search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Mudança de marés
Painel da Folha de São Paulo

Mudança de marés

Integrantes do PT e de movimentos de esquerda já discutem internamente os possíveis efeitos políticos de uma melhora da economia em 2020.

Alguns recomendam cuidado com o discurso de que tudo vai mal, pois há risco de se perder o lastro. A percepção é que o resultado positivo do PIB no terceiro trimestre, divulgado semana passada, e a chegada do 13º salário ajudaram a construir um ambiente que contribuiu para estancar a reprovação de Jair Bolsonaro, como mostrou o Datafolha.

Aos números
A reprovação ao governo oscilou de 38%, em agosto, para 36% agora, dentro da margem de erro de dois pontos percentuais, segundo o Datafolha. Já a expectativa de que a economia vai melhorar foi de 40% para 43%.

Quanto pior
Na avaliação de um destacado petista, ainda que não haja uma melhora vertiginosa da economia, não é útil torcer pelo pior cenário, pois uma frustração pode se voltar contra toda a classe política. O convencimento, diz ele, deve se dar pela oferta de uma melhor opção, não pelo fracasso do governo.

Sem querer
A saída de Lula da prisão, no início de novembro, também pode ter sido um dos ingredientes que deram alento a Bolsonaro neste Datafolha. Na visão de um petista, ainda é grande a aversão ao ex-presidente e ao PT.

Muy amigo
Entre aliados de Sergio Moro (Justiça), os números negativos do Datafolha no combate à corrupção não podem ser atribuídos exclusivamente ao governo e à conduta do ministro.

Muy amigo II
A maior parte das pessoas, diz um aliado, está insatisfeita com o tratamento do Supremo e do Congresso à prisão em segunda instância e, por isso, avaliou mal o quesito – a aprovação do combate à corrupção pelo governo caiu de 34% para 29%.

Cria
Na ausência da reforma administrativa, prometida por Paulo Guedes (Economia), mas que ainda não chegou à Câmara, a deputada Paula Belmonte (Cidadania-DF) apresentou proposta que reduz as férias dos juízes para 30 dias – hoje, eles têm 60.

Recalculando rota
Paulo Guedes informou a senadores que a primeira parte da proposta do governo da reforma tributária, sobre a fusão de tributos federais, desembarca na Câmara em fevereiro. A ideia de criar uma comissão formada por integrantes do Senado e da Câmara subiu no telhado.

Preparai
Os advogados da Aliança pelo Brasil, partido que Jair Bolsonaro tenta criar, estudam pedir ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), esta semana, a desfiliação de mais de 20 deputados do PSL alegando justa causa.

Preparai II
Entre os argumentos, vão alegar terem sido perseguidos, em razão das sanções impostas pelo PSL a 17 deles, e também por integrantes da sigla terem acionado o Conselho de Ética da Câmara. A defesa dirá ainda que houve descumprimento dos postulados partidários pela direção do PSL.

Cronômetro
Também nesta semana os advogados de Bolsonaro vão solicitar autorização da Corte para usar a biometria como forma de validar apoios para a criação do partido. Vão pedir ainda que a Justiça Eleitoral disponibilize ao menos uma urna em cada cartório para que o eleitor possa digitar o número 38, formalizando o apoio.

Fogo amigo
Cortejada pelo PSDB, Tabata Amaral não poupou críticas à atuação da Polícia Militar do governador João Doria (SP) em Paraisópolis. “O que aconteceu com aqueles jovens, por causa de uma ação policial desastrosa, é inaceitável e deve ser respondido com soluções concretas, como seria se tivesse acontecido em qualquer bairro nobre da cidade”, diz.

Pauta única
Ligada ao Itamaraty, a Fundação Alexandre de Gusmão fará conferência com o professor Evandro Pontes, tradutor do livro “A Virtude do Nacionalismo”, best-seller da direita nos EUA. O órgão tem se dedicado a eventos conservadores na atual gestão.

Indignação
O Pacto pela Democracia, entidade guarda-chuva que reúne mais de 80 organizações, dá início hoje à campanha contra o aumento do fundo eleitoral, de R$ 2 bi para R$ 3,8 bi. Será lançado um site com espaço para enviar e-mail a deputados criticando o acréscimo.

Tiroteio
“Os brasileiros esperam que Bolsonaro desça do palanque, deixe de ser líder de facção, e se comporte como presidente”. Do deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), sobre a avaliação da maioria, no Datafolha, de que Bolsonaro não se comporta de acordo com o cargo.

Publicação simultânea com a Folha de São Paulo

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Rota alternativa

Empresas privadas brasileiras negociam com o governo uma autorização para importar 33 milhões de doses da vacina de Oxford/Aztrazeneca. Segundo empresários, as tratativas ocorrem com o Ministério da …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Sim, senhor

Antes do Ministério Público promover o arquivamento do inquérito sobre o advogado Marcelo Feller, investigadores da Polícia Federal cumpriram diligências consideradas desnecessárias na visão de …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Oposição em festa

A queda de popularidade de Jair Bolsonaro captada pelo Datafolha ontem foi uma lufada de ânimo para partidos e movimentos de oposição que têm se mobilizado pelo impeachment. O acúmulo da crise em …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Boca de siri

O Ministério da Saúde se recusa a passar informações sobre a quantidade de testes de Covid-19 e de qualquer medicação de seu estoque. Em resposta a pedido via Lei de Acesso, a pasta de Eduardo …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Capitã

Na linha de frente do time de Eduardo Pazuello, a médica Mayra Pinheiro é o principal nome do Ministério da Saúde por trás das incessantes recomendações de remédios sem eficácia contra a Covid-19, …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Mercado paralelo

As sucessivas falhas do governo Jair Bolsonaro no planejamento nacional de vacinação contra o coronavírus fizeram governadores retomarem articulações para buscar saídas que não dependam do governo …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Porta-voz

Criticado por sucessivos erros na condução da pandemia nos últimos dias, Eduardo Pazuello (Saúde) tem sido visto como um para-choque de Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto. Para auxiliares do …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Um por todos

A decisão de João Doria (PSDB-SP) de aplicar a primeira vacina ontem gerou mal-estar. Em grupo de WhatsApp de governadores, Wellington Dias (PT-PI) disse que a atitude foi lamentável. “O …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Nunca antes

Secretários de Saúde dizem ter chegado ao limite a paciência com o ministro Eduardo Pazuello e o governo Jair Bolsonaro. Alguns falam que o único caminho daqui para frente é um pedido de impeachment …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Acredite

Em meio à falta de leitos e de oxigênio para pacientes com Covid-19 em Manaus, o Ministério da Saúde do governo Jair Bolsonaro montou e financiou força-tarefa de médicos defensores do que chamam de …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados