search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Lições da pandemia
Claudia Matarazzo
Claudia Matarazzo

Claudia Matarazzo


Lições da pandemia

Não vamos falar da finitude, de nossos medos, nem da angústia de ver nossas vidas em risco graças ao total despreparo, da boçalidade e pura teimosia dos titulares de nosso “desgoverno” – que poderiam ter feito alguma diferença, tivessem eles um mínimo de senso de humanidade e honra.

Tirando a tragédia de milhares de vidas ceifadas, vale pensar em algumas lições aprendidas neste período histórico e tenebroso que estamos vivendo.

Podemos fazer (quase) tudo a distância – Percebemos que o tal comércio online funciona melhor do que se imaginava. A formação acadêmica ainda será um problema, mas por falta de estrutura e vontade política, e não é inviável.

A tecnologia é nossa amiga – As lives fazem companhia, os canais de Youtube ensinam, os aplicativos facilitam a comunicação.

Pressa é uma doença – Aquela pressa deu lugar a uma sensação de que podemos, sim, deixar alguma coisa para o dia seguinte – e até para a próxima semana. Aprendemos a priorizar.

Melhor percepção da natureza – Eu, que nunca tive dedo bom com plantas, de repente, comecei a insistir em mais vasos, horta em casa, etc. E não é que, cuidando, observando e cultivando sem pressa, elas respondem bonitinho?

Descobrimos novos talentos – Duvido que alguém tenha passado por tudo isso sem descobrir que sabia fazer algo que sequer imaginava gostar antes da pandemia. Até os mais desanimados aprenderam a cozinhar, costurar, pintar, ajudar os outros... tantas possibilidsdes dentro da gente, mas sempre ofuscadas pela maldita pressa, por ruidos que nos ensurdeciam para os sussurros da alma.

Pode ser fácil – Tanta coisa parecia tão difícil e depois foi se acomodando! A casa limpa sem ajuda, as crianças em casa, o/a companheiro/a junto. Não foi fácil, mas, não é mais tão difícil assim.

Descobrimos quem é quem – Desvendamos o caráter de um por um dos amigos e familiares mais próximos. Apesar de algumas surpresas desagradáveis, tivemos outros gratos resgates – eu, pelo menos, tive!

Outro olhar para o companheiro/a – Ainda não está dita a última palavra, e relacionamentos ruins não iriam sobreviver mesmo. Mas, muitos que vivem casamentos estáveis relatam terem tido surpresas boas e vínculos fortalecidos.

Como disse, não fosse tanto “desgoverno” e a tragédia global da pandemia, poderia dizer que esse estranho e implacável intervalo de tempo pode ter servido para acertar vários ponteiros internos da humanidade. Ou viajei?!

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Aprendendo com as gafes de uma anfitriã

Se alguém acha que, por amar uma mesa bonita e boa comida, eu nunca erro ao receber em casa, engana-se muito! Momentos em diferentes fases da vida são prova de que estamos sempre aprendendo e que os …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Bons motivos para aprender a cozinhar

Neste momento de pandemia, entre os muitos talentos ocultos que acabaram aflorando está o de cozinhar e saborear quitutes antes impensáveis. Nasceu uma nova geração de gourmets e gourmands. …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Danem-se artistas e músicos!

Sabem quem foi Victor Herbert? Eu não sabia até me deparar com a coluna de Ruy Castro, que, sei, me permite reproduzir aqui parte dela. Victor Herbert foi um compositor (1859 a 1924) que …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Sustentabilidade, qualidade e muita liberdade na moda!

Venho de uma família de privilegiados que sempre tiveram acesso à qualidade: em roupas, viagens, comida, objetos de decoração, etc. Com isso, as roupas e objetos passaram por gerações: Simmmmm! …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Hora de fazer carinho, cafuné e de amar muito a si mesmo

Está sentindo falta do contato físico? Vamos aprender a não depender dos outros para isso. Falo de amar a si mesmo – não no sentido de autoestima, mas naquele do apreço por você mesmo/a de verdade. …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Mais de 100 mil mortes por Covid-19 – desculpa, aí!

O Presidente inominável vive a pedir desculpas: diariamente, é obrigado (provavelmente, aconselhado fortemente por algum assecla) a vir à frente das câmeras, sempre ao lado de sua claque de apoiadore…


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Um futuro nem tão ambicioso

Vamos falar do futuro. O futuro que, agora percebemos, foi subitamente sabotado – e está, neste exato momento, sendo repensado, ressignificado, reinventado, e uma porção de outros “res” que nos …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

De meditação a sexo nas lives

Você entraria em uma web suruba? Pagaria para entrar? Confiaria no anonimato da organização? Se ficou perplexo com a possibilidade, saiba que não está sozinho. Mas não apenas as web surubas …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Novo momento, novos horários

Vivemos um novo momento trazido pela pandemia de Covid-19: home office, cursos a distância e reuniões agora fazem parte do nosso dia a dia. Se em casa economizamos preciosas duas horas por dia (que …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Eliminar para iluminar

A frase é da jornalista da Lilian Pacce e foi dita em uma fala sua ao se referir ao desapego. Nessa pandemia, percebemos que é muito, muito mais importante SER do que TER. Ser saudável, ser …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados