search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Maia “esquece” acordo e já articula sua sucessão
Cláudio Humberto
Cláudio Humberto

Cláudio Humberto


Maia “esquece” acordo e já articula sua sucessão

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, já esqueceu o acordo que fez há um ano no apartamento paulistano do presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI), para apoiar o deputado Arthur Lira à sua sucessão, no início de 2021, e articula três opções diferentes.

Dois deles foram ministros de Dilma investigados por corrupção: Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) e Fernando Bezerra Filho (MDB-PE). Outro que supõe contar com apoio de Maia é Baleia Rossi (SP), presidente do MDB.

Saiu e ajudou
Há um ano, Arthur Lira saiu da disputa e ainda garantiu a Maia os votos do MDB e PTB, liquidando a pretensão de Fabio Ramalho (MDB-MG).

Momento certo
Lira admite o sonho de presidir a Câmara, “como todo deputado”, mas afirma que o seu partido decidirá sobre o assunto “no momento certo”.

Apoio esperado
Líder do PP, Arthur Lira parece tranquilo em relação ao presidente da Casa: “Apoio de Rodrigo Maia é importante e espero contar com ele”.

Ciúmes de você
Por seu protagonismo no plenário, como fiel da balança nas decisões mais importantes, Arthur Lira acabou despertando os ciúmes em Maia.

DPVAT vira caso de polícia, mas Toffoli silencia
Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli mandou dizer que não comentará a grave revelação de auditoria nas contas da Seguradora Líder, que controla o DPVAT, sobre pagamentos suspeitos a pessoas ligadas a ministros da própria Corte, além de políticos do Congresso e integrantes do governo, entre os anos de 2008 e 2017. Os pagamentos milionários por “serviços prestados” dos quais mal se recordam. A auditoria foi realizada pela empresa de consultoria KPMG.

‘Não há o que comentar’
A assessoria de Toffoli informou que “o relatório menciona ex-assessor e datas em que ele já não trabalhava mais no gabinete do ministro”.

Relações promíscuas
O relatório cita possíveis relações promíscuas que sugerem eventual estratégia do DPVAT de obter decisões favoráveis das autoridades.

Ganhos pornográficos
Um cartel de seguradoras controla há décadas o seguro obrigatório de veículos, rateando o faturamento pornográfico anual de R$ 41 bilhões.

Lorota de malandro
Distribuidoras/atravessadoras de combustíveis agora “plantam” em jornalões a mentira de que a venda direta de etanol, pelas usinas, aos postos custaria até R$ 3 bilhões ao governo federal. É lorota.

Corrupção não merece troféu
No dia em que o documentário em defesa de Dilma, Lula e o PT foi indicado ao Oscar, a Associação de Delegados da Polícia Federal (ADPF) foi às redes sociais para reforçar que “o enfrentamento à corrupção é uma pauta prioritária para a PF”.

Mamata chega ao fim
A administração de Itaipu promete encerrar até sexta (17) as atividades do escritório em Curitiba, a 650 km da sede da usina. O fechamento começou em julho, mas foi interrompido pela Justiça do Trabalho.

Para evitar o calote
A ideia do ministro Bruno Dantas, do Tribunal de Contas da União (TCU), é defendida pelo ministro Tarcísio Freitas (Infraestrutura): fazer empresas sob acordos de leniência concluir obras públicas inacabadas. Para Dantas, isso evitaria o anunciado calote dos acordos de leniência.

For State Representative
Brasileiros se mobilizam na Flórida pela campanha do conterrâneo Silmo Moura para deputado. O brasileiro que tenta fazer política nos Estados Unidos é filiado ao Partido Republicano, de Donald Trump.

Economizar é preciso?
Após horas em um bimotor Hércules entre Punta Arenas e a base aérea do Chile, nesta terça (14), o vice Hamilton Mourão merecia um helicóptero, mas, por medida de economia, viajará em um navio por 3 horas, até as proximidades da Estação Antártica Comandante Ferraz.

Chá de sumiço
Está fechado o gabinete de Wilson Santiago (PTB-PB), vasculhado pela polícia por ordem do ministro Celso de Mello, do STF. Afastado do mandato, ele não deve retornar. Mas na Câmara tudo é possível.

Um marco
A nova da Estação Antártica, sete anos após o incêndio que a destruiu, é um marco nos 38 anos de presença do Brasil no continente gelado. E um elogio merecido a grandes pesquisadores brasileiros e à Marinha.

Pensando bem...
...Bolsonaro colocou Mourão numa fria.

Poder sem pudor

Santo trote
O deputado Padre Nobre tomava banho de imersão todo final de tarde, com direito a sais e espuma. Seu colega Nelson Thibau (MDB-MG) fez uma brincadeira: telefonou durante o banho dizendo ser o arcebispo de Brasília na época, dom José Newton. O padre-deputado só descobriria o trote no dia seguinte. Ficou furioso. Após alguns dias, tocou o telefone de novo: “Aqui é dom José Newton, Padre Nobre”. O homem gritou e desligou com raiva: “Vá arrumar o que fazer, vagabundo!”
Levou tempo até que ele conseguisse o perdão do arcebispo: Dom José Newton simplesmente não entendia o porquê da malcriação ao telefone.

Colaboram: André Brito e Tiago Vasconcelos

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Cláudio Humberto

Centrão nega “compromisso” para derrubar veto

O deputado Arthur Lira (PP-AL), líder do PP e do “centrão”, negou ontem compromisso de participar da articulação para derrubar o veto do presidente Jair Bolsonaro à prorrogação da desoneração da …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Maia não mexe nos juros criminosos dos cartões

Os juros criminosos das administradoras dos cartões de crédito chegam até a 600% ao ano, mas ninguém é enquadrado em crime de usura e a prática extorsiva ainda ganhou a proteção do presidente da …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Brasil reage e pode retaliar hostilidade da Noruega

A Noruega está na mira do governo pelas hostilidades ao Brasil, sob argumentos falaciosos. A hipocrisia norueguesa é conhecida: acusa o Brasil de “destruir a Amazônia”, para pretextar o boicote aos …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Governo decide reagir a falácias sobre Amazônia

O governo deve abandonar a atitude passiva e reagir, no mesmo tom, aos ataques e ou ameaças de boicote produtos brasileiros sob argumentos distorcidos ou até falaciosos sobre a Amazônia. “Chegou no …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Ação sobre dossiê prosperou mesmo sem prova

O suposto dossiê sobre servidores militantes de partidos de oposição, atribuído ao Ministério da Justiça, já estaria no campo da “fake news” se o “vale-tudo” não estivesse em vigor, no Supremo …


Exclusivo
Cláudio Humberto

“PEC do Fraldão” amplia idade-limite para o STF

Movimenta os bastidores de Brasília um conchavo ousado, que oscila entre o “sonho” e o golpe institucional, para aprovação de uma “PEC do Fraldão”, ampliando de 75 para 80 anos a idade-limite de …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Achou pouco? Moraes presidirá a eleição de 2022

Indignados com Alexandre de Moraes, que no Supremo Tribunal Federal (STF) tem anulado atos do presidente, processado seus seguidores e até cancelado o direito deles à liberdade de expressão, …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Ex-ministro culpa Fachin pela morte de Meurer

O deputado Ricardo Barros (PP-PR), que foi relator da Lei de Abuso de Autoridade, culpa Edson Fachin, ministro do Supremo Tribunal Federal, pela morte do ex-deputado Nelson Meurer na prisão, vítima …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Era Toffoli no Supremo ressuscitou o “cala-boca”

Verdadeiro mestre no relacionamento, acessível e simpaticão, apesar do discurso frequente em defesa dos direitos do cidadão, Antonio Dias Toffoli caminha para o fim da sua presidência do Supremo …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Nos EUA, planos premiam clientes. Já no Brasil...

Um casal de brasileiros, que reside nos Estados Unidos, tomou susto ao renovar o seguro de saúde: a empresa decidiu reduzir em 30% sua parcela mensal, segundo relatou à coluna. Fidelização e …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados