X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Internacional

UE pede respeito a direitos, após aprovação de lei de segurança em Hong Kong


O principal coordenador da Política Externa e de Segurança Comum na União Europeia conclamou as autoridades da região administrativa de Hong Kong a protegerem a capacidade do povo de exercer os seus direitos e liberdades.

Em comunicado, o Alto Representante para a Política Externa e de Segurança Comum da UE pediu ainda que as autoridades de Hong Kong e da China reforcem a confiança no elevado grau de autonomia da região administrativa especial de Hong Kong em linha com o princípio "um país, dois sistemas".

O comunicado foi divulgado após a aprovação pelo conselho legislativo da região administrativa especial de Hong Kong do projeto de lei de salvaguarda da segurança nacional.

De acordo com a UE, a lei poderá exacerbar a erosão das liberdades fundamentais e do pluralismo político em Hong Kong, além de afetar significativamente o trabalho das representações do bloco europeu. A lei também gera dúvidas sobre a atratividade de Hong Kong como um ponto central para negócios internacionais, segundo o comunicado da UE.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: