1980, quando o Flamengo perdeu para o Los Angeles Aztecs, do Estados Unidos, o estudioso Cláudio Coutinho, tricampeão estadual e campeão brasileiro.

Conversando na sexta-feira com Leovegildo Lins da Gama Júnior, o “maestro” me contava do quão fundamental foi o fato de a diretoria ter ouvido as principais lideranças do elenco antes da escolha.

Jogadores como Raul, Zico, ele e o próprio Paulo César Carpegiani foram procurados pela diretoria para falar sobre o perfil do futuro técnico.

O time misturava uma base formada pela geração campeã em 74 com outra mais jovem, promovida entre 77 e 78. Aos talentos revelados no clube, somavam-se figuras expressivas como Raul, Marinho, Lico e o próprio Carpegiani, que, aos 37 anos, já baleado, ensaiava pendurar as chuteiras.

A passagem de bastão foi suave e eficaz. O time manteve o DNA ofensivo, jogando sob os conceitos táticos que Coutinho implantara em 76, e, com o jovem Andrade no lugar do novo treinador, ainda evoluiu.

Não precisou ir ao mercado atrás de um construtor de sistemas. Bastou encontrar alguém capaz de manter o giro da máquina que estava programada para vencer. E este alguém estava mais próximo do que se imaginava.

O momento agora é outro, eu sei. Mas o exemplo daquele time campeão do Estadual, da Libertadores e do Mundial de 1981, força a reflexão.

Num momento em que a pandemia embaraça o horizonte e cerceia a liberdade, a escolha do sucessor de Jorge Jesus talvez não tenha de ser tão ousada. Fica a dica...

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Crédito até outubro

A eliminação do Benfica de Jorge Jesus com a derrota para o PAOK da Grécia na fase classificatória a fase de grupos da Champions League acendeu em alguns rubro-negros a chama da esperança do retorno …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões...

Com menos de um terço de disputa das rodadas do Brasileirão é nítida a preocupação com o desgaste dos jogadores. Poupar este ou aquele já não é ideia de um ou outro técnico — é o que eu prefiro, por …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Patrimônio afetivo...

Em tempos de pandemia, com a depressão invadindo as residências do mundo inteiro, em especial as de um Brasil desesperançado, a memória afetiva tem sido importante aliada na manutenção do pensamento …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A marcha lenta...

Das cinco partidas sem vitória no Brasileirão, em três o Botafogo esteve perto dos três pontos. No empate em 1 a 1 com o Flamengo, dois deles escaparam por segundos. No 2 a 2 com o Corinthians, mais …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A má escolha...

Tenho curiosidade em saber os valores do empréstimo dos direitos federativos de Piris da Motta, de 24 anos, do Flamengo para o Gençlerbirligi, da Turquia. Porque o paraguaio contratado em julho de …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A longevidade de Nenê

Nenê volta ao Morumbi hoje à tarde para enfrentar o São Paulo de onde saiu no ano passado, já aos 38 anos, como se fosse o estorvo que travava o time. Chegou ao Fluminense em junho sob a desconfiança …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

O exorcista

Dentre as virtudes que o Vasco tem demonstrado me chama atenção o fato de o time não se omitir em jogos fora do Rio de Janeiro. Pelo contrário, até: talvez tenha feito contra Ceará (3 a 0), Goiás (2 …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Vasco se assusta...

Nos últimos 20 dias, o Vasco teve seis jogadores contaminados pela Covid-19: Bruno César, Bruno Gomes, Vinícius, Ricardo, Werley e Breno. Casos que coincidem com o início da preparação do time para a …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas Impressões...

Leonardo Gaciba, chefe da comissão de arbitragem da CBF, deveria vir a público outra vez explicar os critérios que sua equipe adota na utilização do VAR. Porque a agressividade do goleiro Gatito, …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A metamorfose vascaína...

A imagem do vice de futebol José Luís Moreira saltitando com os jogadores no vestiário do Vasco após os 2 a 1 sobre o Goiás é emblemática. A cena, narrada por um dos presentes, mostra bem mais do que …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados