search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Nova chuva de meteoros vai poder ser vista do Estado este mês

Notícias

Publicidade | Anuncie

Cidades

Nova chuva de meteoros vai poder ser vista do Estado este mês


Professor Sérgio Bisch disse que é possível ver meteoros todos os dias (Foto: Thiago Coutinho/AT)
Professor Sérgio Bisch disse que é possível ver meteoros todos os dias (Foto: Thiago Coutinho/AT)
Uma das mais famosas chuvas de meteoros, conhecidas como Perseidas, que acontece de ano em ano e ilumina o céu, vai poder ser vista do Estado na madrugada de 13 de agosto.

A dica do professor do Departamento de Física e coordenador do Planetário de Vitória, Sérgio Mascarello Bisch, é que seja observado o horizonte norte. “Quem quiser acompanhar, deve observar o céu durante a madrugada, com paciência, após as 3h”, disse.

O fenômeno acontece quando o planeta atravessa o caminho dos fragmentos ejetados pelo cometa Swift-Tuttle, na chamada Nuvem Perseida.

“As partículas, ao entrarem na atmosfera terrestre, incendeiam-se, produzindo o espetáculo também chamado de Estrela Cadente, devido ao risco que deixa no céu quando passa”.

Sérgio Bischr disse ainda que é possível notar os meteoros em dias comuns, mas que as chuvas possibilitam uma melhor visualização.

Chuva de meteoros registrada no Estado em junho (Foto: Reprodução/Gaturamo Observatório Astronômico)
Chuva de meteoros registrada no Estado em junho (Foto: Reprodução/Gaturamo Observatório Astronômico)
“Toda noite, em um local bom e céu escuro, você consegue ver um meteoro. Constantemente algum cai na terra, mas quando acontece uma chuva, a frequência se torna maior, pois são de 50 a 80, o que equivale a um por minuto”.

Este ano, o fenômeno acontece a poucos dias da lua cheia, cujo brilho pode dificultar a visão de alguns dos flashes de meteoros. Os eventos astronômicos são melhores aproveitados sob céu limpo, longe das luzes da cidade, afirmam especialistas.

Bisch orienta que, mesmo que se encontre um local escuro o suficiente, é bom lembrar que pode levar alguns minutos para que se consiga ver o fenômeno. Os Perseidas são apenas uma das muitas chuvas de meteoros que é possível desfrutar todos os anos.


FENÔMENO


  • A chuva de meteoro, conhecidas como Perseidas, que acontece de ano em ano e ilumina o céu, vai poder ser vista do Estado na madrugada de 13 de agosto e a olho nu.
  • O fenômeno acontece quando o planeta atravessa o caminho dos fragmentos ejetados pelo cometa Swift-Tuttle, na chamada Nuvem Perseida.
  • Segundo o professor do Departamento de Física e coordenador do Planetário de Vitória, Sérgio Mascarello Bisch, o ideal é que seja observado o horizonte norte a partir das 3 horas e em um local escuro.
  • Uma chuva de meteoros gama-draconídeos invadiu a atmosfera terrestre nos dias 28 e 29 de julho.
  • Por sorte, a Câmera de Meteoros do Gaturamo Observatório Astronômico (GOA) da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) conseguiu registrar mais de 30 deles só em uma madrugada.
Fonte: GOA e o professor Sérgio Bisch.
Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados