search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Motivos para agradecer
Claudia Matarazzo
Claudia Matarazzo

Claudia Matarazzo


Motivos para agradecer

Não sou eu quem diz, mas a Ciência: gratidão faz bem. Como sempre, em todo início de ano ou de novo ciclo fazemos uma espécie de balanço do que foi bom e o que foi ruim – e 2019 foi um ano especialmente cheio de manchetes alarmantes, além de declarações e vazamentos idem.

De modo que vale refletir sobre isso: vamos segurar a paixão pela política e o gosto por polarizar – que parecem ter contagiado a Nação – e focar no que pode nos beneficiar de fato: agradecer e cultivar bênçãos.

Não é papo zen. Embora desconfie de quem ri à toa, acho infinitamente pior aquelas pessoas para quem nada está bom. Nunca.

Para parecerem inteligentes, elas desconstroem tudo: Fernanda Montenegro é péssima atriz, Grazi Mazzafera está magra demais, Vera Fischer é feia, e por aí vai... Conheço váaaaarias assim.
Naturalmente, além de serem pessoas solitárias – pois ninguém aguenta muito tempo tanta amargura –, são infelizes.

Depoimento pessoal. Há cerca de dois anos, estava passando um momento pra lá de difícil, cheio de mágoa e desesperança.

Em um dia de especial agonia, recebi de uma amiga médica (e nada afeita a fantasias) um texto sobre gratidão que me convenceu a executar uma espécie de lição de casa: anotar ao final do dia, pelo menos, três motivos por estar grata.

Pequenas alegrias do cotidiano, nada de grandioso. E, claro também as grandes – por que não?
Com nada a perder (e como mantenho um imenso caderno na mesa de cabeceira para anotar ideias e pautas), comecei a fazer isso – mais para ver no que dava.

Ora, uma vez iniciada a lista, mais de uma vez, as bênçãos eram muito mais de três, ou cinco ou ...
Apenas o fato de pensar sobre elas me deixava mais alentada, organizava os sentimentos e acalmava a aflição.

Ao final de um mês, a tarefa terminava – e a orientação é que se lesse todo o conteúdo compilado.
Foi o que fiz com grande prazer, pois, àquela altura, percebi que minha imensa agonia estava a caminho do fim – e o que restava dela fugia diante daquela leitura cheia de genuíno agradecimento.

Pois recomendo que comece seu ano agradecendo. Você certamente tem, pelo menos, um motivo para isso. Principalmente, reflita sobre ele (ou eles). Pense em como cultivar, aumentar e tornar perene essa graça.

Desvie o pensamento de tudo o que possa te puxar para baixo, pois a Ciência e também a Dirce, minha amiga médica, estão aí para mostrar e provar que a gratidão tem alguns efeitos extremamente desejáveis:

Fortalece a imunidade – É isso aí. O sentimento acaba diminuindo a pressão arterial, acalma e melhora o sono.

Disposição ao acordar – Senti isso, e nunca mais fiquei prostrada como acontecia.

Há dias melhores e piores com mais ou menos preguiça, mas a energia e a vitalidade aumentam de verdade.

Com isso, nossas emoções parecem mais brilhantes, coloridas, intensas e... positivas, claro.

Otimismo e felicidade – Não é mágica, claro, mas a sensação de alegria e prazer acabam por melhorar o nosso desempenho social e profissional, encerrando, assim, um círculo virtuoso que nos traz outros e inesperados benefícios.

Garanto que é infinitamente melhor do que fazer listas de tarefas e projetos que vamos adiando ano a ano com essa ou aquela desculpa. Acredite, eles acontecem com muito mais facilidade no momento certo, quando estamos imbuídos de gratidão e boas vibes. E viva 2020 !!

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Um futuro nem tão ambicioso

Vamos falar do futuro. O futuro que, agora percebemos, foi subitamente sabotado – e está, neste exato momento, sendo repensado, ressignificado, reinventado, e uma porção de outros “res” que nos …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Lições da pandemia

Não vamos falar da finitude, de nossos medos, nem da angústia de ver nossas vidas em risco graças ao total despreparo, da boçalidade e pura teimosia dos titulares de nosso “desgoverno” – que poderiam …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

De meditação a sexo nas lives

Você entraria em uma web suruba? Pagaria para entrar? Confiaria no anonimato da organização? Se ficou perplexo com a possibilidade, saiba que não está sozinho. Mas não apenas as web surubas …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Novo momento, novos horários

Vivemos um novo momento trazido pela pandemia de Covid-19: home office, cursos a distância e reuniões agora fazem parte do nosso dia a dia. Se em casa economizamos preciosas duas horas por dia (que …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Eliminar para iluminar

A frase é da jornalista da Lilian Pacce e foi dita em uma fala sua ao se referir ao desapego. Nessa pandemia, percebemos que é muito, muito mais importante SER do que TER. Ser saudável, ser …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Líder pós-pandemia

É fato: o mundo que conhecemos ficou para trás, em todos os sentidos. Não existe nada de normal no futuro próximo, mas muito de “novo”. Porém, “novo normal”? Não aguento mais ouvir essa bobagem. …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

O que é etiqueta preventiva?

É a nova etiqueta. E se baseia, como na etiqueta tradicional, nos pilares do bom senso e afetividade, acrescentando um fator essencial nesse momento de delicada transição: a biossegurança. Isso …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Desabafo de madame

Passei grande parte da minha vida justificando o rótulo de “madame”, maldosamente aplicado a minha pessoa desde a faculdade de Jornalismo. Na ocasião, nos anos 1970, em plena abertura da ditadura e …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Para fazer diferença com cliente

Atendimento e fidelização – Hoje, palavras-chave para quem quer se diferenciar, principalmente na atividade de atendimento de alimentos e bebidas delivery –, uma das poucas que se manteve, mesmo …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Lute, se cuide e fique bem!

Vidas não se contabilizam, se preservam! A frase, da senadora Mara Gabrilli, merece reflexão mais profunda: neste momento, vemos um enorme afã em se contar mortes – ou vidas que se apagaram. Ou …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados