search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Médica é acusada de agredir vizinho e ofender polícia

Notícias

Publicidade | Anuncie

Polícia

Médica é acusada de agredir vizinho e ofender polícia


Uma médica de 32 anos foi presa acusada de ter agredido os vizinhos, um homem de 72 anos e a esposa de 50. O crime teria acontecido por volta das 22h da noite de sexta-feira (31), no bairro Praia da Costa, em Vila Velha.

Militares foram acionados após um morador ouvir gritos de socorro vindo do apartamento das vítimas. Com a chegada da polícia, uma testemunha relatou relataram que estaria havendo uma briga entre vizinhos de apartamento.

Ao chegar no local da possível confusão, a médica foi encontrada alterada e nervosa. Segundo testemunhas, proferindo xingamentos e batendo fortemente na porta dos vizinhos.

Um idoso de 72 anos se apresentou à Polícia dizendo que havia recebidos socos no rosto após ter reclamado que o marido da médica estava com brincadeira de mau gosto com sua esposa, um mulher de 50 anos, até mesmo a beliscado.

O caso aconteceu na noite de sexta-feira (31) na Praia da Costa, em Vila Velha.  (Foto: Gabriel Lordello/ Mosaico Imagem)
O caso aconteceu na noite de sexta-feira (31) na Praia da Costa, em Vila Velha. (Foto: Gabriel Lordello/ Mosaico Imagem)

Sua esposa, por sua vez, também mostrou marcas no rosto e na boca que também teria recebido da médica, segundo testemunhas.

Diante dos fatos, militares convidaram os envolvidos à Delegacia, a médica teria se recusado e alegado que teria um parente Promotor de Justiça e que por este motivo não iria ser presa.

Após uma insistência da polícia, a mulher aceitou entrar na viatura com destino à delegacia, mas durante a ocorrência teria insultado os militares, chamando-os de ignorantes.

O delegado de plantão da Delegacia Regional de Vila Velha autuou a médica em flagrante por lesão corporal, desacato à autoridade e desobediência à ato legal.

Em seguida, ela foi encaminhada ao Centro de Triagem de Viana, porém mais tarde foi para o Centro Prisional Feminino de Cariacica.

O Conselho Regional de Medicina so Estado disse que primeiro, vai se informar sobre o ocorrido para, então, verificar o que cabe fazer.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados