search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Menina de 2 anos morre ao engasgar com salsicha em berçário

Notícias

Publicidade | Anuncie

Internacional

Menina de 2 anos morre ao engasgar com salsicha em berçário


 (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Uma menina de dois anos morreu após se engasgar com um pedaço de salsicha enquanto almoçava em um berçário na cidade de Radlett, na Inglaterra. As informações são do Uol.

Apesar de ter sido levada às pressas para a UTI pediátrica de um hospital em Londres, Sadie Salt não reagiu aos cuidados médicos e morreu no final de semana. Ela era a caçula da família e tinha mais dois irmãos de 7 e 10 anos.

Os pais de Sadie, Adam e Zoe, reconheceram e agradeceram o trabalho "incrível" dos médicos, que tentaram salvar a criança de todas as formas. Os dois também criaram uma página de arrecadação de fundos, em "memória amorosa de sua princesa Sadie", para apoiar uma institutição de caridade que apoia crianças em estado crítico de saúde: a COSMIC.

Em apenas dois dias de doação, a campanha comovente já atraiu 35 mil libras, cerca de R$ 250 mil.

"Estamos com uma dor terrível enquanto sofremos a perda prematura de nossa filha e irmã, todavia o enorme apoio de amor de todos vocês foi esmagador. Estamos muito orgulhosos de dizer que ela foi capaz de ajudar outras pessoas doando órgãos vitais para vá em frente e salve vidas", agradeceram os pais de Sadie.

Amigos da família, Darren Ruback e Claire Nicole também se movimentaram e lançaram uma petição pela proibição das uvas e salsichas em berçários.

De acordo com eles, "as salsichas são conhecidas por seu formato desajeitado e pele dura, o que torna a mastigação ainda mais difícil para crianças pequenas". As uvas se enquadram na mesma categoria. Mais de 3 mil pessoas assinaram o documento.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados