search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Mulher descobre traição ao ver vídeo de marido brigando por outra

Notícias

Publicidade | Anuncie

Bombou na rede

Mulher descobre traição ao ver vídeo de marido brigando por outra


Uma mulher descobriu que estava sendo traída pelo marido após ver o vídeo de uma briga na qual o homem se envolveu para defender uma mulher. O caso aconteceu na China.

A mulher foi chamada na delegacia após a polícia receber uma denúncia de que seu marido havia se envolvido em uma confusão com um grupo de rapazes. Os policiais mostraram imagens de uma câmera de segurança que registrou a briga.

O que a mulher não esperava era que fosse ver o marido abraçado com outra mulher instantes antes da confusão começar.

Traição foi exibida em reality show chinês (Foto: Reprodução)
Traição foi exibida em reality show chinês (Foto: Reprodução)

A confusão aconteceu enquanto o homem e a amante estavam em um elevador. Um grupo chegou e um homem teria perguntado se o casal estava saindo do elevador. O homem não ouviu direito e achou ter escutado uma ofensa, dando início à briga. Após a confusão, o homem fugiu.

O caso aconteceu no dia 21 de setembro, em Changsha, e se tornou público após as imagens serem exibidas em um programa de TV.

O grupo denunciou o caso à polícia, que não conseguiu localizar o suspeito e, por isso entrou em contato com a mulher dele.

Após ver as imagens, a mulher foi questionada se sabia que o marido estava tendo um caso. Sem conseguir responder, ela apenas balançou a cabeça negativamente.

Tempo depois, a mulher contou que ela e o marido estavam brigando constantemente porque ele sempre saía de casa a noite e só voltava na manhã seguinte. Ela chorou e pediu para que o grupo perdoasse o marido, com quem tem um filho. "Não importa o que tenha acontecido, ainda espero que vocês possam perdoá-lo. Nosso filho é muito novo", disse.

O homem foi ouvido na delegacia, mas a polícia decidiu encerrar o caso por não haver indícios suficientes para configurar um crime.
 


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados