search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Nova lei facilita a recuperação judicial de empresas
Tribuna Livre

Nova lei facilita a recuperação judicial de empresas

Sancionada pelo Presidente da República no dia 24 de dezembro de 2020, a Lei 14.112 passará a vigorar a partir do próximo dia 23 de janeiro. A nova legislação visa a atualizar as regras relativas à recuperação judicial, extrajudicial e falência do empresário e da sociedade empresarial, alterando substancialmente diversos dispositivos das Leis 11.101/2005, 10.522/2002 e 8.929/1994.

A expectativa do governo é que tais medidas façam com que o índice de recuperação judicial das empresas no Brasil (percentual de empresas que conseguem se recuperar judicialmente) dobre em até quatro anos, já que hoje esse dado, no País, é um dos piores da América Latina (18,2% para o Brasil e 31,2% para América Latina).

Espera-se que o tempo médio de tramitação dos processos de recuperação judicial seja reduzido dos atuais quatro anos para cerca de três anos, prazo equivalente à média da América Latina (2,9 anos).

Importante lembrar que o Projeto de Lei 4.458/2020, que deu origem à Lei 14.112, embora tenha sido consolidado durante o último ano, teve sua gênese ainda em 2005, mesmo ano em que a própria lei de recuperação judicial começou a vigorar.

Durante quase 15 anos o projeto de reforma tramitou no Congresso, sofrendo os mais diversos tipos de influências, emendas e remendos, alguns positivos e outros nem tanto.
Mas, enfim, a lei foi aprovada e sancionada, com alguns vetos, e passará a vigorar este ano.

Foram seis vetos no total, destacando-se aqueles aos artigos que permitiam a suspensão da execução das dívidas trabalhistas, que permitiam apenas às cooperativas médicas o acesso à recuperação judicial e afirmava que o objeto da alienação nos autos da recuperação judicial estaria livre de quaisquer ônus, não havendo sucessão do arrematante nas obrigações de qualquer natureza do devedor.

Incluídas aí, mas não exclusivamente, as de natureza ambiental, regulatória, administrativa, penal, anticorrupção, tributária e trabalhista.

Já em relação às inovações sancionadas, destaca-se a permissão para que o produtor rural, pessoa física, ingresse com pedido de recuperação judicial. E a possibilidade de prorrogação por igual período, uma única vez, do stay period — período de 180 dias onde ações e execuções em face da empresa ficam suspensas.

Outra inovação é a previsão de que, não ocorrendo a assembleia geral de credores no prazo do stay period, os próprios credores podem apresentar um plano de recuperação judicial.

Há ainda a possibilidade de obtenção de novos financiamentos pelo empresário em recuperação judicial e a possibilidade de parcelamento dos débitos tributários da empresa em recuperação judicial, pelo prazo de até 120 meses.

Nesse contexto, espera-se um considerável crescimento nos pedidos de recuperação judicial já que a nova lei, inegavelmente, traz avanços no regramento da matéria, possibilitando maior celeridade ao trâmite do processo, flexibilidade na obtenção de financiamentos bancários, ampliação das possibilidades de negociação com os credores e previsão de parcelamentos dos débitos tributários.

Neimar Zavarize é advogado especialista em Direito Empresarial.
 

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Conselhos comunitários de segurança no controle do crime

Nas duas ultimas décadas, o Espírito Santo vivencia uma nova realidade na segurança pública. Municípios assumem o protagonismo do debate, com conjunto de iniciativas e responsabilidades, seja na …


Exclusivo
Tribuna Livre

O que falta para o Brasil se tornar uma grande nação?

Somos um País jovem. Nossa democracia é recente. Quem é que nunca ouviu essas assertivas? Mas como falácias, essas afirmativas, que se somam a tantas outras, parecem que só servem para justificar o …


Exclusivo
Tribuna Livre

A história de um carnaval triunfante no Brasil de 1919

Trazido para o Brasil nos tempos da Colônia, pelos portugueses, o carnaval foi criado em 1252, no reinado de Afonso III, em Portugal. Originariamente chamado do “Entrudo”. E desde então, nunca o …


Exclusivo
Tribuna Livre

O primeiro ano da pandemia e a memória do tempo da morte

Por estes dias, faz um ano que mergulhamos para valer na atmosfera mortífera da pandemia. Ainda que não encerrado em sua dramática sucessão de mortes diárias aos milhares, tempo decorrido é tempo de …


Exclusivo
Tribuna Livre

Para onde vai o Imposto de Renda que você paga todo ano?

Todos os anos, na hora de preparar a documentação para fazer a declaração do Imposto de Renda, muita gente se questiona o porquê de pagar tantos impostos. Tudo o que adquirimos ou vendemos, tem algum …


Exclusivo
Tribuna Livre

O cancelamento de pessoas no tribunal das redes sociais

Uma nova forma de punição vem ganhando força no tribunal das redes sociais: o cancelamento de pessoas. O fenômeno, que tem sua origem na “Cultura do Cancelamento”, vem sendo utilizado na internet …


Exclusivo
Tribuna Livre

O direito de construir tem fundamento na Constituição

O direito de construir, no sentido do desenvolvimento urbano, vinculado à criação de moradias e à redução do déficit absurdo que se abate sobre o Brasil, tem fundamento na Constituição Federal, …


Exclusivo
Tribuna Livre

Há 89 anos, as mulheres marcaram a história no Brasil

O dia 24 de fevereiro é muito importante para a democracia brasileira, mas esse destaque, infelizmente, ainda é desconhecido por muitos. Foi nessa data que, em 2015, por meio da Lei nº 13.086, ficou …


Exclusivo
Tribuna Livre

O comportamento econômico do brasileiro necessita de mudança

Desde o momento em que o avanço da divisão do trabalho ocasionou o aumento das comodidades e o surgimento de um meio de troca, o comportamento econômico dos indivíduos tem despertado particular …


Tribuna Livre

Ondas de choque da pandemia da Covid-19 que atingem a todos

Aqui estamos chegando a um ano de pandemia decretada pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Praticamente 12 meses depois ainda estamos atordoados e atarantados com o que estamos vivendo. Temos mais …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados