search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

O show deve continuar
Painel da Folha de São Paulo

O show deve continuar

O secretário de Cultura, Roberto Alvim, deve ampliar o teto de captação de recursos da Lei Rouanet para musicais em teatro, de R$ 1 milhão para ao menos R$ 5 milhões.

Em uma rara concessão a produtores, ele se diz sensível aos argumentos de que o valor atual inviabiliza montagens. Também admite que musicais atraem turistas e movimentam a economia. Em abril, o teto foi reduzido de R$ 60 milhões para R$ 1 milhão, patamar que será mantido para outras manifestações culturais.

Escolha
Técnicos do TSE dizem que, se os ministros determinarem o investimento na criação de um sistema que possa verificar assinaturas digitais para fundar partidos ainda em 2020, a Corte teria de minimizar a prioridade atual, a eleição municipal.

Escolha II
Ainda que seja autorizada a criação do software, ele não ficaria pronto antes do fim de janeiro. Integrantes da Corte já se preparam para pressão de bolsonaristas para garantir o sistema.

Quem manda
O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), vai atuar para atrasar o projeto que altera o Código de Processo Penal e fixa o cumprimento da pena após condenação em segunda instância. Ele prevê convocar sessão na terça, para o mesmo horário em que Simone Tebet (MDB), que comanda a CCJ, pautou a votação do projeto.

No vácuo
As votações de vetos presidenciais dividiram parlamentares da Câmara e do Senado, e a insatisfação caiu na conta de Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo). Na manhã de ontem, o ministro não foi recebido por Alcolumbre. Só à tarde o parlamentar acertou um armistício com o Planalto.

Memória
Como vingança à derrota na votação do horário partidário de TV, líderes de partidos de centro-direita na Câmara prometem não deixar votar o projeto que abre crédito extra de R$ 3,8 bilhões do Orçamento para pagar emendas de senadores.

Por medo
Ministros do Planalto disseram a parlamentares que Bolsonaro deve recuar da decisão de excluir a Folha de S.Paulo de licitações, por receio de ser responsabilizado e dar pretexto para impeachment.

Já volto
O senador Cid Gomes (PDT) deve se licenciar do mandato para assumir a presidência do partido no CE, voltando em abril. A ideia é começar a organizar as candidaturas para a eleição municipal.

Saque
O ministro Paulo Guedes (Economia) decidiu mexer na cúpula dos bancos federais. Além da troca no Banco do Nordeste, com a indicação de Júlio Cézar Alves de Oliveira para a presidência, haverá mudanças em duas vice-presidências do Banco do Brasil.

I love you
O Itamaraty cogitou convidar o diplomata responsável pela embaixada dos EUA, William Popp, para rebater a acusação de manipulação do câmbio, mas desistiu, por receio de criar atrito com Donald Trump. Medida mais dura, a convocação de Popp, nem sequer entrou em pauta.

Mãos vazias
O sentimento no Itamaraty é de impotência na crise do aço. Após ter aberto mão de tratamento preferencial na OMC, do apoio ao embargo contra Cuba e da isenção de vistos, o Brasil não tem muito mais o que oferecer em troca de um recuo.

Novos tempos
O Ministério Público de SP aumentou o prazo de apuração prévia que promotores podem usar antes de instaurar inquérito civil, de 30 para 90 dias. A razão é a nova lei de abuso de autoridade, que pune investigação sem motivo concreto.

Cautela
Com mais tempo, casos frágeis podem ser descartados, evitando o risco de punição. O novo prazo agora segue o do CNMP.

Esquece
Após repercussão negativa, o presidente da Assembleia do ES, Erick Musso (Republicanos), desistiu de antecipar a eleição do comando da Casa, prevista para fevereiro de 2021. Como mostrou o Painel, ele foi reeleito em chapa única por deputados beneficiados por medidas como aumento de assessores.

Tiroteio

“Os bolsonaristas batem carteira e gritam pega ladrão. São acusações fakes, como tudo o que fazem”. Do líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), sobre o fato de Fernando Haddad ter sofrido mais acusações de fake news em 2018.

Publicação simultânea com a Folha de São Paulo

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Ponta do novelo

O vídeo com alusão ao nazismo que derrubou o secretário de Cultura, Roberto Alvim, acentuou o racha na comunidade judaica no País. O grupo Judeus pela Democracia pretende usar o episódio para …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Com fé, eu vou

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), baixou na última semana resolução que cria uma via rápida para a aprovação de isenção do IPTU para templos religiosos. A medida entra em vigor em 1º de …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

A parte pelo todo

Ao conversar com Jair Bolsonaro, ontem, sobre o vídeo gravado por Roberto Alvim – secretário da Cultura que acabou demitido no episódio –, o presidente do Congresso, Davi Alcolumbre (DEM-AP), …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Homem ao mar

Como forma de reduzir a crise na Secretaria de Comunicação, auxiliares de Jair Bolsonaro avaliam que Fábio Wajngarten tem que agir de modo mais efetivo e deveria optar por afastar Fábio Liberman, …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Devagar com o andor

Apesar da intenção de apresentar a reforma administrativa em fevereiro, a equipe econômica foi advertida de que trechos incomodam algumas categorias de servidores e podem complicar o avanço do tema. …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Espólio de guerra

Um dos pontos que o governo avalia para a venda dos Correios é o que fazer com um contingente de cerca de 40 mil pessoas que possivelmente vão perder o emprego com a privatização da estatal. Em …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Ao gosto do freguês

Advogados que atuam em causas penais já vislumbram a possibilidade de usar o juiz das garantias a favor de réus que hoje defendem. Um dos pontos que emergem é a leitura de que a nova figura …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Deixa para amanhã

Governadores de nove estados abriram mão de economizar parte de um total de R$ 2,58 bilhões em 2020 e 2021 ao adiarem o início da vigência de pontos da reforma da Previdência dos militares estaduais …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

A César o que é de César

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que autorizou a redução do valor do DPVAT neste ano não encerra a queda de braço travada pela área econômica com as administradoras do seguro. A …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

O que tem para hoje

Apesar da resistência em autorizar novas despesas, a equipe econômica indicou ao Palácio do Planalto que deve liberar R$ 2,6 bilhões neste ano para o 13º do Bolsa Família. Já a reformulação …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados