search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Jovem mata a mãe e fere o padrasto a facadas em Cariacica

Notícias

Publicidade | Anuncie

Polícia

Jovem mata a mãe e fere o padrasto a facadas em Cariacica


Vizinho viu sangue no portão e tentou ajudar as vítimas (Foto: Fábio Nunes/ AT/ 26/11/2020)
Vizinho viu sangue no portão e tentou ajudar as vítimas (Foto: Fábio Nunes/ AT/ 26/11/2020)
Um crime chocou os moradores do bairro Bubu, em Cariacica. Um jovem de 24 anos matou a mãe e feriu o padrasto, a facadas, por causa de R$ 500. Depois do crime, que aconteceu na noite de quarta-feira (25), o acusado conseguiu fugir.

De acordo com a polícia, a faxineira Dalva Maria de Oliveira, de 53 anos, estava em casa com o marido quando o filho de criação chegou. Ele foi até a mãe, exigindo R$ 500, provavelmente para pagar dívida de droga, já que o investigado é usuário.

Ela não teria dado o dinheiro e o jovem partiu para a agressão. Um operador de máquinas, 21 anos, estava chegando em casa quando ouviu gritos. “Vi que o chão estava sujo de sangue e um barulho lá dentro. Como o portão estava encostado, entrei e o vi (o filho) em cima dela com a faca”, lembrou o vizinho, sem se identificar.

Segundo o operador, um adolescente estava parado no portão, também com uma faca, vigiando a cena do crime. “Na hora vi aquilo e fiquei sem reação. O marido dela estava na cozinha e quando entrou no quarto também levou facada. Saí correndo para chamar ajuda”, contou.

Assim que o operador saiu da casa, o agressor e o adolescente conseguiram fugir. Ferida no pescoço, Dalva correu para a rua. “Ela veio correndo com um pano no pescoço, estava saindo muito sangue. O marido dela, também esfaqueado no rosto, pedindo para ajudarmos ela”, relatou outra vizinha, uma dona de casa, 36, que não quis se identificar.

Dalva estava com ferimentos no braço e um profundo no pescoço. “Quando ela respirava, vazava sangue. Peguei uma toalha e enrolei até a chegada do socorro”, declarou a dona de casa. A faxineira foi levada para o hospital, mas morreu durante uma cirurgia.

O marido dela, que tem 74 anos, ficou ferido no rosto e precisou levar pontos. Até o fim da manhã desta quinta (26), ele ainda não sabia da morte da mulher.

A Polícia Civil informou que o caso será investigado por meio da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM). Até a publicação desta matéria ninguém tinha sido preso.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados