search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Lições da pandemia
Claudia Matarazzo
Claudia Matarazzo

Claudia Matarazzo


Lições da pandemia

Não vamos falar da finitude, de nossos medos, nem da angústia de ver nossas vidas em risco graças ao total despreparo, da boçalidade e pura teimosia dos titulares de nosso “desgoverno” – que poderiam ter feito alguma diferença, tivessem eles um mínimo de senso de humanidade e honra.

Tirando a tragédia de milhares de vidas ceifadas, vale pensar em algumas lições aprendidas neste período histórico e tenebroso que estamos vivendo.

Podemos fazer (quase) tudo a distância – Percebemos que o tal comércio online funciona melhor do que se imaginava. A formação acadêmica ainda será um problema, mas por falta de estrutura e vontade política, e não é inviável.

A tecnologia é nossa amiga – As lives fazem companhia, os canais de Youtube ensinam, os aplicativos facilitam a comunicação.

Pressa é uma doença – Aquela pressa deu lugar a uma sensação de que podemos, sim, deixar alguma coisa para o dia seguinte – e até para a próxima semana. Aprendemos a priorizar.

Melhor percepção da natureza – Eu, que nunca tive dedo bom com plantas, de repente, comecei a insistir em mais vasos, horta em casa, etc. E não é que, cuidando, observando e cultivando sem pressa, elas respondem bonitinho?

Descobrimos novos talentos – Duvido que alguém tenha passado por tudo isso sem descobrir que sabia fazer algo que sequer imaginava gostar antes da pandemia. Até os mais desanimados aprenderam a cozinhar, costurar, pintar, ajudar os outros... tantas possibilidsdes dentro da gente, mas sempre ofuscadas pela maldita pressa, por ruidos que nos ensurdeciam para os sussurros da alma.

Pode ser fácil – Tanta coisa parecia tão difícil e depois foi se acomodando! A casa limpa sem ajuda, as crianças em casa, o/a companheiro/a junto. Não foi fácil, mas, não é mais tão difícil assim.

Descobrimos quem é quem – Desvendamos o caráter de um por um dos amigos e familiares mais próximos. Apesar de algumas surpresas desagradáveis, tivemos outros gratos resgates – eu, pelo menos, tive!

Outro olhar para o companheiro/a – Ainda não está dita a última palavra, e relacionamentos ruins não iriam sobreviver mesmo. Mas, muitos que vivem casamentos estáveis relatam terem tido surpresas boas e vínculos fortalecidos.

Como disse, não fosse tanto “desgoverno” e a tragédia global da pandemia, poderia dizer que esse estranho e implacável intervalo de tempo pode ter servido para acertar vários ponteiros internos da humanidade. Ou viajei?!

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Dicas para acertar no currículo!

Mandar o currículo não basta, mas ajuda muito se ele estiver no ponto certo de apresentação e com as informações organizadas de forma a chamar a atenção. Como está tudo muito difícil, não custa …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Farofa, farinha ou paçoca?

O título, claro, é uma provocação, uma vez que a farofa é feita com farinha e a farinha é a base de um sem-número de delícias da nossa gastronomia. Já paçoca é uma variação do nome da farofa: no …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Privacidade, um resgate urgente!

Na era dos reality shows e das redes sociais, falar em privacidade é uma ousadia, bem sei. Mas, é necessário. O conceito é bem conhecido dos verdadeiramente elegantes. Pena que, a cada dia, sejam …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

“Sofagate”, a gafe diplomática

O vídeo correu o mundo: políticos, feministas, cerimonialistas e mulheres de todo o planeta o analisaram com diferentes interpretações. Nele, um encontro entre a presidente da Comissão Europeia, …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Autossabotagem na pandemia

Só mesmo a autossabotagem para explicar a enxurrada de sentimentos contraditórios que vem nos afligindo nesta pandemia. Ok, o momento é delicado, estamos todos fartos de notícias ruins, mas nada – …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Histórias de violência no paraíso

Mergulhada que estou na História do Brasil, para um novo livro de receitas regionais e o “como comer e servi-las”, fiz uma imersão na obra “ História da Gente Brasileira”, da fantástica historiadora …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Festa de criança após pandemia

Diga que sou mal-humorada, mas, se tem uma coisa que no pós-pandemia, vou adorar ver mudar para a versão mais enxuta – e sem aglomeração – serão as festas infantis. Sempre fugi desses micos o …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Regras de etiqueta em tempos de mudanças

Muita gente me pergunta se, com a rapidez das mudanças, ainda se usa isso ou aquilo e se é preciso prestar atenção em “etiqueta”. Calma! Etiqueta ajuda sempre – e nunca faz mal. Ela simplifica e …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

A mulher e as cafajestadas

Na coluna da semana e do mês da mulher, vamos falar sobre homens – e você logo entenderá o motivo. Há uma frase anônima que diz “existem os cafajestes e existem os homens”. Verdade, embora acrescente …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Viagens pós-pandemia

Você já pensou para onde quer ir assim que puder viajar sem tantos protocolos de segurança e já vacinado? Aposto que sim, como muita gente. E fico meio danada ao ouvir de tanta gente que não vê a …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados