search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Mesmo com liberação, Botafogo segue sem data para voltar aos treinos

Esportes

Publicidade | Anuncie

Esportes

Mesmo com liberação, Botafogo segue sem data para voltar aos treinos


Apesar de ter aceitado o termo que garante a volta plena dos clubes cariocas aos treinamentos a partir da próxima segunda-feira (1º), o Botafogo não deverá colocar o plano em prática. Segundo Carlos Augusto Montenegro, integrante do comitê executivo de futebol, o time alvinegro seguirá respeitando as autoridades sanitárias e não tem qualquer pressa para retomar as atividades.

Segundo ele, a posição do Botafogo é bem clara desde o início da pandemia do novo coronavírus e não houve uma mudança de postura. Montenegro afirma que são dois assuntos diferentes e explicou a situação.

"As pessoas precisam ter calma e entender bem as coisas. Uma coisa é os clubes estarem liberados para voltarem aos treinamentos. Outra coisa é o Botafogo decidir que vai voltar a treinar. Não sei te dizer quando o Botafogo vai retomar as atividades, isso ainda será decidido em conjunto e internamente", disse Montenegro à reportagem.

O time alvinegro seguirá respeitando as autoridades sanitárias e não tem qualquer pressa para retomar as atividades. (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
O time alvinegro seguirá respeitando as autoridades sanitárias e não tem qualquer pressa para retomar as atividades. (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

Em entrevista coletiva nesta segunda (25), o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos), não "bateu o martelo" sobre a volta do Campeonato Carioca no dia 14 de junho, como sugeriram os clubes em reunião realizada na véspera (24) com a autoridade. O político condicionou o retorno da competição à curva de casos no mês em questão.

"Nós propusemos (voltar a ter em) julho os jogos sem torcida, mas eles (clubes) pediram primeiro para verificar a curva em meados de junho. Se será na segunda quinzena de junho ou não (a volta do Carioca), isso ainda não podemos prometer, porque tem que ser de acordo com as curvas (de casos de Covid-19) de meados de junho. Segundo nossos técnicos, a curva chegará a 0.1 ou 0.0, porém temos que esperar a confirmação", declarou.

A grande ressalva em toda essa questão que envolve a volta do futebol carioca é o fato de Botafogo e Fluminense deixarem explicitamente que estão contra o retorno nos moldes e datas que as autoridades sugerem, inclusive não tendo participado das reuniões.

O clube tricolor, aliás, emitiu mais uma nota oficial na manhã desta segunda em tom de protesto. No domingo, em participação no Sportv, o presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, alfinetou o que Crivella chamou de "treino de fisioterapia com bola":

"Essa nota (da prefeitura) fala em treino de fisioterapia com bola. Com todo respeito, o Muricy (Ramalho) está aí, o Paulo Nunes também... Isso é para inglês ver. As pessoas vão treinar com bola, vão fazer coletivo, não vai ter ninguém filmando o CT. Fisioterapia com bola? Pelo amor de Deus. Está se ultrapassando todos os limites nesse momento."


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados