search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Ministério da Economia lança seleção com 39 vagas com salário de até R$ 6.130

Notícias

Publicidade | Anuncie

Concursos

Ministério da Economia lança seleção com 39 vagas com salário de até R$ 6.130


Paulo Guedes autorizou a abertura de vagas, contudo, só temporárias (Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)
Paulo Guedes autorizou a abertura de vagas, contudo, só temporárias (Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)

O Ministério da Economia vai abrir uma nova seleção para contratar 39 profissionais de nível superior. A autorização foi publicada ontem no Diário Oficial da União. É a segunda seleção autorizada para atuação no ministério comandado por Paulo Guedes neste ano, totalizando a previsão de 389 contratações.

Segundo a portaria de autorização, as oportunidades serão para atividades técnicas de complexidade intelectual, de nível superior, nas áreas de Direito e Arquivologia. A remuneração para estas funções, segundo o decreto 6.479 de 2008, é de R$ 6.130.

Os profissionais contratados vão atuar no âmbito da Comissão Especial de Extintos Territórios Federais de Rondônia, Amapá e Roraima (CEEXT) do Ministério da Economia, e terão contrato com duração máxima até 1º de dezembro de 2022.

A forma de seleção não foi divulgada, mas é possível que haja provas e avaliação de títulos. Segundo a portaria, o edital de abertura de inscrições tem prazo de seis meses para ser publicado.

O ministério também não divulgou o local de atuação dos profissionais, mas a comissão tem atividades em Brasília.

Entre as atribuições da Comissão Especial de Extintos Territórios está a regulamentação do vínculo de emprego de servidores públicos dos ex-territórios de Rondônia, Amapá e Roraima, que foram extintos após a Constituição de 1988.

As emendas constitucionais reconhecem o direito de servidores que atuaram durante o período de transição dos territórios a estados o enquadramento no quadro em extinção da União, e a remunerações equivalentes aos quadros de efetivos do governo federal.

Tecnologia

O Ministério da Economia também vai publicar em breve edital com 350 vagas para a área de Tecnologia da Informação, para atuação em processos de transformação digital de serviços, com salário de R$ 8.300.

A seleção já teve o Cebraspe definido como organizadora, e o edital pode ser publicado nas próximas semanas. Haverá prova objetiva e avaliação de títulos.
Os aprovados irão atuar em Brasília, e os contratos terão caráter temporário com duração máxima de quatro anos.


SAIBA MAIS


Nível superior

  • O ministério da economia vai abrir nova seleção para contratar 39 profissionais de nível superior.
  • As chances são para atividades técnicas de complexidade intelectual nas áreas de Direito (37 vagas) e Arquivologia (duas vagas).
  • Remuneração é de até R$ 6.130.
  • Segundo a portaria de autorização, o edital tem prazo de seis meses para ser publicado, portanto, até fevereiro de 2021.
  • Os profissionais terão contrato temporário com duração até 1º de dezembro de 2022.

Atuação

  • Os aprovados vão atuar em atividades da Comissão Especial de Extintos Territórios Federais de Rondônia, Amapá e Roraima (CEEXT), que regulariza a situação de Vínculo de servidores públicos dos ex-territórios.
  • As contratações dependerão de prévia aprovação em processo seletivo simplificado.

Tecnologia

  • O ministério também vai abrir seleção com 350 vagas para a área de Tecnologia da Informação. O Cebraspe foi definido como organizadora.

Fonte: Ministério da Economia.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados