search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Maia terá ainda mais poder, preveem líderes
Coluna do Estadão

Andreza Matais e Marcelo de Moraes


Maia terá ainda mais poder, preveem líderes

 (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Se quiser fazer avançar seu governo, Jair Bolsonaro terá de conviver em harmonia com um Rodrigo Maia ainda mais poderoso neste ano, avaliam líderes do Congresso. É o preço a ser pago pelo Presidente por não ter montado uma base de apoio clássica e sólida no Legislativo.
Após a divisão do PSL, a fidelidade total ao Planalto está hoje limitada a mais ou menos 30 parlamentares. Vão andar os pontos da agenda governista que coincidirem com a pauta econômica da Câmara Federal, o que não estiver em consonância, só no varejo, diz um desses líderes.

Nhami nhami. A estratégia do varejo tem entraves. O maior deles é a Casa Civil, desgastada sob o comando de Onyx Lorenzoni. O outro é a fome cada vez maior dos parlamentares por emendas. Um apetite inversamente proporcional à capacidade do governo de colocar comida na mesa.

Nome na lista... Entre os fiéis apoiadores de Jair Bolsonaro, não há pessimismo. Eles estão mapeando quem foram os parlamentares que mais votaram com o Planalto em 2019 para tentar uma aproximação.

...e pulseirinha. Outra estratégia será dar tratamento vip a relatores de projetos importantes para o governo e a presidentes de comissões especiais da Câmara e do Senado.

A conferir. Mais uma da série “ganha força o nome”: Marcos Pereira (SP), presidente do Republicanos, passou a ser cogitado para suceder Rodrigo Maia na presidência da Câmara dos Deputados.

Onde dói. Há preocupação no governo quanto ao Novo, parceiro do Planalto em 2019. As muitas e recentes caneladas de Bolsonaro na área das liberdades individuais e econômicas tem afastado do governo quadros do partido presidido por João Amoedo.

Relax. É perto de zero, porém, a chance de o Novo virar as costas para as pautas de Paulo Guedes.

Pulga. Os bolsonaristas podem ter problemas com a poderosa CCJ da Câmara. Bia Kicis (DF), fidelíssima ao Presidente, assumirá o comando da comissão, conforme acordo. Mas ela teme que seu tapete seja puxado pela ala do PSL controlada por Luciano Bivar (PE).

Fechado. André Quintão deverá mesmo ser o candidato do PT a prefeito de Belo Horizonte (MG), com a bênção de Patrus Ananias e Reginaldo Lopes.

Marcado. O ex-presidente Lula se encontrará esta semana com Marília Arraes para conversar sobre a disputa pela Prefeitura de Recife (PE). A tendência no Diretório Nacional do PT é de apoio à candidatura dela.

Lá vem. A regulamentação pelo Executivo federal das apostas esportivas estava prevista para março, mas deve atrasar mais um pouco. A consultoria jurídica da Economia avaliou que a medida precisa passar ainda pelo Ministério da Justiça para evitar brechas a práticas criminosas no texto final.

Colchão. Após consulta pública, a Economia mudou alguns pontos, dentre eles, o valor da reserva exigido pelo governo para o pagamento dos prêmios: triplicou para R$ 18 milhões.

Sem preconceitos. Para membros da equipe econômica, essa regulamentação é importante, pois pode abrir caminho para a legalização dos cassinos no País.


Pronto, Falei!

"Ela é de direita mas não é nazista: redução de danos. Na situação de desmonte total da cultura que estamos vivendo, ter Regina Duarte pode ajudar”

Paula Lavigne, empresária

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Coluna do Estadão

Guedes vira antítese de Moro e de Mandetta

Militares do governo auxiliares diretos de Jair Bolsonaro se dizem bem impressionados com Paulo Guedes. Acham que o comportamento do ministro, mesmo com o cheiro do óleo quente cada vez mais …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Sinal amarelo nas eleições municipais

Analistas políticos, dirigentes partidários, autoridades da Justiça e candidatos começaram a ficar preocupados com a campanha eleitoral deste ano no País. Os três principais fatores: a pressão …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Parecer indica brecha para eleição das Casas

Até adversários de Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre viram na manifestação da AGU sobre a ação questionando a reeleição para o comando da Câmara e do Senado um atalho para a dupla do DEM se manter no …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Setor de eventos ainda esquecido por governos

Apesar de representar 5% do PIB nacional e empregar mais de 12 milhões de profissionais diretos e indiretos, o mercado de eventos está abandonado pelo poder público. Paralisado desde março e sem …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Renovação ainda em alta, indica pesquisa

A dois meses do primeiro turno das eleições, partidos tentam se balizar em um cenário de incertezas. Pesquisa realizada pelo Instituto Locomotiva, em parceria com a escola de formação do …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Celso Russomanno e a agenda de Bolsonaro

Jair Bolsonaro apresentou uma agenda básica a Celso Russomanno para a eleição na capital paulista. O presidente gostaria de ver o deputado do Republicanos, se ele mantiver a decisão da candidatura …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Pauta verde ainda fora das eleições municipais

No momento em que o debate ambiental e sustentável cresce no mundo e pressiona o Brasil, a pauta verde, por enquanto e infelizmente, está fora das prioridades da maior parte dos candidatos nas …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Fux mantém controle sob juiz das garantias

Antes de tomar posse na presidência do Supremo, Luiz Fux determinou a inclusão em pauta das ações diretas de inconstitucionalidade (Adins) referentes ao juiz das garantias, bandeira da advocacia, …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Os alicerces para a candidatura de Doria

A escolha do vereador emedebista Ricardo Nunes para ser o vice de Bruno Covas na eleição deste ano em São Paulo finca alicerces para a construção da aliança entre PSDB, MDB e DEM em torno da …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Luiz Fux: Lava a Jato e “sentimento” do povo

Para além das frases salutares, porém, muitas vezes óbvias e obrigatórias (a defesa da democracia e da independência entre os Poderes), o discurso de Luiz Fux ao tomar posse na presidência do Supremo …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados