X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Internacional

Rainha Margrethe II, da Dinamarca, anuncia que irá abdicar ao trono, após 52 anos


A rainha Margrethe II, da Dinamarca, anunciou neste domingo, 31, que planeja deixar o trono para dar lugar ao seu filho, o príncipe herdeiro Frederik. Ela anunciou durante seu discurso de Ano Novo que abdicaria em 14 de janeiro, data em que se comemora o 52º aniversário de sua própria ascensão ao trono aos 31 anos, após a morte de seu pai, o Rei Frederik IX.

A primeira-ministra dinamarquesa, Mette Frederiksen, confirmou a decisão em um comunicado à imprensa que prestou homenagem à monarca de 83 anos, oferecendo um "sincero agradecimento a Sua Majestade a Rainha por sua dedicação ao longo da vida e esforços incansáveis pelo Reino".

Margrethe, de 1,82 metro de altura e fumante inveterada, é uma das figuras públicas mais populares da história da Dinamarca. Ela costumava andar pelas ruas de Copenhague praticamente sem escolta e conquistou a admiração dos dinamarqueses por seus modos cordiais e por seu talento como linguista e designer.

Como princesa, era uma esquiadora entusiasmada e fazia parte de uma unidade da força aérea feminina dinamarquesa, participando de cursos de judô e testes de resistência na neve.

Margrethe permaneceu forte mesmo quando envelheceu. Em 2011, aos 70 anos, visitou as tropas dinamarquesas no sul do Afeganistão vestindo um macacão militar.

Como monarca, cruzou o país e visitou regularmente a Groenlândia e as Ilhas Faroe, os dois territórios semi-independentes que fazem parte do reino dinamarquês, e foi recebida em todos os lugares por multidões animadas.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: