search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Minhas impressões
Gilmar Ferreira
Gilmar Ferreira

Gilmar Ferreira


Minhas impressões

O Fluminense de Odair Hellmann, dinâmico em sua movimentação ofensiva e sólido entre defesa e ataque, marcou 14 gols e sofreu três nas últimas quatro partidas - média de 3,5 gols por jogo. Não tem o vigor e a plasticidade do Flamengo de Jorge Jesus, mas já chama atenção pela competitividade que o difere de Botafogo e Vasco.

Flamengo 3 x 0 Botafogo

Paulo Autuori saiu do Maracanã um pouco mais otimista com a possibilidade de o Botafogo ter um time competitivo para o Brasileiro. A postura do time nos primeiros 45 minutos do clássico, com os quatro homens de frente (Luís Henrique, Pedro Raul, Nazário e Luiz Fernando) marcando a saída de bola do Flamengo, surpreendeu até o português Jorge Jesus.

Mas o técnico rubro-negro sabe do poderio ofensivo do seu elenco e, dessa vez, Éverton Ribeiro fez o papel que coube a Gabriel no jogo de volta contra o Del Valle, no Maracanã: chamou o jogo, forçou as jogadas individuais e desmontou a linha média, onde Alex Santana e Caio Alexandre se destacavam.

E a partir do primeiro gol, marcado pelo próprio Éverton, o mental dos jogadores alvinegros foi para o espaço, atarantados pelo volume ofensivo do Flamengo. Essa é a parte que Autuori irá trabalhar, tomando o adversário como exemplo: a força cognitiva do time do Flamengo já é tão determinante quanto sua maior qualidade técnica.

Fluminense 4 x 0 Resende

No ano passado, o cortejado Fernando Diniz chegou a fazer do Fluminense a segunda força do futebol carioca. Mas perdeu o passo na medida em que o time diminuía a força ofensiva com a saída de jogadores de frente e aumentava o número de chances de gols perdidos.

Odair Hellmann já conseguiu remontar o grupo e hoje tem um coletivo forte e bem treinado, com o ataque mais positivo (21 gols em oito jogos) e a defesa menos vazada (três sofridos).

Volta redonda 0 x 0 Vasco

Insisto: a falta de um bom comando executivo, camuflado em 2019 pela onipresença de Vanderlei, é a cada dia mais latente no Vasco, e responsável pelo mau momento do time.

Falta clareza no planejamento estratégico e competência na montagem de um elenco tão jovem quanto pobre. O Vasco tem a metade do número de gols marcados pelo Boavista e isso não é culpa de Abel Braga - que se mostra a cada dia mais desmotivado e sem solução.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Os “imorríveis”

“Os heróis do tri, apesar de serem considerados 'patrimônios nacionais e imorríveis', podem ser encontrados perdidos e filmados em qualquer esquina. Deprimidos, bêbados, loucos, mas com o coração …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Convicção e necessidade...

A precoce efetivação do auxiliar Ramon Menezes como técnico do Vasco, em substituição a Abel Braga, é apenas mais um caso do dilema que marca os dirigentes brasileiros na hora de escolher o novo …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Antônio Lopes e Zé Ricardo

José Luís Moreira, o recém nomeado vice-presidente de futebol do Vasco, já tem na cabeça o novo organograma para o principal departamento do clube. E a novidade é a presença de um diretor técnico …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

E a cota-parte?

A CBF homologou ontem o período de 20 dias de férias coletivas no futebol brasileiro, mas ainda não se manifestou quanto à ajuda solicitada pela Comissão Nacional dos Clubes (CNC) na semana passada. …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Imortal...

Vou me permitir sair um pouco da discussão em torno da pandemia que nos confina para descer a um particular que me veio a mente na terça-feira (24), data que marca os 27 anos da despedida de Roberto …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

O medo do colapso

Os transtornos econômicos gerados pela paralisação do futebol trouxeram apreensão aos clubes brasileiros. E os primeiros a sentirem o baque são os que fizeram planejamento de fluxo de caixa baseado …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões...

O futebol vai parar em todo o País, o que já ocorre nos quatro cantos do mundo, e a discussão agora é saber qual será a rotina nos clubes. Há quem fale em antecipação das férias de final de ano, e há …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A bola fora...

Mundo afora, entre todas as formas encontradas pelas autoridades esportivas para dar sequência ao calendário futebolístico, a pior delas é justamente essa de realizar uma partida de futebol com os …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A missão de Autuori

Ficará a cargo de Paulo Autuori a missão de escolher o nome do profissional que irá exercer a função ocupada por Valdir Espinosa desde dezembro. A comissão executiva do futebol alvinegro entendeu …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

O drama vascaíno

As principais referências do elenco do Vasco se reuniram com Abel Braga na tarde de segunda-feira (9) em busca de maior entendimento sobre o sistema de jogo idealizado pelo técnico. E isso me parece …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados