search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Moradores de condomínio se unem para doar sangue na Serra

Notícias

Publicidade | Anuncie

Cidades

Moradores de condomínio se unem para doar sangue na Serra


Uma manhã de solidariedade em um condomínio na Serra uniu moradores que se mobilizaram para uma campanha de doação de sangue. A ação aconteceu no bairro Morada de Laranjeiras e movimentou o condomínio que tem cerca de mil pessoas.

A ideia surgiu do presidente administrador do condomínio, Ciro Pylro Gouvea, 38, que ao procurar a Unidade de Coleta de Sangue da Serra, anexa ao Hospital Estadual Dório Silva, descobriu que ele estava fechado por causa da pandemia do novo Coronavírus.

“Sou doador de sangue a mais de 12 anos, fui procurar o Hemoes aqui da Serra para doar novamente e acabei descobrindo que ele estava fechado. No mesmo dia fiquei sabendo que o Hemoes possui uma equipe itinerante e que estaria a nossa disposição”, explicou Ciro.

Durante a ação todos os cuidados foram tomados por conta da transmissão da Covid-19, entre eles a organização para não haver aglomerações durante as doações.

“Criamos uma planilha de horários de atendimento, buscamos saber em média quanto tempo gasta e assim nos baseamos, colocamos oito pessoas doando por hora, dessa forma não tivemos nenhuma aglomeração no local”, informou o administrador Ciro.

Vanser Binda Xavier foi um dos moradores que doou: "muito bom ajudar o próximo", disse. (Foto: Kadidja Fernandes)
Vanser Binda Xavier foi um dos moradores que doou: "muito bom ajudar o próximo", disse. (Foto: Kadidja Fernandes)

A diretora técnica do Centro de Hemoterapia e Hematologia do Espírito Santo (Hemoes), Dra. Rachel Lacourt, disse que houve uma queda no número de doações durante a pandemia e ações como essas são muito importantes no momento.

“Logo no início do isolamento notamos uma queda significativa no número de doações. Em seguida tomamos todas as medidas solicitadas no decreto de isolamento social, para preservar a saúde de nossos funcionários e doadores”, explicou.

“O que observamos é que com o avanço da doença as pessoas estão mais receosas de sair de casa e por isso a diminuição nos números de doações em todo o Estado”, relatou Rachel. Mas a população pode ficar tranquila, de acordo com Rachel todas as medidas de segurança para se evitar a transmissão do novo Coronavírus estão sendo tomadas durante as doações.

Rachel explicou ainda que o Supremo Tribunal Federal derrubou as restrições à doação de sangue por homens gays, mas que ainda não houve a publicação regulamentando essa decisão.

“A Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa, fez ainda uma proposta de minuta com mudanças nos prazos de quem pode doar sangue, como por exemplo quem fez tatuagem, que atualmente só pode após doze meses”, explicou.

Onde doar

- Hemocentro do Estado do Espírito Santo (Hemoes)
Tel. (27) 3636-7920- Avenida Marechal Campos, 1.468, Maruípe, Vitória. Funciona de segunda-feira a sábado, das 7h às 19h.
- Hemocentro de Linhares
Tel. (27) 3264-6000- Avenida João Felipe Calmon, 1.305, Centro (ao lado do Hospital Rio Doce). Funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 12h30.
- Hemocentro Regional de Colatina
Tel. (27) 3717-2800 - Rua Cassiano Castelo, s/n, Centro. Funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 12h30.
- Hemocentro Regional de São Mateus
Tel. (27) 3767-7954 - Rodovia Othovarino Duarte Santos, Km 02, Parque Washington. Funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 12h30.ra

Quem pode doar

- Antes de efetivamente doar sangue, os voluntários passam por uma triagem para avaliar sua condição de saúde e verificar se estão aptos a realizar a doação.
- Quem tem entre 16 e 69 anos pode se candidatar como voluntário.
- Para os mais velhos, uma ressalva: só pode doar quem tiver feito a primeira doação até os 60 anos.
- Já os menores de 18 anos precisam de autorização de um responsável legal.
- O interessado em doar sangue deve ir até uma unidade do Hemoes, apresentar um documento oficial com foto e responder a um questionário. Em seguida, passará pela triagem.
- Caso tenha almoçado, deve aguardar três horas após a refeição para fazer a doação.
- Em tempos de pandemia, pessoas que tiveram diagnóstico positivo para o Coronavírus podem realizar a doação após 30 dias sem apresentar sintomas.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados