X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

VÍDEO | Separadas pelo coronavírus, mãe e filha choram e dão abraço à distância

| 05/02/2020 15:45 h | Atualizado em 05/02/2020, 16:15

Em meio ao caos provocado pelo surto do novo coronavírus, uma cena está emocionando o mundo. É um vídeo do encontro entre mãe e filha na China.

As imagens foram divulgadas pela TV estatal chinesa e mostram a enfermeira Liu Haiyan recebendo a visita da filha, Cheng Shiwen, de 9 anos.

Como Liu foi convocada para trabalhar no atendimento aos pacientes contagiados pelo coronavírus, as duas não podem se tocar nem mesmo se aproximar para evitar a propagação do vírus.

A forma encontrada pelas duas para mostrar o carinho e a saudade foi estender os braços e dar um abraço no ar.

A enfermeria não via a filha há 10 dias. Do lado de fora do hospital onde Liu trabalha, na cidade de Zhoukou, província de Henan, a aproximadamente 400km de Wuhan, mãe e filha conversaram de longe usando máscaras de proteção.

Chorando muito, mãe e filha abrem os braços, em um abraço simbólico à distância.

Ainda no vídeo é possível ver que a enfermeira pede para que a filha seja boa e explica que está lutando contra "monstros". Ela promete à filha que vai voltar para casa logo que o vírus for combatido.

A filha, chorando, chama pela mãe. Ela levou para o encontro uma vasilha com guiozás. Como as duas não podem ter contato físico, a filha colocou a sacola com bolinhos chineses no chão. A mãe pega a sacola, acena para a filha e volta para o hospital. O encontro emcionado foi no último dia 31 de janeiro.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS