search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Nova agenda de desenvolvimento para o pós-pandemia
Tribuna Livre

Nova agenda de desenvolvimento para o pós-pandemia

Entre o mar e as montanhas, o Espírito Santo possui inúmeras potencialidades que podem ser trabalhadas em prol de seu desenvolvimento e contribuir para o Estado despontar nos cenários nacional e internacional.

Porém, assim como ocorreu após a política de erradicação dos cafezais, em que o Espírito Santo teve que se reinventar, é necessário criar uma nova agenda de desenvolvimento para o pós-pandemia de Covid-19.

Na época, em 1962, dado o nível de dependência pela atividade cafeeira e pressionado a erradicar seus cafés considerados improdutivos, no período posterior o Espírito Santo pautou suas políticas na atividade industrial, inicialmente com capital local, e depois com estatal e internacional, como forma de diversificar sua economia e fomentar seu desenvolvimento.

Em 2020, o Espírito Santo, o Brasil e o mundo vivem o desafio de superar os efeitos da crise nacional que se arrasta desde 2015, os problemas decorrentes das medidas de distanciamento social, geradas como forma de conter o avanço do coronavírus e restabelecer o seu processo de desenvolvimento.

Para tanto, é necessário que o Estado identifique e fomente novas atividades econômicas, sobretudo aquelas com elevado conteúdo tecnológico, como forma de inserir o Espírito Santo entre os grandes players dos cenários nacional e internacional.

É importante que o Espírito Santo crie condições de oferecer um sistema de energia pautado em fontes renováveis, e de comunicações de baixo custo, como meio de fomentar atividades econômicas vinculadas a setores com elevado nível tecnológico. Esta redução de custos pode ser mediante à diminuição de carga tributária sobre determinados produtos necessários para sua produção e/ou distribuição, ou pela concessão de crédito subsidiado para empresas envolvidas com ambas atividades. Precisa-se investir e ampliar os sistemas de internet que ofereçam sinais ágeis e de qualidade para todo Estado.

Além disso, é necessário atuar de maneira a agregar valor às principais atividades econômicas presentes em todo o Estado, especialmente no interior, tais como café, leite, rochas ornamentais, vestuário, móveis, cacau, entre outros produtos.

Também é preciso que o Estado busque solucionar e eliminar de vez os gargalos em seus sistemas de transportes. Assim, precisa-se reconhecer a importância de vias como as BRs 101, 262 e 259, para a integração do Estado, e agir para solucionar seus gargalos. E até mesmo buscar fomentar e desenvolver suas atividades nos meios ferroviários e portuários.

É preciso diagnosticar a situação da educação em todo território capixaba, considerando toda sua rede, do ensino básico ao superior, e remodelá-la, de modo a contemplar as particularidades locais e a enfrentar os desafios presentes no século XXI.

Para que todas estas ações sejam realizadas, é preciso que se faça uma leitura crítica sobre a situação atual do Espírito Santo e uma atuação consistente, pautada por uma visão completa e sistêmica acerca de suas características, necessidades e potencialidades.

LEANDRO LINO é vice-presidente do Conselho Regional de Economia do Espírito Santo (Corecon-ES).

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Desoneração da folha de pagamento é obrigação

De 2019 para cá, algumas grandes empresas têm fechado suas portas no Brasil. É o caso da Sony, que confirmou que fechará sua fábrica de eletroeletrônicos em Manaus, e da Ford, que desde o ano passado …


Exclusivo
Tribuna Livre

Retomada econômica é a dose de ânimo que faltava na pandemia

Após toda tempestade, vem a calmaria. É certo que continuamos vivendo um período singular da humanidade, a pandemia em decorrência do novo coronavírus, em que convivências sociais são restritas, por …


Exclusivo
Tribuna Livre

Prisão após segunda instância vai agilizar trabalho da Justiça

Está em tramitação, na Câmara dos Deputados, a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) nº 199/19 sobre prisão após segunda instância. O Código de Processo Penal (CPP), em 2011, sofreu radical …


Exclusivo
Tribuna Livre

A sustentabilidade e a indústria do aço na transformação mundial

Mercados mais exigentes e uma sociedade mais participativa; entendimento de que prevenção e produção juntas geram mais retorno, que empresas mais diversas são mais produtivas e felizes, e que a …


Exclusivo
Tribuna Livre

Todos estão preparados para a Lei Geral de Proteção de Dados?

É notório que a pandemia apressou os processos de transformação digital e ampliou a virtualização das relações sociais. Neste contexto de massificação das interações pelo ciberespaço desponta de …


Exclusivo
Tribuna Livre

Biblioteca escolar é fundamental na formação de todo cidadão

Longe de constituir mero depósito de livros, a biblioteca escolar é um centro ativo de aprendizagem. Nunca deve ser vista como mero apêndice das unidades escolares, mas como núcleo ligado ao …


Exclusivo
Tribuna Livre

Alternativas para o lixo urbano durante a pandemia da Covid-19

Na pandemia, aqueles que “podem” estão reclusos em casa trabalhando em home office e cuidando dos seus familiares. O maior tempo em casa implica aumento no consumo de alimentos, boa parte deles …


Exclusivo
Tribuna Livre

Trabalho para levar alívio e ausência da dor para o paciente

Passar por um procedimento cirúrgico pode ser bastante preocupante para muitas pessoas. A ideia de estar em uma mesa de cirurgia, vulnerável à equipe médica e às complicações que, porventura, possam …


Exclusivo
Tribuna Livre

Aumento de testamentos e gestão de patrimônio na pandemia

De abril a julho, o Espírito Santo registrou um aumento de 175% no número de testemunhos realizados em cartório. Os dados são do Colégio Notarial Brasileiro – Conselho Federal (CNB-CF) e mostram a …


Exclusivo
Tribuna Livre

Médico: profissão e missão

Da transformação digital às novas formas de estarmos mais perto uns dos outros, foram muitas as mudanças provocadas pela pandemia. Para os médicos, é possível dizer que tudo mudou um pouco mais. Em …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados