X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Internacional

Secretário de Defesa dos EUA é hospitalizado por possível problema na bexiga


O secretário de Defesa, Lloyd Austin, foi hospitalizado no domingo, 11, após sintomas que indicam um "problema emergente na bexiga", informou o Pentágono. Em comunicado, o Pentágono disse que Austin foi levado por seus seguranças para o Centro Médico Militar Nacional Walter Reed por volta das 14h20 do domingo.

Austin, de 70 anos, "mantém as funções e deveres de seu cargo", segundo o secretário de imprensa do Pentágono, major-general Pat Ryder. Ele acrescentou que a vice-secretária de Defesa, Kathleen Hicks, foi notificada e está preparada para assumir as funções de Austin "se necessário".

O presidente do Estado-Maior também foi notificado, assim como a Casa Branca e alguns membros do Congresso.

O secretário participaria a partir de terça-feira de uma reunião do grupo de contato da Ucrânia em Bruxelas, grupo que coordena o apoio militar àquele país após a invasão da Rússia. Depois disso, ele deveria participar de uma reunião regular dos ministros da defesa da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

O Pentágono não esclareceu no domingo se as participações estão mantidas.

Austin foi diagnosticado com câncer de próstata em dezembro. Ele foi criticado por não ter divulgado o diagnóstico e suas subsequentes hospitalizações em dezembro e janeiro e nem ter informado o presidente dos EUA, Joe Biden, sobre a doença. Fonte: Associated Press

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: