search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Kobe Bryant ganhou Oscar por declaração de amor ao basquete

Esportes

Publicidade | Anuncie

Esportes

Kobe Bryant ganhou Oscar por declaração de amor ao basquete


Kobe Bryant (Foto: Divulgação / Facebook)
Kobe Bryant (Foto: Divulgação / Facebook)

Astro do basquete morto neste domingo (26) após um acidente de helicóptero na Califórnia, Kobe Bryant também brilhou no mundo do cinema ao ganhar o Oscar de melhor curta-metragem de animação por "Dear Basketball", em 2018.

Ele é autor do roteiro e também o narrador da produção, feita em parceria com o animador Glen Keane, veterano da Disney. A obra é baseada em um poema que Kobe fez por ocasião de sua despedida das quadras, em 2016, e publicado originalmente no site The Players Tribune.

O texto é uma declaração de amor ao basquete. "Você realizou o sonho de um menino de seis anos de ser um Laker", escreveu o atleta em referência à equipe em que brilhou, o Los Angeles Lakers.

"Sempre vou amá-lo por isso. Mas não posso amá-lo obsessivamente por muito tempo. Esta temporada é tudo que me restou para dar. Meu coração pode manter a batida, minha cabeça pode lidar com a rotina, mas meu corpo sabe que está na hora de dizer adeus", ele completa.

Na cerimônia de 2018 em que recebeu a estatueta, ele se disse surpreso com a honraria. "Não sei se isso é possível. Como jogadores de basquete, nós só deveríamos driblar e arremessar. Eu estou orgulhoso de conseguir fazer um pouco mais do que isso. Obrigado, Academia, por essa honra maravilhosa", afirmou Kobe Bryant.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados