search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Novo SUV da Volks chega até junho de 2021
Sobre Rodas

Novo SUV da Volks chega até junho de 2021

O Taos ficará posicionado entre o T-Cross brasileiro e o Tiguan AllSpace importado do México (Foto: Assessoria Volkswagen)
O Taos ficará posicionado entre o T-Cross brasileiro e o Tiguan AllSpace importado do México (Foto: Assessoria Volkswagen)


Após a divulgação de flagras, teasers e projeções, a Volkswagen, enfim, divulgou oficialmente em uma live transmitida da Argentina as primeiras informações sobre o inédito Taos.

O SUV médio, que virá ao mercado nacional com a difícil missão de tomar vendas do Jeep Compass, será fabricado no país vizinho e chegará ao Brasil no segundo trimestre do ano que vem.

O modelo, antes chamado de Projeto Tarek, ficará posicionado na gama de SUVs da marca entre o T-Cross brasileiro e o Tiguan AllSpace importado do México.

Desenvolvido a partir da plataforma modular MQB, o Taos mede 4,46 metros de comprimento, 1,84 m de largura, 1,63 m de altura e 2,68 m de distância entre-eixos. O seu porta-malas acomoda 455 litros de bagagem.

Porta-malas do Taos terá capacidade para transportar 455 litros de bagagem (Foto: Assessoria Volkswagen)
Porta-malas do Taos terá capacidade para transportar 455 litros de bagagem (Foto: Assessoria Volkswagen)
Para efeito de comparação, o Compass tem 4,41 m de comprimento, 1,82 m de largura, 1,61 m de altura e entre-eixos de 2,64 m. O compartimento de bagagem do Jeep leva 410 litros.

Para a América Latina, o desenho do Taos foi atualizado com faróis mais estreitos, interligados por duas finas faixas de LED que se estendem pela grade.

Os para-choques têm aparência mais robusta, incluindo falsas saídas de escape na traseira.

Já o interior do Taos segue o estilo sóbrio dos modelos atuais da Volkswagen.

A versão mais cara seguirá o nível de equipamentos do Nivus Highline, oferecendo painel digital Active Info Display, teto solar panorâmico e o pacote de assistências de condução, com sensor de ponto cego, assistência de permanência em faixa, controle de cruzeiro adaptativo, frenagem autônoma de emergência com detecção de pedestres e faróis de LED adaptativos.

A variante mais completa também terá ar-condicionado digital de duas zonas, sensor de chuva, lanternas de LED, além da central multimídia VW Play desenvolvida no Brasil (indisponível no modelo que será exportado do México para os Estados Unidos).

Todas as opções deverão ter seis airbags de série, além de controles de estabilidade e tração.

Sob o capô, modelo virá só com motor 1.4 turbo flex

Durante evento de apresentação do Taos, SUV inédito da Volkswagen que chega ao País no segundo trimestre de 2021, a marca informou que o carro terá apenas uma opção de motorização.

Câmbio automático de 6 marchas (Foto: Divulgação)
Câmbio automático de 6 marchas (Foto: Divulgação)
O modelo que virá da Argentina será movido pelo conhecido motor 1.4 turbo flex fabricado em São Carlos, no interior de São Paulo.

O propulsor, que entrega 150 cv de potência e 25,5 kgfm de torque, será combinado ao câmbio automático de seis marchas.

Já a versão mexicana, que será comercializada nos EUA, estreará no continente o novo motor 1.5 turbo a gasolina, dotado de desativação de dois dos quatro cilindros para economizar combustível. Capaz de gerar 160 cv e 24,5 kgfm, a unidade será atrelada a uma transmissão automática de oito velocidades.

Uma variante dotada de tração integral e câmbio automatizado DSG de dupla embreagem e sete marchas também será oferecida aos norte-americanos.

Compacto up! terá uma única versão

O compato up!, produzido pela Volkswagen, passará por mudanças na linha 2021. A partir do próximo ano/modelo, o veículo virá apenas na configuração Xtreme, que será homologada para levar quatro ocupantes – hoje são cinco.

O modelo foi lançado no País em 2014  como referência em segurança (Foto: Divulgação)
O modelo foi lançado no País em 2014 como referência em segurança (Foto: Divulgação)

A informação é do site AutosSegredos que acrescenta ainda que o preço de R$ 60.990 será mantido. Com a mudança no portfófio do modelo, ficam de fora as versões MPI e Connect que, hoje, partem, respectivamente, de R$ 51.590 e R$ 57.090.

O modelo lançado no mercado nacional em 2014 chegou como referência em segurança, porém seu alto custo de produção acabou por encarecer o preço final.

Perdendo espaço dentro e fora de casa, o up! é o menos vendido entre os hatches da marca. À frente estão Fox, Polo e até mesmo o Gol, que foi o terceiro da lista de veículos mais vendidos do Brasil no mês passado, com 9.134 unidades emplacadas, de acordo com números da Fenabrave, que reúne os concessionários do País.

A lista de série do up! Xtreme tem itens como direção elétrica, alerta de frenagem de emergência e sensores de estacionamento traseiro. O pacote inclui ainda ar-condicionado com filtro de poeira e pólen, luz de condução diurna e controle de tração. Os obrigatórios freios ABS e airbag duplo também estão disponíveis.

Visualmente, o carro traz faróis com máscara escurecida, faróis de neblina, rack de teto longitudinal em “chrome effect” e rodas de liga leve de 15 polegadas.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados