X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Internacional

Trump corteja eleitores negros e conservadores em Michigan; Biden vai a Hollywood


Em meio à corrida presidencial, o candidato Donald Trump fará uma viagem ao Estado norte-americano de Michigan neste fim de semana, que incluirá paradas em uma igreja negra e em um encontro de extrema-direita. Enquanto isso, o presidente Joe Biden retornou do encontro com o G7 na Itália e foi para a Califórnia, onde busca fundos para sua campanha de reeleição em um evento em Hollywood apresentado pelos atores George Clooney e Julia Roberts.

Em um dos Estados mais visados para as eleições de novembro, Trump busca atrair o eleitorado negro, uma importante base política de Biden nas eleições de 2020, e que expressa sinais de decepção com o democrata. Neste cenário, em Michigan, Trump participa neste fim de semana de uma mesa-redonda em uma igreja afro-americana no centro de Detroit. Mais tarde, o republicano vai à "Convenção do Povo" da Turning Point Action, grupo ligado a extremistas que emergiu como uma força na política do Partido Republicano na era Trump, especialmente com o movimento "Make America Great Again".

Já o presidente Joe Biden participará na noite deste sábado de um evento com estrelas de Hollywood para arrecadar dinheiro para sua campanha. O ex-presidente Barack Obama deve se juntar aos headliners Clooney e Roberts, e ao apresentador Jimmy Kimmel, que entrevistará todos no palco. Celebridades do mundo do entretenimento têm se alinhado para ajudar a campanha do democrata, na esperança de impulsionar arrecadações e estimular os possíveis apoiadores a comparecerem no dia da eleição contra Trump.

Segundo a campanha de Biden, o evento na Califórnia deve arrecadar pelo menos US$ 28 milhões, mais do que o valor recorde de US$ 26 milhões recebido em março em evento no Radio City Music Hall, em Nova York. Ainda assim, o valor não deve superar as cifras da campanha de Trump. Em abril, o republicano arrecadou US$ 50,5 milhões em uma reunião com doadores na casa do bilionário John Paulson, na Flórida. Além disso, em maio, foram doados US$ 141 milhões para a campanha de Trump, com as arrecadações impulsionadas pelo veredicto que condenou Trump por fraude para esconder suborno.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: