search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

VÍDEO | Motoboy sofre ofensas racistas em condomínio de luxo: "Inveja disso aqui"

Notícias

Publicidade | Anuncie

Polícia

VÍDEO | Motoboy sofre ofensas racistas em condomínio de luxo: "Inveja disso aqui"


Um motoboy, que realizava um trabalho de entrega de alimentos, foi alvo de agressões verbais e racistas, proferidas por um morador de um condomínio de luxo. O caso aconteceu no último dia 31 de julho, em Valinhos, Estado de São Paulo, mas só se tornou público nesta sexta-feira (07), com a divulgação de um vídeo.

No registro é possível ver o homem, de cor branca, proferindo palavrões ao entregador e o chamando de "semianalfabeto". Em seguida, ele aponta para a própria pele e diz que o motoboy "tem inveja disso aqui".

Em outro ponto, o agressor chega a dizer que "você não tem onde morar e nunca vai ter nada". Por várias vezes, ele repetiu que o motoboy tinha inveja da vida das pessoas que moravam ali.

O homem chegou a cuspir e atirar uma nota de dinheiro em direção ao motoboy e ainda o chamou de "favelado".

A Guarda Municipal da cidade de Valinhos foi acionada e todos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil.

Ao deixar o local, o motoboy registrou um boletim de ocorrência contra o suspeito, pelo crime de racismo e agressão.

Em depoimento à polícia, ele contou que foi a segunda vez que foi agredido verbalmente pelo mesmo homem. Na primeira vez, um problema no interfone do condomínio teria atrasado a entrega do alimento.

De acordo com o jornalista Reinado Gottino, da TV Record, o acusado da agressão teria problemas mentais e faz uso de medicamentos controlados. A informação foi divulgada pela família à polícia.

O caso segue tramitando na Polícia Civil de São Paulo.

Agressor chega a exibir a cor da pele para ofender o motoboy (Foto: Reprodução / Redes Sociais)
Agressor chega a exibir a cor da pele para ofender o motoboy (Foto: Reprodução / Redes Sociais)


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados