search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

"Morto por uma briga banal", diz parente de homem assassinado pelo tio

Notícias

Publicidade | Anuncie

Polícia

"Morto por uma briga banal", diz parente de homem assassinado pelo tio


Jackson Franklin Rodrigues tinha 35 anos (Foto: Acervo Pessoal)
Jackson Franklin Rodrigues tinha 35 anos (Foto: Acervo Pessoal)
O local onde o lixo da casa seria colocado foi o motivo que levou um policial civil a matar o sobrinho, Jackson Franklin Rodrigues, 35 anos, filho de um delegado aposentado.

O crime aconteceu na manhã desta terça-feira (14), na Glória, em Vila Velha. Jackson trabalhava como coordenador em uma empresa de segurança.

Leia Mais: Filho de delegado é assassinado a tiros pelo tio

"Foi morto por uma briga banal. Ele (acusado) queria colocar o lixo em um local, para fora da casa, mas Jackson não queria. Banal, banal... Foram dois tiros: um na cabeça e outro nas costas", declarou o serralheiro Reinan Gazolo, 70 anos, tio da vítima por parte da mãe.

Reinan mora em Belo Horizonte, Minas Gerais, e está no Espírito Santo passando férias na casa de parentes. 

Segundo ele, o delegado aposentado Adelias Vieira da Costa, pai de Jackson, soube do assassinato após uma pessoa ligou para a sua casa. O acusado, tio por parte do pai, ainda não foi preso e estaria afastado da polícia por problemas psiquiátricos.

Região onde aconteceu o crime, em Vila Velha (Foto: Júlia Afonso / AT)
Região onde aconteceu o crime, em Vila Velha (Foto: Júlia Afonso / AT)


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados