search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Novo porto de Aracruz vai precisar de 1.640 empregados para receber "supernavios"

Notícias

Publicidade | Anuncie

Economia

Novo porto de Aracruz vai precisar de 1.640 empregados para receber "supernavios"


Projeção do porto da Imetame em Aracruz, que vai permitir ao Estado receber navios maiores com mercadorias (Foto: Imetame)Projeção do porto da Imetame em Aracruz, que vai permitir ao Estado receber navios maiores com mercadorias (Foto: Imetame)

A Imetame Logística recebeu autorização para instalar um novo terminal portuário em Aracruz, no Norte do Estado, projeto que vai abrir, a partir da próxima semana, 2.590 empregos de todos os níveis de escolaridade.

Essas vagas serão tanto nas obras, previstas para durar três anos, quanto nas operações. A construção vai ser iniciada nos próximos dias. Para a primeira etapa, serão abertas 950 vagas de trabalho, de forma direta e indireta. Ao todo, o investimento é da ordem de R$ 1 bilhão.

“No pico das obras estão previstas a criação de 650 empregos diretos e mais 300 indiretos. Para a etapa de operação, quando o porto entrar em atividade com a sua capacidade máxima, são estimadas 640 oportunidades diretas e outras 1.000 indiretas”, afirmou a Imetame, em nota.

As contratações para as obras do porto serão realizadas via Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Aracruz. As vagas serão com perfis de construção civil e portuária.

O empreendimento aguardava há cerca de um ano a autorização da Secretaria de Patrimônio da União (SPU), que cedeu o uso do terreno no quilômetro 58 da ES-010, na Barra do Sahy, em Aracruz.

Segundo a presidente da Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo (Findes), Cristhine Samorini, a obra é importante, pois criará um novo canal logístico marítimo onde será possível a atracação de embarcações maiores do que as que o Porto de Vitória tem capacidade de atender.

“Isso é parte essencial do conjunto de infraestruturas que vêm sendo defendidas pela Findes, para proporcionar o melhor ambiente logístico para o desenvolvimento econômico e social do Norte do Estado. A infraestrutura da região de Aracruz é propícia e mostra grande vocação como hub industrial”, afirma.

Logística

Para o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional e Desenvolvimento Econômico, Tyago Hoffmann, o porto da Imetame é um investimento esperado e estratégico para a eficiência logística portuária do Estado.

“Ele fortalecerá o comércio internacional, impulsionando a economia capixaba. Ampliará o número de cargas e contêineres que serão movimentados no Estado”, diz o secretário. “Será um diferencial na atração de novas empresas e um estímulo para ampliação de projetos, principalmente na região Norte do Estado”.


Onde vai ser o porto


Perto da ferrovia

  • Onde vai ficar o porto  (Foto: Reprodução Jornal A Tribuna)Onde vai ficar o porto (Foto: Reprodução Jornal A Tribuna)

    Localizado na ES-010, em Aracruz, no Norte do Estado, o terreno do futuro Porto da Imetame está ao lado do estaleiro Jurong e a 3km da Estrada de Ferro Vitória a Minas, e contará com um ramal e pátio de alta produtividade em formato circular que possibilita o transbordo da carga sem a necessidade de desmembrar o trem.

Logística

  • O porto está situado a 45 km da área da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e próximo a uma área de 5 milhões de metros quadrados disponível para implantação de uma plataforma logística e industrial


Saiba mais


Empregos

  • Está prevista a abertura de 650 empregos diretos e 300 indiretos durante o pico das obras, que devem começar já nos próximos dias.

  • As contratações para essa etapa serão com perfis em áreas da construção civil e portuária.

  • Cargos como engenheiro civil, engenheiro eletricista, técnico em elétrica, técnico em edificações, pedreiro, auxiliar e outros.

  • As inscrições serão realizadas por meio do Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Aracruz e serão abertas na próxima semana.

  • Para a operação, quando o Porto entrar em atividade com sua capacidade máxima, serão 640 empregos diretos e mais 1.000 indiretos, totalizando 1.640.

  • Com isso, ao todo serão cerca de 2.590 vagas, somando diretas e indiretas desde as obras até a operação do porto.

Estrutura

  • O empreendimento possui mais de 1 milhão de m de área total. O complexo terá capacidade para receber navios de grande porte.

  • Com profundidade de 17 metros, será opção operacional para as linhas de longo curso que operam com navios de grande porte no Brasil, e também estará preparado para atender a próxima geração de navios conteineiros, New Post Panamax. Poderá receber navios tipo Suezmax nas operações de combustível, BabyCape – agronegócio e navios de 366 m de comprimento.

  • A profundidade permitirá que navio de containeres possam entrar e sair totalmente carregados.

Operações

  • A expectativa é que as operações no novo porto tenham início em três anos, prazo estimado para a execução das obras.

  • Com conceito multipropósito, o Porto está modelado para atender aos mais diversos setores produtivos em serviços de apoio à importação e exportação de cargas diversas, como também embarque e desembarque de containeres, carga geral, veículos, carga de projeto, granéis sólidos, líquidos e gasosos, e apoio offshore.

  • O porto contará com infraestrutura inicial para movimentar 300 mil TEUs por ano, com capacidade para expansão de movimentação para mais de 1 milhão de TEUs.

Fonte: Imetame Logística Porto