search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

O atraso...
Gilmar Ferreira
Gilmar Ferreira

Gilmar Ferreira


O atraso...

A duas semanas da estreia do time no Campeonato Brasileiro, o Vasco deu folga aos jogadores no sábado e no domingo – isso depois de mais de cem dias de inatividade no campo.

Segunda (27), os jogadores voltam ao trabalho para a fase de preparação visando à estreia contra o Palmeiras, fora de casa, no domingo, 9 de agosto, treinando por mais 13 dias no campo do São Cristóvão, clube da segunda divisão carioca.

É simplesmente inacreditável que o gramado de São Januário esteja em más condições, após ficar sem atividade por mais de três meses. Mas mostra, porém, o quão atrasado está o clube, que só agora, a partir de agosto, terá seus Centros de Treinamentos para abrigar os jogadores profissionais e os meninos das divisões de base. E em pensar que essa discussão, que deveria ser desnecessária, se arrasta desde os anos 90.

Para se ter uma ideia da importância da construção de instalações próprias para treinamentos lembro que, no ano passado, a disputa pela utilização do campo de São Januário gerou conflito entre o técnico Vanderlei Luxemburgo e o diretor das categorias de base, Carlos Brazil. Nada pessoal, pelo contrário – era pelo Vasco. Vanderlei treinava o time no CT das Vargens e quando chegava para jogar em São Januário...

Brazil também não tinha culpa: a melhora no trabalho de formação nas categorias sub-17 e sub-20 ocorreu, em parte, pela forma digna dada aos meninos que representam o clube em competições nacionais. Jogadores utilizados cada vez mais cedo no time de cima. Mas, claro, o gramado não aguenta tantos jogos numa semana. É básico e envergonha saber que o Vasco, sempre pioneiro, não tem um CT.

Por isso dá pena ver torcedores sonhando com a aquisição de jogadores de nome e de prestígio. Porque a maioria acredita que essa carência se dá pela falta de um bom patrocinador, ou de um mecenas apaixonado. Não é isso. E, vejam bem: não bastará ter um CT se não houver a geri-lo um executivo de ponta, com remuneração atrelada a bônus por desempenho.

Em pensar que Rodrigo Caetano deixou o Vasco em 2011 porque não conseguiu convencer o presidente Roberto Dinamite do quão vital era unificar base e profissional numa só diretoria. Foram nove anos de atraso...
 

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

O Atlético/MG de Sampaoli e o Atlético/GO de Vagner Mancini fizeram o melhor jogo desta 10ª rodada do Brasileirão, em Goiânia. Um 4 a 3 franco, bem disputado e otimamente arbitrado pela paranaense …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A luta por Domènec...

A entrevista do vice de futebol Marcos Braz, ontem, em Guayaquil, ratificou a informação publicada neste espaço: a cúpula rubro-negra entende que o ano atípico exige cautela na avaliação do trabalho …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Lá vem o Tite

A convocação da Seleção Brasileira para os dois primeiros jogos das eliminatórias da Copa do Mundo do Catar, nos dias 9 e 13 de outubro, contra Bolívia e Peru, trará um novo desconforto para Domènec …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Crédito até outubro

A eliminação do Benfica de Jorge Jesus com a derrota para o PAOK da Grécia na fase classificatória a fase de grupos da Champions League acendeu em alguns rubro-negros a chama da esperança do retorno …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões...

Com menos de um terço de disputa das rodadas do Brasileirão é nítida a preocupação com o desgaste dos jogadores. Poupar este ou aquele já não é ideia de um ou outro técnico — é o que eu prefiro, por …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Patrimônio afetivo...

Em tempos de pandemia, com a depressão invadindo as residências do mundo inteiro, em especial as de um Brasil desesperançado, a memória afetiva tem sido importante aliada na manutenção do pensamento …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A marcha lenta...

Das cinco partidas sem vitória no Brasileirão, em três o Botafogo esteve perto dos três pontos. No empate em 1 a 1 com o Flamengo, dois deles escaparam por segundos. No 2 a 2 com o Corinthians, mais …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A má escolha...

Tenho curiosidade em saber os valores do empréstimo dos direitos federativos de Piris da Motta, de 24 anos, do Flamengo para o Gençlerbirligi, da Turquia. Porque o paraguaio contratado em julho de …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A longevidade de Nenê

Nenê volta ao Morumbi hoje à tarde para enfrentar o São Paulo de onde saiu no ano passado, já aos 38 anos, como se fosse o estorvo que travava o time. Chegou ao Fluminense em junho sob a desconfiança …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

O exorcista

Dentre as virtudes que o Vasco tem demonstrado me chama atenção o fato de o time não se omitir em jogos fora do Rio de Janeiro. Pelo contrário, até: talvez tenha feito contra Ceará (3 a 0), Goiás (2 …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados