X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Internacional

Monólito brilhante é removido das montanhas em Las Vegas; como chegou lá, ainda é um mistério


Um estranho monólito encontrado nas rochas em uma cadeia montanhosa remota perto de Las Vegas foi removido pelas autoridades locais. Como ele chegou lá ainda não se sabe.

"Ainda é desconhecido como o item chegou à sua localização ou quem pode ser responsável", disse a polícia de Las Vegas na sexta-feira em uma série de postagens no X anunciando a remoção do prisma brilhante de 1,93 metros.

Sua descoberta e a posterior remoção rápida por preocupações de segurança pública e ambiental reviveu um mistério da pandemia. Na época, monólitos brilhantes, parecidos com o objeto que aparece no filme "2001: Uma Odisseia no Espaço", de Stanley Kubrick, começaram a aparecer ao redor do mundo.

Membros da equipe de busca e resgate da polícia de Las Vegas encontraram o objeto perto de Gass Peak, parte do vasto Refúgio Nacional de Vida Selvagem do Deserto, onde carneiros selvagens e tartarugas do deserto podem ser encontrados. Foi a última descoberta em uma série de colunas misteriosas que surgiram desde pelo menos 2020.

Em novembro daquele ano, um monólito metálico semelhante foi encontrado nas profundezas da paisagem no deserto de rochas vermelhas de Utah. Depois vieram objetos parecidos na Romênia, Califórnia central, Novo México e na famosa Fremont Street no centro de Las Vegas. Todos desapareceram tão rapidamente quanto surgiram, aumentando o folclore.

"Esta coisa não é de outro mundo", disse o tenente Nick Street do Departamento de Segurança Pública de Utah na época. Acredita-se que o monólito de Utah, o primeiro da série, foi embutido na rocha em uma área tão remota que as autoridades não revelaram imediatamente sua localização por medo de as pessoas se perderem ou ficarem presas enquanto tentavam encontrá-lo.

Mas "detetives" da internet rapidamente encontraram as coordenadas, e diversos turistas curiosos, ansiosos para ver e tocar o objeto "de outro mundo", chegaram deixando lixo e resíduos humanos no local. As autoridades disseram que as mesmas preocupações os levaram a derrubar o último monólito na quinta-feira.

Ele foi instalado ilegalmente em terras federais estabelecidas para proteger carneiros selvagens e é o lar de plantas raras e tartarugas do deserto.

Objeto está sendo mantido em um local secreto

Christa Weise, gerente interina do refúgio de vida selvagem, confirmou na sexta-feira que o monólito foi removido, mas disse que não poderia comentar se as autoridades federais abriram uma investigação criminal.

O departamento de polícia disse que o objeto estava sendo mantido em um local secreto enquanto as autoridades tentam descobrir a melhor maneira de descartar ou armazenar a enorme estrutura feita de uma folha reflexiva de metal moldada em um prisma e fixada com vergalhões e concreto.

Fotos que acompanham as postagens nas redes sociais do departamento mostraram o objeto de lado após sua remoção, que deixou uma grande marca no chão porque os vergalhões foram enterrados profundamente na terra e nas rochas.

O departamento disse que "desencoraja qualquer pessoa a se aventurar fora das trilhas marcadas ou deixar objetos e itens para trás.""Isso representa um perigo para você e para o meio ambiente", disse a polícia de Las Vegas. Fonte: Associated Press.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: