Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Policiais que voam contra o crime

| 22/08/2021 07:48 h

Pode parecer coisa de filme, ter policiais voando atrás de criminosos em trajes a jato deve se tornar realidade nas ruas da Inglaterra em breve.

Traje, durante a demonstração,  atingiu uma velocidade de 88 km/h, mas pode chegar a 136 km/h
Traje, durante a demonstração, atingiu uma velocidade de 88 km/h, mas pode chegar a 136 km/h |  Foto: Divulgação
Prova disso, foi a demonstração do “policial voador”, no Laboratório de Ciência e Tecnologia de Defesa (DSTL) do Reino Unido.

O homem que fez o papel de policial foi o fundador e piloto de testes da Gravity, empresa inglesa que fabrica trajes voadores, desde 2017. As mochilas a jato utilizam propulsores com 1.000 cavalos de potência, montados nas mãos do usuário, permitindo um controle preciso dos movimentos durante voos em alta velocidade.

“Conseguir mover pessoal especializado em um ambiente urbano muito rapidamente, seja em um telhado, sobre um rio ou terreno acidentado, para conter uma ameaça é algo realmente poderoso”, afirma o presidente do Conselho Nacional de Chefes de Polícia da Inglaterra, Martin Hewitt.

O traje da Gravity Industries possui cinco turbinas independentes que podem atingir 120 mil rotações por minuto. Elas funcionam em um sistema que utiliza o equilíbrio natural do corpo humano para controlar o voo, algo muito parecido de fato com o traje do Homem de Ferro usado por Tony Stark nos filmes da Marvel.

Durante a demonstração, o equipamento atingiu uma velocidade de 88 km/h, mas, segundo a fabricante, ele pode chegar a 136 km/h. O traje é movido a óleo diesel ou combustível de jato (JET A-1).

A mochila completa pesa pouco mais de 27 kg, um peso razoável para alguém carregar nas costas durante trajetos curtos. Aliás, um dos pontos fracos do traje a jato é o tempo limitado de voo, com uma autonomia que varia entre 5 e 10 minutos, dependendo a velocidade empregada pelo usuário.

Apesar das demonstrações de uso militar, a ideia é utilizar as mochilas a jato em serviços de entregas e transporte urbano no futuro. A Gravity já oferece alguns cursos de pilotagem em seu site oficial, além de planejar até uma competição de velocidade para testar os limites do seu equipamento.

Segundo seu fundador, Richard Browning, a empresa possui mais de 50 clientes nos EUA e no Reino Unido, e já participou de missões em colaboração com as Forças Armadas dos dois países. Richard fez uma apresentação do traje aos Fuzileiros Navais da Inglaterra.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS