search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Minhas impressões
Gilmar Ferreira
Gilmar Ferreira

Gilmar Ferreira


Minhas impressões

Nenhum dos quatro primeiros clássicos do Estadual do Rio serviu para aferir o quanto os times estão prontos para serem cobrados pela qualidade do futebol que produzem.

Mas, cá pra nós: alguém esperava que fosse diferente, com os times ainda em fase de recuperação do espírito competitivo? Talvez o jogo mais próximo do padrão que se espera de um clássico tenha sido o 1 a 0 do Fluminense sobre o sub-21 do Flamengo, na quarta rodada.

Por isso, o Fla-Flu da semifinal de quarta-feira nos soa como abertura real da temporada. Apesar de os tricolores jogarem por empate, os rubro-negros de Jesus têm a excelência coletiva.

Fluminense 3 x 0 Botafogo
A derrota que levou a cabeça de Alberto Valentim para a guilhotina não necessariamente evidenciou a superioridade de um time sobre o outro. Mas que o trabalho de Odair Hellmann está em estágio mais adiantado do que o do seu companheiro de profissão.

E é justamente aí, neste ponto, que os alvinegros escoram a discutir sobre a continuidade do trabalho. Nas mãos do campeão carioca de 2018, o Botafogo não conseguiu uma identidade.

Com Barroca, por exemplo, em dois jogos já se sabia o que esperar do time: posse de bola, controle de jogo e ocupação do espaços. Como podemos ver no Fluminense de Odair: marcação forte, pressão no homem da bola e saída em contra-ataques rápidos.

Fica cada vez mais evidente que a preparação tricolor visou a construção de um sistema que fizesse do veterano Nenê o diferencial do time. Deu certo!

Flamengo 2 x 0 Madureira

Jorge Jesus fez dos dois últimos jogos dessa fase classificatória do turno meros amistosos para o ensaio coletivo.

O time, agora como uma dupla de zaga mais veloz e excelentes opções de ataque, tem mais energia e repertório. Corre mais, o tempo todo e sem perder a qualidade técnica.
Não houve ainda um teste que aferisse o eficácia do sistema defensivo como um todo, em especial a cobertura dos laterais, mas a intensidade e o volume são de impressionar.

Portuguesa 2 x 3 Vasco

O confronto em Bacaxá não deu a Abel as respostas que precisa para a definição de uma base. Mas serviu para Germán Cano melhorar a sua autoconfiança e se consolidar como homem de referência.

O argentino já tem três gols em cinco partidas e os companheiros já o reconhecem como peça estratégica. Mas falta muito para ser percebido como um time competitivo...

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Gilmar Ferreira

O risco calculado

Os clubes do Rio de Janeiro deram mais um passo para o reinício do Carioca. E, ao que tudo indica, a ideia de fazer a bola rolar em maio já não habita apenas o imaginário de Rubens Lopes, o president…


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Costura carioca...

A situação econômica dos grandes clubes cariocas, com exceção do Flamengo, é realmente muito delicada — a dos chamados pequenos, então, nem se fala. Por isso, e por interesses particulares da própria …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Aspirantes em perigo

A falta de receitas para a manutenção de elenco numeroso e a difícil disputa por datas no segundo semestre do calendário do futebol brasileiro ameaça seriamente a disputa do Campeonato Nacional de …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Os “imorríveis”

“Os heróis do tri, apesar de serem considerados 'patrimônios nacionais e imorríveis', podem ser encontrados perdidos e filmados em qualquer esquina. Deprimidos, bêbados, loucos, mas com o coração …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Convicção e necessidade...

A precoce efetivação do auxiliar Ramon Menezes como técnico do Vasco, em substituição a Abel Braga, é apenas mais um caso do dilema que marca os dirigentes brasileiros na hora de escolher o novo …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Antônio Lopes e Zé Ricardo

José Luís Moreira, o recém nomeado vice-presidente de futebol do Vasco, já tem na cabeça o novo organograma para o principal departamento do clube. E a novidade é a presença de um diretor técnico …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

E a cota-parte?

A CBF homologou ontem o período de 20 dias de férias coletivas no futebol brasileiro, mas ainda não se manifestou quanto à ajuda solicitada pela Comissão Nacional dos Clubes (CNC) na semana passada. …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Imortal...

Vou me permitir sair um pouco da discussão em torno da pandemia que nos confina para descer a um particular que me veio a mente na terça-feira (24), data que marca os 27 anos da despedida de Roberto …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

O medo do colapso

Os transtornos econômicos gerados pela paralisação do futebol trouxeram apreensão aos clubes brasileiros. E os primeiros a sentirem o baque são os que fizeram planejamento de fluxo de caixa baseado …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões...

O futebol vai parar em todo o País, o que já ocorre nos quatro cantos do mundo, e a discussão agora é saber qual será a rotina nos clubes. Há quem fale em antecipação das férias de final de ano, e há …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados