search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

O que é etiqueta preventiva?
Claudia Matarazzo
Claudia Matarazzo

Claudia Matarazzo


O que é etiqueta preventiva?

É a nova etiqueta. E se baseia, como na etiqueta tradicional, nos pilares do bom senso e afetividade, acrescentando um fator essencial nesse momento de delicada transição: a biossegurança. Isso significa que ela deve assegurar ao seu cliente, convidado, público ou interlocutor conforto físico e emocional (como na etiqueta tradicional) e segurança sanitária.

Nesse delicado momento, é importante que todas as ações e gestos reflitam respeito e preocupação pela biossegurança ou saúde. A preocupação com o “não contágio” pode ser um fator decisivo para criar um novo – e melhor – patamar de comportamento no que diz respeito à higiene e aos cuidados pessoais.

O desafio – Agregar os elementos de segurança de forma a manter um certo glamour – ou, pelo menos, não tornar os encontros presenciais muito áridos ou assépticos.

Pesquisa – As novas regras são embasadas em dados científicos: nossos consultores são médicos e cientistas – que nos fornecem a base para que possamos agregar pitadas de sonho e requinte `a segurança sanitária – que, como ficou provado, não aceitam “brechas de comportamento”
Alguns exemplos do “Novo receber bem”

Convite – No caso de eventos sociais, retome o convite ao vivo: um telefonema ou em áudio. Assim, é possível explicar quantas pessoas serão, que cuidados estão sendo tomados e, até, sugerir que a pessoa traga um calçado extra ou a sua “pantufinha de festa”, uma vez que é aconselhável, no caso de mais pessoas, deixar os calçados à porta...

Assim, se o convidado tiver outras aflições, também terá a chance de perguntar, tirar dúvidas e deixar clara sua posição...

Logo na entrada, é ideal ter uma sapateira ou local para que o convidado deixe seus sapatos. Aos desavisados – ou os que não querem tirar os sapatos –, ofereça um Pró-Pé. E mostre ao renitente que você se preocupa, sim, com a biossegurança, e que ele deveria fazer o mesmo...

Convidado x anfitrião – Na etiqueta preventiva, a regra de agradar sempre ao convidado é flexibilizada em favor do anfitrião: é ele quem está abrindo sua casa, portanto, suas regras têm de ser respeitadas...

Máscaras: quando tirar? – Tanto em ambientes sociais quanto nos empresariais, é importante um sinal de quem está recebendo – no sentido de perguntar se a pessoa quer continuar com a máscara e deixando claro que ele não se incomoda (ou que se incomoda e prefere que continue)...

Vai depender do número de convidados/pessoas no recinto, da distância, e sempre, sempre mesmo, é interessante chegar de máscara e permanecer com ela.

Muita coisa? Nem tanto. Prometo, em nova coluna, falar da refeição em casa. Pois, não é o novo normal e, sim, o novo momento. Delicado e necessário.

Se vier a ser normal, não deverá incomodar tanto, afinal, normal (diferente ou não) é infinitamente melhor do que perdas de vidas sem sentido. Mas, com sorte, será o novo transitório.

 

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Aprendendo com as gafes de uma anfitriã

Se alguém acha que, por amar uma mesa bonita e boa comida, eu nunca erro ao receber em casa, engana-se muito! Momentos em diferentes fases da vida são prova de que estamos sempre aprendendo e que os …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Bons motivos para aprender a cozinhar

Neste momento de pandemia, entre os muitos talentos ocultos que acabaram aflorando está o de cozinhar e saborear quitutes antes impensáveis. Nasceu uma nova geração de gourmets e gourmands. …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Danem-se artistas e músicos!

Sabem quem foi Victor Herbert? Eu não sabia até me deparar com a coluna de Ruy Castro, que, sei, me permite reproduzir aqui parte dela. Victor Herbert foi um compositor (1859 a 1924) que …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Sustentabilidade, qualidade e muita liberdade na moda!

Venho de uma família de privilegiados que sempre tiveram acesso à qualidade: em roupas, viagens, comida, objetos de decoração, etc. Com isso, as roupas e objetos passaram por gerações: Simmmmm! …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Hora de fazer carinho, cafuné e de amar muito a si mesmo

Está sentindo falta do contato físico? Vamos aprender a não depender dos outros para isso. Falo de amar a si mesmo – não no sentido de autoestima, mas naquele do apreço por você mesmo/a de verdade. …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Mais de 100 mil mortes por Covid-19 – desculpa, aí!

O Presidente inominável vive a pedir desculpas: diariamente, é obrigado (provavelmente, aconselhado fortemente por algum assecla) a vir à frente das câmeras, sempre ao lado de sua claque de apoiadore…


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Um futuro nem tão ambicioso

Vamos falar do futuro. O futuro que, agora percebemos, foi subitamente sabotado – e está, neste exato momento, sendo repensado, ressignificado, reinventado, e uma porção de outros “res” que nos …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Lições da pandemia

Não vamos falar da finitude, de nossos medos, nem da angústia de ver nossas vidas em risco graças ao total despreparo, da boçalidade e pura teimosia dos titulares de nosso “desgoverno” – que poderiam …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

De meditação a sexo nas lives

Você entraria em uma web suruba? Pagaria para entrar? Confiaria no anonimato da organização? Se ficou perplexo com a possibilidade, saiba que não está sozinho. Mas não apenas as web surubas …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Novo momento, novos horários

Vivemos um novo momento trazido pela pandemia de Covid-19: home office, cursos a distância e reuniões agora fazem parte do nosso dia a dia. Se em casa economizamos preciosas duas horas por dia (que …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados