search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

O que vem por aí
Gilmar Ferreira
Gilmar Ferreira

Gilmar Ferreira


O que vem por aí

No final de outubro, mais precisamente na coluna do dia 27 (domingo), contei neste espaço que o sucesso do Flamengo do português Jorge Jesus estava sendo dissecado nos bastidores rivais.

E que alguns pontos seriam discutidos na elaboração do planejamento para as próximas temporadas.

Dentre eles, o fim da comissão técnica permanente, tida como foco de desarmonia para a implementação de trabalhos mais rígidos; a valorização da estrutura de pós-jogo, permitindo a recuperação física dos jogadores na primeira noite após as partidas; o redimensionamento da importância da fisiologia na elaboração da carga de treinos; e a revisão dos critérios para a montagem dos times, com foco na necessidade da estrutura tática.

Novos tempos

Pois os primeiros sinais dos novos tempos começam a ser evidenciados com o vazamento das exigências que Jorge Sampaoli teria feito à diretoria do Santos para renovar seu contrato.

Entre elas, a garantia de que o clube investiria em voos fretados para os jogos do Brasileiro e torneios da Conmebol. O retorno à montagem da comissão fidelizada ao trabalho do técnico é outro ponto sendo observado pelos clubes, principalmente os que almejam brigar na ponta da tabela.

O mesmo Sampaoli, por exemplo, não abre mão dos quatro profissionais que o acompanham. Exemplo que deverá ser seguido pelo Internacional na contratação do argentino Eduardo Coudet, que deixou o Racing, recentemente.

Calendário

O ano será dos mais difíceis, com oito datas reservadas para as eliminatórias da Copa do Mundo em março, agosto, setembro, outubro e novembro — fora a Copa América na Argentina/Colômbia entre 12 de junho e 12 de julho.

Por isso, a discussão se dá também em torno da aquisição de reforços. Apostem: a mira estará voltada para contratações pontuais, com investimento em dois ou três jogadores, no máximo, que cheguem para serem titulares nas equipes.

E, neste ponto, é lógico que me refiro aos mais bem estruturados. Clubes como Palmeiras, Grêmio, São Paulo, Atlético/MG, Athletico e Internacional, que tentarão fazer frente à política agressiva do Flamengo apostando em times mais competitivos e menos dispendiosos.

Sócio-torcedor

Aos cariocas Botafogo, Fluminense e Vasco não restará outra saída se não a aposta no projeto de “sócio-torcedor” — solução, aliás, que os vascaínos já enxergaram. Ainda que os alvinegros sonhem com a captação de dinheiro através de investidores, o engajamento dos torcedores na economia dessas instituições é algo hoje coinsiderado inevitável.
 

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

Como espetáculo, ficou claro que o confronto entre os dois campeões nacionais de 2019 teria de ter sido jogado no mesmo ano. Porque embora seja uma bela alternativa para a abertura da temporada …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Pedra no sapato

O Flamengo disputa na manhã de hoje, contra o Athletico, em Brasília, o primeiro dos três troféus que tem para erguer nas próximas duas semanas — a saber: a Taça Guanabara, no sábado, e a Recopa …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Paixão e orgulho

Dois jogos num só, no Fla-Flu da semifinal da Taça Guanabara na noite chuvosa da quarta-feira, no Maracanã. O Flamengo venceu o primeiro tempo por 2 a 0, com gols em oito minutos, e um repertório de …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Em busca de outro patamar

Quase 40 dias após o início da temporada de 2020 no futebol brasileiro, apenas um treinador comandou o time mais vezes do que Odair Hellmann — Guto Ferreira já fez oito jogos à frente do Sport, por …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

Nenhum dos quatro primeiros clássicos do Estadual do Rio serviu para aferir o quanto os times estão prontos para serem cobrados pela qualidade do futebol que produzem. Mas, cá pra nós: alguém …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

O vírus da paixão

O futebol é apaixonante e, justamente por cegar seus adoradores, exige esforço para que se entenda a lógica construída pelos resultados e se aceite as verdades impostas pela massa. Como o caso …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

É triste ver a mediocridade do futebol praticado pelos clubes cariocas — excetuando-se o Flamengo que, até aqui, tentou ao menos exibir ideias de jogo coletivo mais bem trabalhadas. Tudo bem que …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Símbolo da nova era

Impossível desassociar a compra dos direitos econômicos de Gabriel Barbosa à chegada de Romário ao mesmo Flamengo, em 1995. Primeiro pelo fato de o acordo ter sido fechado na noite do dia 27 de …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

O futebol em um domingo triste

O desaparecimento de um ídolo do esporte como Kobe Bryant, estrela da NBA, em tragédia fartamente noticiada na mídia mundial, deu um tom amargo à rodada do futebol no final de semana. Ainda mais em …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Invictus

Jorge Jesus e João de Deus, por certo, estão satisfeitos com a atuação dos “miúdos” rubro-negros no 1 a 0 sobre o Vasco dessa quarta-feira. Os dois estavam no Maracanã e viram de perto que o Flamengo …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados