search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Momento histórico para o Vitória
Papo do Dias
Flávio Dias

Flávio Dias


Momento histórico para o Vitória

Estádio Salvador Costa lotado para o jogo do Vitória contra o Figueirense (Foto: Beto Morais/AT)
Estádio Salvador Costa lotado para o jogo do Vitória contra o Figueirense (Foto: Beto Morais/AT)
Estádio lotado. Detalhe: os 2.360 ingressos esgotados um dia antes! Em pleno fim de noite de uma terça-feira, o estádio Salvador Costa virou point! Gente de todas as classes sociais, sentimento de alegria no ar por causa de um momento histórico: ver o Vitória decidindo contra o Figueirense a classificação para a terceira fase da Copa do Brasil.

A vaga não veio. Escapou por pouco, com gol da derrota por 1 a 0 sofrido aos 47 minutos do segundo tempo, em bobeada da zaga — o empate de 0 a 0 levaria a decisão da vaga para os pênaltis.

Mas o Vitória terminou o jogo aplaudido por boa parte dos torcedores. Todos chateados com a eliminação, é claro, mas reconhecendo o momento do clube.

Momento que tem contas sendo pagas fora de campo e resultados aparecendo dentro de campo. O Vitória é o atual campeão estadual e foi vice-campeão da Copa Espírito Santo (o Real Noroeste levou o troféu). No segundo semestre de 2018, foi campeão da Copa Espírito Santo. Ou seja, fez três finais consecutivas no calendário do futebol capixaba.

Gol da eliminação saiu aos 47 do segundo tempo (Foto: Beto Morais/AT)
Gol da eliminação saiu aos 47 do segundo tempo (Foto: Beto Morais/AT)
No ano passado, “inovou” ao contratar Valdir Bigode como treinador. Atraiu atenção e conseguiu levar mais gente aos jogos, muitos por conta da curiosidade de ver o ex-atacante do Vasco como técnico. E fez boa campanha na Série D do Brasileiro. Foi vice-líder do seu grupo, atrás da Caldense, eliminou o Brasiliense do pentacampeão Lúcio na segunda fase e caiu nas oitavas de final diante do Ituano, com empate em casa por 0 a 0 e derrota fora de casa por 2 a 1.

A eliminação machuca. Mas, a cada queda, é preciso tirar lições. Não tenho dúvidas de que o Vitória que vai jogar a Série D de 2020 é um clube e um time muito mais cascudo. Na Copa do Brasil, enfrentou dois times que vão jogar a Série B do Brasileiro: CSA e Figueirense. A cada experiência como a de terça-feira, cresce a confiança e diminui a insegurança natural por conta da inexperiência em competições nacionais.

O Vitória poderia ter eliminado o Figueirense. Todos que estiveram no estádio viram isso. Mas agora é bola pra frente. A prioridade é fazer história na Série D. Sempre foi!

***

Como é bom ver um estádio lotado no Estado. Imaginem só se o Espírito Santo tiver um time na Série C do ano que vem?

Começa logo, Série D!


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados