search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Jessica Andrade nocauteia Katlyn Chookagian e alcança marca inédita no UFC

Esportes

Publicidade | Anuncie

Esportes

Jessica Andrade nocauteia Katlyn Chookagian e alcança marca inédita no UFC


Jessica Andrade nocauteia Katlyn Chookagian (Foto: Divulgação / UFC)
Jessica Andrade nocauteia Katlyn Chookagian (Foto: Divulgação / UFC)

Ex-campeã do peso-palha do UFC, Jessica Andrade estreou na divisão dos moscas da melhor forma possível. "Bate-Estaca" derrotou a americana Katlyn Chookagian, 1ª colocada do ranking da categoria, por nocaute no primeiro round no UFC disputado na "Ilha da Luta", em Abu Dhabi, Emirados Árabes.

Após a contundente vitória, a brasileira se tornou a primeira mulher na história do Ultimate a conquistar triunfos em três categorias distintas. Empolgada, ela já lançou o desafio à atual campeã dos moscas, Valentina Shevchenko.

"Agora sou a número um do peso-mosca e quero ter a oportunidade de lutar contra a Valentina. A gente treinou muito isso no vestiário. O mestre me disse para atacar o corpo, porque ela teria perdido muito peso e estaria desgastada, e foi o que aconteceu. A estratégia foi montada no vestiário e funcionou", afirmou a vencedora após o combate.

Jéssica teve uma grande exibição. Mesmo com grande desvantagem de envergadura, a brasileira conseguiu encurtar a distância, trabalhar bem os golpes e levar Chookagian ao chão ainda no primeiro round.

A americana esboçou tentativas de finalização para voltar a ficar em pé, o que não diminuiu o ímpeto e a pressão de Bate-Estaca. Jéssica acertou um duro golpe no abdômen, que fez Katlyn se curvar e recuar. Nos segundos finais do assalto, a brasileira acelerou o ritmo para tentar encerrar o duelo, e conseguiu desferir outro duro gancho no corpo da oponente, decretando o nocaute técnico aos 4min55s.

Outros três brasileiros subiram no octógono na Ilha da Luta e todos saíram sem vitória. Pelo card principal, no duelo entre dois experientes meio-médios, Cláudio "Hannibal" Silva perdeu para o americano James Krause e viu ruir a sua sequência de 14 triunfos seguidos. A vitória foi por decisão unânime dos juízes (triplo 30-27).

Retornando ao octógono após quase três anos e em uma divisão acima da habitual, o brasileiro Thomas Almeida foi superado pelo americano Jonathan Martinez por decisão unânime (triplo 30-27) no confronto de abertura do card principal, pelo peso-pena.

Na penúltima luta do card preliminar do evento em Abu Dhabi, a brasileira Poliana Botelho foi dominada no chão pela canadense peso-mosca Gillian Robertson e acabou derrotada por decisão unânime dos juízes (29-28, 29-27 e 29-27). A mineira não teve uma estratégia eficaz e não conseguiu se desvencilhar do jogo de chão da oponente.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados