search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Mudança de marés
Painel da Folha de São Paulo

Mudança de marés

Integrantes do PT e de movimentos de esquerda já discutem internamente os possíveis efeitos políticos de uma melhora da economia em 2020.

Alguns recomendam cuidado com o discurso de que tudo vai mal, pois há risco de se perder o lastro. A percepção é que o resultado positivo do PIB no terceiro trimestre, divulgado semana passada, e a chegada do 13º salário ajudaram a construir um ambiente que contribuiu para estancar a reprovação de Jair Bolsonaro, como mostrou o Datafolha.

Aos números
A reprovação ao governo oscilou de 38%, em agosto, para 36% agora, dentro da margem de erro de dois pontos percentuais, segundo o Datafolha. Já a expectativa de que a economia vai melhorar foi de 40% para 43%.

Quanto pior
Na avaliação de um destacado petista, ainda que não haja uma melhora vertiginosa da economia, não é útil torcer pelo pior cenário, pois uma frustração pode se voltar contra toda a classe política. O convencimento, diz ele, deve se dar pela oferta de uma melhor opção, não pelo fracasso do governo.

Sem querer
A saída de Lula da prisão, no início de novembro, também pode ter sido um dos ingredientes que deram alento a Bolsonaro neste Datafolha. Na visão de um petista, ainda é grande a aversão ao ex-presidente e ao PT.

Muy amigo
Entre aliados de Sergio Moro (Justiça), os números negativos do Datafolha no combate à corrupção não podem ser atribuídos exclusivamente ao governo e à conduta do ministro.

Muy amigo II
A maior parte das pessoas, diz um aliado, está insatisfeita com o tratamento do Supremo e do Congresso à prisão em segunda instância e, por isso, avaliou mal o quesito – a aprovação do combate à corrupção pelo governo caiu de 34% para 29%.

Cria
Na ausência da reforma administrativa, prometida por Paulo Guedes (Economia), mas que ainda não chegou à Câmara, a deputada Paula Belmonte (Cidadania-DF) apresentou proposta que reduz as férias dos juízes para 30 dias – hoje, eles têm 60.

Recalculando rota
Paulo Guedes informou a senadores que a primeira parte da proposta do governo da reforma tributária, sobre a fusão de tributos federais, desembarca na Câmara em fevereiro. A ideia de criar uma comissão formada por integrantes do Senado e da Câmara subiu no telhado.

Preparai
Os advogados da Aliança pelo Brasil, partido que Jair Bolsonaro tenta criar, estudam pedir ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), esta semana, a desfiliação de mais de 20 deputados do PSL alegando justa causa.

Preparai II
Entre os argumentos, vão alegar terem sido perseguidos, em razão das sanções impostas pelo PSL a 17 deles, e também por integrantes da sigla terem acionado o Conselho de Ética da Câmara. A defesa dirá ainda que houve descumprimento dos postulados partidários pela direção do PSL.

Cronômetro
Também nesta semana os advogados de Bolsonaro vão solicitar autorização da Corte para usar a biometria como forma de validar apoios para a criação do partido. Vão pedir ainda que a Justiça Eleitoral disponibilize ao menos uma urna em cada cartório para que o eleitor possa digitar o número 38, formalizando o apoio.

Fogo amigo
Cortejada pelo PSDB, Tabata Amaral não poupou críticas à atuação da Polícia Militar do governador João Doria (SP) em Paraisópolis. “O que aconteceu com aqueles jovens, por causa de uma ação policial desastrosa, é inaceitável e deve ser respondido com soluções concretas, como seria se tivesse acontecido em qualquer bairro nobre da cidade”, diz.

Pauta única
Ligada ao Itamaraty, a Fundação Alexandre de Gusmão fará conferência com o professor Evandro Pontes, tradutor do livro “A Virtude do Nacionalismo”, best-seller da direita nos EUA. O órgão tem se dedicado a eventos conservadores na atual gestão.

Indignação
O Pacto pela Democracia, entidade guarda-chuva que reúne mais de 80 organizações, dá início hoje à campanha contra o aumento do fundo eleitoral, de R$ 2 bi para R$ 3,8 bi. Será lançado um site com espaço para enviar e-mail a deputados criticando o acréscimo.

Tiroteio
“Os brasileiros esperam que Bolsonaro desça do palanque, deixe de ser líder de facção, e se comporte como presidente”. Do deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), sobre a avaliação da maioria, no Datafolha, de que Bolsonaro não se comporta de acordo com o cargo.

Publicação simultânea com a Folha de São Paulo

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Ponta do novelo

O vídeo com alusão ao nazismo que derrubou o secretário de Cultura, Roberto Alvim, acentuou o racha na comunidade judaica no País. O grupo Judeus pela Democracia pretende usar o episódio para …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Com fé, eu vou

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), baixou na última semana resolução que cria uma via rápida para a aprovação de isenção do IPTU para templos religiosos. A medida entra em vigor em 1º de …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

A parte pelo todo

Ao conversar com Jair Bolsonaro, ontem, sobre o vídeo gravado por Roberto Alvim – secretário da Cultura que acabou demitido no episódio –, o presidente do Congresso, Davi Alcolumbre (DEM-AP), …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Homem ao mar

Como forma de reduzir a crise na Secretaria de Comunicação, auxiliares de Jair Bolsonaro avaliam que Fábio Wajngarten tem que agir de modo mais efetivo e deveria optar por afastar Fábio Liberman, …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Devagar com o andor

Apesar da intenção de apresentar a reforma administrativa em fevereiro, a equipe econômica foi advertida de que trechos incomodam algumas categorias de servidores e podem complicar o avanço do tema. …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Espólio de guerra

Um dos pontos que o governo avalia para a venda dos Correios é o que fazer com um contingente de cerca de 40 mil pessoas que possivelmente vão perder o emprego com a privatização da estatal. Em …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Ao gosto do freguês

Advogados que atuam em causas penais já vislumbram a possibilidade de usar o juiz das garantias a favor de réus que hoje defendem. Um dos pontos que emergem é a leitura de que a nova figura …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Deixa para amanhã

Governadores de nove estados abriram mão de economizar parte de um total de R$ 2,58 bilhões em 2020 e 2021 ao adiarem o início da vigência de pontos da reforma da Previdência dos militares estaduais …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

A César o que é de César

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que autorizou a redução do valor do DPVAT neste ano não encerra a queda de braço travada pela área econômica com as administradoras do seguro. A …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

O que tem para hoje

Apesar da resistência em autorizar novas despesas, a equipe econômica indicou ao Palácio do Planalto que deve liberar R$ 2,6 bilhões neste ano para o 13º do Bolsa Família. Já a reformulação …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados