search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Menos cortes e mais cultura
Tribuna Livre

Menos cortes e mais cultura

A cultura faz parte da estrutura identitária de um povo. É o elo de pertencimento do indivíduo com a coletividade, e deve ser tratada como política pública, de matriz constitucional.

Se depender dos poderes públicos, motivos não faltam para que nós produtores culturais estejamos pessimistas quanto a vários aspectos da cultura em 2020. Mas, por outro lado, confiamos na criatividade dos muitos agentes culturais, que batalham pela cultura. Os artistas, os escritores, e o público em geral. Assim enfrentaremos esta situação.

É muito triste ver o templo maior da cultura capixaba, o Teatro Carlos Gomes, referência para os mais importantes artistas locais e nacionais, que se apresentaram na capital do Estado, se manter fechado por tanto tempo.

Ouvimos dizer que o governo vai iniciar a reforma necessária e tão esperada.

Torcemos que se concretize, e que possamos ter, ainda neste ano, nosso teatro maior vivo. Que voltemos a ter grandes produções encenadas aqui. Esperamos também que diversas manifestações artísticas possam ser produzidas e consumidas pelos capixabas e visitantes.

Teremos, neste ano, o retorno dos debates eleitorais municipais, momento de se perceber o quanto a cultura deveria ser prioridade numa gestão pública, mas não é. Pautados em discursos superficiais e improvisados, muitos candidatos não conseguem uma comunicação eficiente com seu eleitorado.

Conhecer as demandas de todas as áreas da cidade é fundamental, incluindo a cultura. A extinção do Ministério da Cultura (MinC), fora de qualquer projeto político, em um cenário de grave crise política, inaugurou uma série de dilemas enfrentados pelos agentes de cultura em 2019. A ofensiva contra a arte dita “degenerada” revelou cenário no qual os artistas foram alçados à categoria de inimigos.

Promessa de campanha, o desmonte protagonizado pelo presidente Bolsonaro traduz a decadência do diálogo e a exaltação da intolerância como moedas das relações.

Cenário horripilante, o mesmo País que testemunhou há um ano o extermínio de um importante ministério, encerrou dezembro em meio às cinzas do atentado à bomba direcionado ao escritório do grupo de arte Porta dos Fundos.

Qualquer diálogo básico com quem sobrevive diretamente na área evidencia um misto de preocupação, revolta e até esperança. Enquanto os escombros do MinC sobrevivem como “puxadinho” do Ministério do Turismo, censura e cortes no investimento sinalizam pessimismo.

Precisamos, mais que nunca, nos manter otimistas e perseverantes. Nunca o Brasil foi tão respeitado cinematograficamente, com obras a todo instante fazendo parte de grandes festivais. É esta ingestão de autoestima que precisamos dar ao nosso povo, para que tenhamos orgulho de nós mesmos.

O coletivo é muito importante, para nos conhecermos e compartilharmos trabalhos e informações. Hoje mais do que nunca cultura é, e a arte em especial, lugar de resistência. Cultura nos une e fortalece!

Manoel Goes Neto é presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Vila Velha e diretor no IHGES

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

A sabedoria do planejamento na empresa e na vida privada

Com a globalização, inovações tecnológicas, políticas econômicas restritivas e inúmeras variáveis que afetam as empresas e nós individualmente, temos de intensificar a utilização da mais nobre das …


Exclusivo
Tribuna Livre

Lei de abuso de autoridade e a independência da magistratura

Está em pleno vigor a Lei nº 13.869, de 5 de setembro de 2019, que “define os crimes de abuso de autoridade, cometidos por agente público, servidor ou não, que, no exercício de suas funções ou a …


Exclusivo
Tribuna Livre

Reforma tributária com justiça fiscal é o novo desafio do Brasil

No passado, os choques do petróleo (1973 e 1979) fizeram muito mal à economia brasileira, pois o País era um grande importador e não possuía uma situação externa favorável. Atualmente, por conta das …


Exclusivo
Tribuna Livre

Educação financeira é aliada no combate ao endividamento

Dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) indicam que cerca de metade dos brasileiros (48%) tiveram o CPF negativado em pelo menos …


Exclusivo
Tribuna Livre

É tempo de falar e debater a sexualidade na adolescência

A campanha lançada pelo Governo Federal de prevenção à gravidez adolescente, “Tudo tem seu tempo”, tem como principal mensagem a abstinência sexual como método contraceptivo. No entanto, é possível …


Exclusivo
Tribuna Livre

Carnaval tem raízes psicológicas, sociais e culturais

O Carnaval é uma grande festa popular, vivenciada na alma do povo, revelando profundos sentimentos. As músicas de Carnaval e os sambas de enredo das escolas de samba, elaborados por verdadeiros …


Exclusivo
Tribuna Livre

A inteligência emocional e as tempestades que enfrentamos

As chuvas e enchentes que castigaram nosso Estado, neste começo de ano, podem servir de inspiração para analisarmos as tempestades de nossas vidas e a maneira com que lidamos com elas. Há mais …


Exclusivo
Tribuna Livre

Coronavírus se espalha na velocidade de trem-bala e avião

Nenhuma pandemia espalhou tanto terror quanto a peste negra, doença transmitida a humanos por pulgas de ratos portadores da bactéria Yersinia pestis, que matou mais de 20% da população mundial, entre …


Exclusivo
Tribuna Livre

Rios do Espírito Santo vão de protagonistas a vilões

Os rios, como vias de acesso, foram importantíssimos na formação de dezenas de cidades capixabas, assim como o mar foi a via transitável para que os primeiros colonizadores aqui aportassem. Até …


Exclusivo
Tribuna Livre

Candidatos a prefeito vão enfrentar o desemprego

São 12 milhões de desempregados no País. Um problemão que bate na porta dos governantes, mas essas batidas são sentidas mais severamente por várias famílias brasileiras, afligindo diferentes classes …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados