search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Ninguém sai
Painel da Folha de São Paulo

Ninguém sai

Empresários passaram a pedir aos governos estaduais e ao comitê de crise do governo federal que determinem o confinamento da população como medida fundamental para a crise do coronavírus.

Eles partem da avaliação de que a paralisação da economia é irreversível, mas avaliam que a decisão pode acelerar a retomada da vida normal. Eles pedem a continuação dos serviços essenciais para abastecimento, mas usam a China como exemplo para defender a necessidade do isolamento.

Mão única - Os pedidos têm sido feitos desde a semana passada e foram reforçados na reunião com o presidente Jair Bolsonaro, na sexta (20). O empresário Abílio Diniz foi um dos mais enfáticos. Representantes de outros setores produtivos também defendem a ideia, como única alternativa para a turbulência passar rápido.

No ataque - O governo de São Paulo entrou com mais de 50 ações judiciais para lidar com a crise da doença. São medidas para evitar decisões individuais de municípios, para garantir funcionamento de serviços importantes e também para postergar pagamento de dívidas.

Dica - O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, enviou nos últimos dias a parlamentares a minuta de uma proposta de Emenda à Constituição (PEC) que transforma o regime brasileiro em semipresidencialista, redigida por ele em 2017.

Ajuda - O texto era uma resposta aos que escreviam para pedir ideias sobre o que fazer neste momento de crise, diante da inépcia do presidente Bolsonaro. O ministro defende abertamente a proposta desde que presidia o Tribunal Superior Eleitoral.

Mas calma - A parlamentares, Gilmar Mendes disse que seria para mandatos futuros, para facilitar a aprovação.

Propaganda... - Em Londres há mais de um ano, o publicitário Washington Olivetto diz que vê o ano como perdido na economia, do ponto de vista de um homem de negócios. Ele afirma que a imagem passada pelo governo brasileiro ao mundo na condução da crise do coronavírus é controversa.

...alma do negócio - "Fundamental que os dirigentes do país, de qualquer área, parem de se vender dizendo o que eles estão fazendo, e passem a dizer o que as pessoas devem fazer", disse ao Painel.

Não acha - O Ministério da Justiça tem encontrado dificuldade para encontrar fornecedores de equipamentos de segurança para dar a policiais que permanecerão trabalhando. Houve atraso de alguns desses itens prometidos pelo Ministério da Saúde.

Pressa - A pasta chefiada por Luiz Henrique Mandetta aprovou, na quinta (19), a compra de máscaras e luvas, dentro das medidas emergenciais. Apesar da urgência, o ministério tem pedido às empresas para que os produtos sejam enviados ao Instituto Nacional de Controle de Qualidade, no Rio, para análise. O aviso dado é que o resultado sai em 10 dias.

Outro lado - A Saúde não respondeu o motivo de enviar as amostras dos produtos. Em nota, disse que a pasta realizou a compra de 60 milhões de unidades de 21 itens de equipamentos de segurança.

Bisturi - O hospital de elite Copa D'Or, no Rio, enviou mensagem a cirurgiões na semana passada em que dizia que a crise do coronavírus não deveria impedi-los de operar lá. Na sexta (20), mudou de ideia. "O número de cirurgias já caiu bastante, e os médicos enxergaram que o momento é só para procedimentos necessários", diz Kleber Cruz, diretor-geral do Copa D'Or.

Liberdade - A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão enviou ao Congresso neste domingo (22) um posicionamento no qual classifica como "ameaça de devastação constitucional" o projeto de lei que cria um comitê nacional de órgãos de Justiça para evitar litígios durante a crise do coronavírus.

Censura - O órgão aponta que, se essa legislação já estivesse em vigor, nenhuma das recomendações feitas pelo Ministério Público Federal, relativas ao bolsa família, a situações de despejos e atenção à população em situação de rua no contexto da doença poderiam ter sido feitas.

TIROTEIO

"É um erro propor redução de salário do Judiciário, que não parou e dá prioridade à crise do coronavírus."

De Renata Gil, presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), sobre a discussão de redução de salário a servidores

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Discurso x ação

Apesar das declarações de Jair Bolsonaro sobre preocupação com desemprego, políticos e integrantes do Judiciário apontam ao menos cinco posturas contraditórias do governo com este discurso. O …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Água e azeite

Apesar da troca de afagos entre João Doria (PSDB-SP) e Lula (PT) nas redes sociais nesta quinta (2), a chance de uma união de líderes partidários, especialmente de ex-presidentes da República, é …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Batata quente

O coronavírus aumentou o jogo de empurra no cenário político brasileiro, na avaliação de integrantes do Congresso, do Ministério Público e do Judiciário. Fora a condução desastrada de Jair Bolsonaro, …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Carga pesada

Um dos líderes da paralisação de 2018, Wallace Landim, conhecido como Chorão, afirma que os caminhoneiros devem parar se os governadores não recuarem nas medidas de isolamento social contra o novo …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

E agora, José?

A insatisfação dentro do governo Jair Bolsonaro com Luiz Henrique Mandetta (Saúde) transbordou os limites do Palácio do Planalto. Na equipe econômica, liderada por Paulo Guedes, as aparições …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Alô, presidente

O governador Ronaldo Caiado (DEM-GO) afirma que a “urgência urgentíssima” do momento é que o governo Jair Bolsonaro tome medidas o mais rápido possível para garantir a alimentação das pessoas. …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Pare agora

Pare agora Garota-propaganda de uma campanha lançada pelo governo há duas semanas sobre coronavírus, a médica e professora Ana Escobar diz que é contra a nova linha defendida pelo presidente …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Com as próprias mãos

Em mais uma iniciativa para coordenar esforços à margem do governo federal, inoperante na visão dos governadores, os estados articulam dar respostas unificadas ao coronavírus a partir de estudos de …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Temperatura máxima

Foi tensa a primeira reunião do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, com secretários estaduais após o pronunciamento de Jair Bolsonaro. Eles cobraram posição firme em defesa do isolamento, …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Quanto custa

O presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, fez comentários críticos ao isolamento social, na mesma linha que o presidente Jair Bolsonaro. Em mensagem em um grupo de WhatsApp, Novaes disse que …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados