search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Marido da prefeita afastada de Presidente Kennedy deixa a prisão

Notícias

Publicidade | Anuncie

Política

Marido da prefeita afastada de Presidente Kennedy deixa a prisão


Amanda Quinta, prefeita afastada de Presidente Kennedy. (Foto: Thiago Coutinho 12/05/15)
Amanda Quinta, prefeita afastada de Presidente Kennedy. (Foto: Thiago Coutinho 12/05/15)
José Augusto Paiva, marido da prefeita afastada de Presidente Kennedy, Amanda Quinta (sem partido), foi liberado na noite desta terça-feia (7) do presídio de Viana, onde cumpria prisão preventiva desde 8 de maio do ano passado, quando foi preso na operação Rubi, deflagrada pelo Ministério Público Estadual (MP-ES).

De acordo com o advogado Altamiro Thadeu, que o representa, José Augusto teria deixado o Centro de Detenção Provisória de Viana II entre as 20h30 e as 21 horas desta terça.

Ele, que era secretário de Desenvolvimento Econômico de Presidente Kennedy quando foi detido, é suspeito de integrar um esquema de fraude em licitações de limpeza e recebimento de propina no município, junto com a prefeita afastada e mais cinco pessoas.

Durante o flagrante, em meio a uma reunião na casa de Amanda e José Augusto, uma mochila com R$ 33 mil foi apreendida pelos agentes que atuavam na operação Rubi.

Operação Rubi

O que é
Investiga fraudes em licitações para contratação de empresa de limpeza pública nos municípios de Presidente Kennedy, Marataízes, Piúma e Jaguaré. O caso tramita sob sigilo.

O esquema
Dois empresários, donos da empresa vencedora dos certames, pagavam propina a agentes públicos, em troca de contratos com as prefeituras investigadas. A ex-funcionários da empresa foram ouvidos pelo Ministério Público e explicaram para os investigadores como a quadrilha operava.

A denúncia
O MP-ES denunciou sete envolvidos na Operação Rubi – a prefeita de Presidente Kennedy, o marido dela, um secretário municipal, dois empresários e outras duas pessoas – pelos crimes de organização criminosa, crime de responsabilidade da prefeita, corrupção passiva e ativa e falsidade documental.

As apurações iniciais da Operação Rubi apontam que os contratos de limpeza urbana e de transporte público com evidências contundentes de superfaturamento somam mais de R$ 150 milhões, quando analisado o período de 2013 a 2018.

A maior parte desse montante, R$ 105,7 milhões, é referente a contratos firmados entre quatro empresas investigadas e a Prefeitura de Presidente Kennedy.

O trabalho do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) prossegue com as análises dos materiais apreendidos e interrogatório dos investigados. Todos os envolvidos que foram alvo de busca e apreensão, mas não tiveram pedido de prisão solicitado pelo MP-ES, também serão ouvidos pelos promotores de Justiça do Gaeco.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados