search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Moradores compram churrasquinho de empresário para ajudar após enchente

Notícias

Cidades

Moradores compram churrasquinho de empresário para ajudar após enchente


Um grupo de moradores começou uma mobilização para ajudar o dono de uma tradicional churrascaria de Cachoeiro de Itapemirim (Foto: Alessandro de Paula)
Um grupo de moradores começou uma mobilização para ajudar o dono de uma tradicional churrascaria de Cachoeiro de Itapemirim (Foto: Alessandro de Paula)

Um grupo de moradores iniciou na sexta-feira (14) uma mobilização para ajudar o dono de uma tradicional churrascaria de Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Estado, que perdeu tudo durante a enchente de janeiro e está vendendo churrasquinho na calçada do comércio para tentar reabrir a empresa.

O empresário José de Oliveira Rodrigues, mais conhecido como JR, 56 anos, e o sócio Mário Signor, 52, donos da Churrascaria Rivers Grill, viram o rio invadir o comércio de 25 anos, destruir vidraças e arrastar cadeiras, mesas, freezers, balcões e todo estoque.

“Vamos passar lá comprar um churrasquinho e motivá-lo – se referindo a Mário, um dos sócios – a manter seu estabelecimento aberto em nossa cidade”, dizia a mensagem espalhada pelos grupos de WhatsApp.

JR disse suspendeu as coisas que estavam na churrascaria, mas a enchente chegou a 2,30 metros e o surpreendeu. O prejuízo foi de R$ 300 mil. O restaurante está em obras e precisa comprar tudo novamente.

O empresário José de Oliveira Rodrigues, mais conhecido como JR (Foto: Alessandro de Paula)
O empresário José de Oliveira Rodrigues, mais conhecido como JR (Foto: Alessandro de Paula)

Os 23 funcionários foram dispensados e cumprem aviso prévio, mas o empresário pretende recontratá-los assim que reabrir a loja. Ele elogiou a iniciativa: “É bom ver as pessoas se mobilizando para ajudar o comércio”.

Muitos aceitaram o desafio: “Também tenho loja e sofri com a enchente. Temos que prestigiar, ajudar a recuperar as empresas, salvar os empregos, pois todos tem família”, disse o comerciante Vinicius Prucoli, 33.

O jornalista Leandro Moreira, 36, almoçou na churrascaria pouco antes da enchente invadir o local. “Depois soube o que ocorreu e fiquei triste. É sempre bom colaborar para a vida seguir em frente e a vida econômica da cidade voltar ao normal”, disse.

Um grupo de servidores públicos também foi dar apoio. “Viemos para prestigia-los. É um restaurante tradicional que já frequentávamos antes, e estamos retornando nesse momento em que precisa se reerguer”, disse o professor Jonathan William, 39.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados