search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Mensalidades de escolas terão reajuste de até 8,11%

Notícias

Publicidade | Anuncie

Cidades

Mensalidades de escolas terão reajuste de até 8,11%


O bolso das famílias que vão fazer a matrícula ou rematrícula dos filhos em escolas particulares no Estado, já a partir deste mês, deve ficar mais pesado, com diversos reajustes previstos para o ano letivo de 2022.

Instituições abrem período de matrículas e rematrículas para 2022 com índices variados de aumento na mensalidade (Foto: Arquivo / AT)Instituições abrem período de matrículas e rematrículas para 2022 com índices variados de aumento na mensalidade (Foto: Arquivo / AT)

Em alguns casos, o aumento da mensalidade chega a ser de 8,11%, como na Escola Adventista de Vitória, na capital. Já no Colégio Pio XII, em Vila Velha, por exemplo, o reajuste estipulado é de 6,5%.

Mas, com a intenção de atrair alunos, também já é prevista uma oferta de descontos, a exemplo do Centro Educacional Sonho Meu (CESM), em Cariacica, que vai aplicar um reajuste de 8%.

Quem fizer a matrícula no CESM até o próximo dia 30 ganhará desconto de 30%.

Presidente do Sindicato das Empresas Particulares de Ensino do Espírito Santo (Sinepe), Moacir Lellis explica que esse aumento deve ser observado na maioria das escolas, devido aos altos índices da inflação e a necessidade que elas tiveram de se modernizar durante a pandemia, gerando mais custos.

“Mesmo que elas tenham economizado em água, energia, etc, durante o home office, precisaram investir em tecnologia, que tem um custo muito maior”, explica.

Moacir Lellis lembra ainda que cada colégio pode decidir livremente sobre o aumento com base nas suas despesas administrativas.

Para evitar cobranças abusivas, o coordenador do Procon de Cariacica, Elberson de Lima Cabral, orienta que os pais solicitem, na hora da matrícula, uma planilha de custos com as devidas justificativas para o reajuste.

“De acordo com a Lei 9.870, promulgada em 1999, as escolas precisam apresentar a comprovação dos números que embasaram o reajuste. Além disso, devem divulgar amplamente esses dados até 45 dias antes da finalização das matrículas”, afirma.

A gerente do Procon de Vitória, Denise Izaita, esclarece que, em caso de descumprimento dessas medidas, é possível denunciar o estabelecimento para os órgãos competentes. “Se alguma irregularidade for detectada, a escola pode ser multada ou até mesmo fechada”, ressalta.


SAIBA MAIS


Maioria deve ter aumento

Equilíbrio das contas

  • Cada escola tem autonomia para definir se aplicará, ou não, um reajuste nas suas mensalidades em 2022, de acordo com o Sindicato das Escolas Particulares do Espírito Santo (Sinepe).
  • Mas a previsão é que a maioria das instituições aplique um aumento, devido aos altos índices da inflação e os gastos feitos com a digitalização das salas de aula.

Na Grande Vitória

  • No Centro Educacional Sonho Meu (CESM), haverá reajuste de 8% nas mensalidades. Porém, quem fizer a matrícula até o dia 30 deste mês ganhará desconto de 30% nas parcelas combinadas.
  • No Colégio Pio XII, o reajuste estipulado é de 6,5% para 2022.
  • Já no Colégio Adventista de Vitória, será de 8,11%, enquanto na Escola Adventista da Serra, de 5%.
  • Outras escolas, como Darwin, Marista, Sagrado Coração de Maria, Escola da Ilha, Crescer PHD e São Domingos, ainda não definiram se haverá reajuste na mensalidade.

Fonte: Instituições citadas.