search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

O cancelamento de pessoas no tribunal das redes sociais
Tribuna Livre

O cancelamento de pessoas no tribunal das redes sociais

Uma nova forma de punição vem ganhando força no tribunal das redes sociais: o cancelamento de pessoas. O fenômeno, que tem sua origem na “Cultura do Cancelamento”, vem sendo utilizado na internet para punir, excluir e, principalmente, cancelar, pessoas públicas, que disseram coisas preconceituosas e ofensivas.

A chamada cultura do cancelamento permite que a opinião pública se manifeste contra qualquer ato considerado inaceitável como, por exemplo, racismo, discriminação, preconceito, xenofobia, homofobia e abuso de poder.

Por outro lado, ela também oferece perigos que são característicos a qualquer ato de censura e exclusão, já que nem sempre é claro o limite entre certo e errado.

A maneira punitiva como funciona o cancelamento virtual de pessoas se assemelha a antiga forma relatada na história de apedrejamento ou linchamento.

Aqueles que desejam repudiar algum tipo de comportamento conseguem participar de forma direta no ato de repreender e expressar raiva, ódio e outros sentimentos negativos.

O cancelamento virtual, apesar de não ter consequências diretamente letais, como acontece no linchamento, acaba provocando a exclusão de uma determinada pessoa do convívio, pelo menos a nível virtual, acarretando, em muitos dos casos, consequências importantes.

Dependendo com quem e em que circunstâncias isto acontece, quem sofre o cancelamento pode perder oportunidades de troca, visibilidade, contratos profissionais, patrocínios e, também, manchar sua imagem pública.

Neste jogo de exclusão, tanto aquele que é repudiado como aquele que exerce o repúdio pode sofrer diversas consequências psíquicas preocupantes.

O fato de se sentir excluído de forma tão rápida e por tantas pessoas ocasiona sentimentos de desamparo, depressão e, em alguns casos, pode despertar uma sede de vingança. A vítima do cancelamento pode se sentir injustiçada e, consequentemente, procurar a forma de “dar o troco”.

Ainda que consideremos que muitas das pessoas canceladas são merecedoras de serem banidas ou limitadas em relação à emissão de opiniões ou participações em grupos, não podemos esquecer que o objetivo mais importante deste tipo de ação deveria ser o seu efeito educador.

E como educar alguém que é banido do grupo? A opinião pública pode, de forma devastadora e muito rápida, destruir a imagem de alguém inocente ou, até mesmo, contribuir para atos destrutivos e preocupantes, como o suicídio, brigas e guerras entre grupos e expressões de ódio que inflamam e dividem os membros de um grupo ou sociedade.

Estes perigos se tornam mais preocupantes no caso dos adolescentes, que representam uma população que domina a internet e que utilizam a cultura do cancelamento sendo extremamente rígidos nas críticas sobre o que eles mesmos consideram certo ou errado.

É fundamental que pais e educadores procurem conversar com os adolescentes sobre todos estes riscos e tentem, sempre que possível, demonstrar que qualquer tipo de postura considerada condenável, ofensiva ou preconceituosa acaba tendo consequências incontroláveis que podem afetar drasticamente a vida de outra pessoa.

Angie Piqué é doutora em psicologia clínica pela PUC/RJ.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

A dura realidade da insônia provocada pela pandemia

Entrando no segundo ano da pandemia, um assunto recorrente é a insônia. Com a ansiedade e o estresse que todos estão vivendo, esta síndrome segue em alta. De acordo com um estudo feito pela Universid…


Exclusivo
Tribuna Livre

Redes sociais e vendas na internet salvam negócios na pandemia

Manter as vendas, crescer e até aumentar o faturamento apesar da pandemia, lockdown, distanciamento social. É utopia ou realidade? É, sim, uma realidade, para muitos negócios que já apostavam no …


Exclusivo
Tribuna Livre

Combate ao preconceito sofrido por quem tem transtorno mental

Nossas mentes estão cada vez mais cansadas diante de tantas informações e novos cenários. Consequentemente, ter que lidar com os transtornos que a pandemia está causando na vida cotidiana e na saúde …


Exclusivo
Tribuna Livre

Conquistas e desafios do Marco Legal da Primeira Infância

Em 2016, o Brasil obteve importante conquista com a entrada em vigor do Marco Legal da Primeira Infância (Lei nº 13257/2016) que concretizou princípios previstos em nossa Constituição e traçou …


Exclusivo
Tribuna Livre

Qual melhor forma de ensinar e aprender idioma no isolamento?

O uso da Internet no ensino de línguas não é nenhuma novidade, assim como não é novo ensinar inglês à distância. De fato, isso já vinha sendo feito, principalmente em sua forma conhecida como …


Exclusivo
Tribuna Livre

Vai e vem da burocracia do INSS e a solução na esfera judicial

A pandemia do coronavírus agravou uma realidade já contundente: a fila daqueles que aguardam uma resposta do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) continuou a se estender, fazendo com que seus …


Exclusivo
Tribuna Livre

Bilhões de reais em precatórios devolvidos aos cofres públicos

Uma luta que muitas vezes demora longos anos e que, depois de árdua vitória, não tem cumprido a eficácia prática esperada. Quem tem direito a receber precatórios sabe que o pagamento não acontece de …


Exclusivo
Tribuna Livre

Aniversário de 186 anos da Polícia Militar do Espírito Santo

Resiliência é um termo emprestado da física, hoje muito utilizado em várias áreas do conhecimento, sendo ressignificado como a capacidade das pessoas, ou mesmo instituições, de resistir e se adaptar …


Exclusivo
Tribuna Livre

Caminhos acessíveis para a mobilidade sustentável

Todos os dias, uma quantidade enorme de dióxido de carbono é liberada na atmosfera pela queima de combustíveis fósseis das indústrias, pelos meios de transporte, pela geração de energia e até pela …


Exclusivo
Tribuna Livre

Pela disseminação de notícias reais, é preciso mudar e rápido

A mentira existe desde que o mundo é mundo. Nem mesmo os filósofos da antiguidade conseguiram entrar num consenso sobre o tema: Platão disse que sim, o indivíduo tem o direito de mentir, mas …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados