search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

O adeus do Windows 7: E agora?
Mundo Digital
Eduardo Pinheiro

Eduardo Pinheiro


O adeus do Windows 7: E agora?

(Arte: André Felix / AT))
(Arte: André Felix / AT))

No dia 14 de janeiro de 2020, o Windows 7 deixou de ser atualizado pela Microsoft. A partir dessa data essa versão do sistema operacional não terá, por parte do fabricante, as atualizações necessárias para corrigir possíveis brechas ou falhas na segurança do sistema, que são identificadas no decorrer do tempo.

Quando o sistema foi lançado, em 22 de outubro de 2009, a Microsoft prometeu suporte ao usuário de, pelo menos, 10 anos. Sendo assim, decorridos dez anos e três meses após seu lançamento, a empresa de Bill Gates cumpriu com o prometido. A partir de agora está descontinuando a assistência ao Windows 7, tal como já havia feito com o Windows XP, em abril de 2014.

A maior dúvida das pessoas é se o sistema continuará funcionando normalmente ou se haverá travamentos. Na verdade, o usuário não perceberá diferença alguma no funcionamento do seu Windows 7. A grande preocupação fica por conta da segurança do sistema, uma vez que hackers vão descobrindo falhas no software e, como não haverá mais correções dessas brechas, o sistema acaba por ficar vulnerável aos ataques cibernéticos.

Portanto, é importante que se faça atualização, o mais rápido possível para um sistema operacional seguro. A Microsoft recomenda o upgrade (melhoria) para o Windows 10, que fornece as últimas atualizações de segurança para ajudar a manter os dados do computador mais seguros.

Segundo levantamento da empresa de segurança digital Kaspersky, algo em torno de 37% dos usuários de computadores, no Brasil, ainda utilizam essa versão descontinuada do Windows. Diante do fato, todo esse contingente de usuários já está vulnerável a ataques de ameaças virtuais de todos os tipos.

Além do próprio sistema operacional, outros programas como pacotes Office e os softwares antivírus deixaram de receber também atualizações para o Windows 7, o que aumenta a possibilidade de brechas que podem ser exploradas por diversas ameaças cibernéticas, como hacker, spyware, vírus, entre outras.

Enfim, o melhor a fazer é realizar a migração para um sistema operacional seguro. Para manter o produto da Microsoft, o usuário tem duas opções, ou adquire um computador novo, já com o Windows 10, ou realiza o upgrade e atualiza sua versão 7 para a versão 10 do Windows.

É importante ressaltar que, só é possível fazer a migração gratuita para o Windows 10, se o usuário estiver utilizando uma licença original do Windows 7 ou Windows 8.1. Caso contrário, terá que visitar a loja oficial da Microsoft e realizar o download do novo sistema, mediante o pagamento da licença para que o software possa ser instalado.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados